Connect with us

Destaque

13 razões para realizar exercícios de alongamento

Published

on

Por desempenhar um papel preponderante na capacidade motora do Homem, a flexibilidade influência diversos factores da motricidade humana destacando-se o aumento da consciência corporal.

  • Reduzem as tensões articulares causadas por músculos muito encurtados – Muitas das dores na região dos ombros, na coluna cervical, na coluna lombar, nas pernas e em várias outras partes do corpo humano, podem estar relacionadas com a falta de flexibilidade do corpo, decorrente, por vezes, dos encurtamentos musculares.
  • Aumento da eficiência mecânica – Os últimos 10 a 20% do arco articular são caracterizados por terem uma resistência muito forte ao movimento provocado pela proximidade do limite da distensão dos músculos, ligamentos e tecido conjuntivo envolvidos. Assim, sempre que estiver nestes últimos graus do arco articular do movimento, têm de se realizar um esforço superior para conseguir a execução completa.
  • Diminuição dos riscos de lesões e distensões – É importante que as pessoas, sedentárias ou não, realizem pausas no decorrer do dia, principalmente durante algumas actividades laborais, para realizar alongamentos musculares. Essa prática é fundamental para evitar diversas doenças osteomioarticulares (patologias ósseas, musculares e articulares) e para a melhora da qualidade de vida.
  • Aumento da mobilidade articular – O alongamento, por explorar apenas os limites já alcançados de amplitude do movimento, não força as articulações além dos seus limites, não causando adaptações nessas estruturas. Por sua vez, a flexibilidade estimula as articulações a procurarem adaptações que permitam alcançar arcos articulares
  • Aperfeiçoamento motor – Uma boa flexibilidade permite realizar arcos articulares mais amplos, possibilitando a execução de movimentos e gestos desportivos que de outra forma não seriam possíveis.
  • Prevenção de lesões – Este aspecto é, ainda, muito controverso e refere-se à diminuição do risco de lesões. Apesar de se afirmar que o aumento da flexibilidade reduz o risco de lesões músculo-esqueléticas, este dado ainda não foi comprovado experimentalmente.
  • Expressividade e consciência corporal – Uma boa flexibilidade permite realizar os movimentos com maior elegância, harmonia, menor consumo energético e com amplitudes superiores. Além disso, permite ao praticante ter consciência dos seus segmentos corporais. Outra forma de expressão motora também o permite, no entanto, a flexibilidade desenvolve essa consciência de forma mais apurada.
  • Redução dos níveis de stress – A flexibilidade é importante no tratamento contra o stress, porque alivia e contraria a rigidez das fibras, proporcionada por uma contracção muscular intensa e dolorosa. A massagem e o estiramento, proporcionam um aquecimento e relaxamento geral nos pontos dolorosos, irrigando melhor os vasos sanguíneos e aliviando a dor. Amplia o relaxamento físico e mental.
  • O alongamento pode ajudar a reverter o endurecimento das artérias –Pesquisadores mostraram que alongamentos regulares (na forma de ioga) conjugado a exercícios aeróbicos e uma dieta controlada, reduzem o colesterol e revertem significativamente o endurecimento das artérias (20% de reversão) em adultos com arteriosclerose. Depois de um ano praticando ioga de forma regular, os participantes perderam peso, reduziram os níveis de colesterol a melhoraram sua capacidade de se exercitar (Retardation of coronary atherosclerosis with yoga lifestyle intervention, 2000, Manchanda).
  • Possível aumento do volume e do número de fibras musculares (Hipertrofia e Hiperplasia). Certo número de estudos realizados em animais, chegaram à conclusão de que os alongamentos musculares podem aumentar a dimensão das fibras musculares, bem como o seu número. Além disso, alguns tipos de treino, (Doggcrapp) e treinadores de culturismo (Dante Trudel, John Parrillo), defendem que se deve realizar alongamentos, de forma a “criar espaço” para que o musculo possa aumentar de tamanho.
  • Propicia condições para a melhoria de agilidade, força e velocidade.
  • Reduz a degeneração física associada com a idade.
  • Auxilia a recuperação muscular.

Os exercícios de alongamento devem ser feitos de forma lenta e cautelosa, tenha em conta que um alongamento inadequado pode resultar em sérias lesões. Os alongamentos devem ser realizados de preferência quando o corpo está “quente”, Aqueça com 5 minutos na bicicleta estática ou máquina elíptica, durante o exercício, devem ser realizadas respirações lentas e profundas para auxiliar no relaxamento corporal e na melhor oxigenação dos tecidos.

Também é necessário respeitar o limite do estiramento muscular para evitar danos ao músculo. Além disso, é fundamental respeitar a duração de cada procedimento, em média, cada alongamento deve ser mantido por cerca de 25 a 40 segundos.

Fonte: http://www.musculacao-pt.net

Comments

comments

Academia

Diva Fitness dispara: “não é porque sou mãe que deixei de ser mulher”

Published

on

By

Gabi Lubies, Diva Fitness WBFF, fala sobre auto-estima, boa forma e beleza  após a maternidade, e afirma que não deixou de ser mulher porque tornou-se mãe

A mulher é sempre um símbolo da beleza, e tem de fato a sua auto-estima interior, que a faz cuidar de si, maquiar-se, e estar de bem com o corpo. Em sua maioria, as mulheres gostam de ser notadas e elogiadas, e isso as faz sentirem-se mais vivas, e mais de bem consigo mesmas. 

A Diva Fitness WBFF (World Beauty Fitness Fashion) Gabi Lubies acredita que mesmo após ter filhos, a mulher não precisa se anular, e pode sim cuidar de si: “Quando nasce uma criança, nasce uma mãe, mas não precisa morrer uma mulher. É comum que fiquemos nesse quadro de dedicação quase que exclusiva aos filhos durante muito tempo, e muitas vezes, acabamos esquecendo de nós mesmas e entrando no automático. Antes de sermos mãe, somos mulheres, e acho complicado e arriscado esquecer o que somos e até mesmo o que nos levou até ali”, comenta.

Gabi Lubies aponta que o instinto materno fala muito alto, acima dos interesses pessoais: “Estou pra ver a mulher que, consciente ou não, não tenha esquecido de si, ainda que só um pouquinho, depois da maternidade. Quando um bebê nasce, ficamos tão ligadas a ele que esquecemos de olhar para nós mesmas. No começo, acho até natural, afinal não sabemos como ser mãe e vamos aprendendo e vendo que somos capazes de criar e cuidar de uma criança dia após dia”. 

Para a Diva Fitness, cuidar de si não é sinônimo de ser uma mãe ruim: “respeito quem decide fazer isso, mas particularmente acho que existem outros caminhos e que não é isso que fará uma pessoa ser boa ou má mãe. Não posso jogar a culpa neles por eu ter que trabalhar pra sustentá-los, nem a responsabilidade por ter engordado pra gerá-los, nem a responsabilidade por não cuidar de mim, por não ir atrás dos meus sonhos, por não ter tempo, etc. Eu escolhi ser mãe, a responsabilidade é toda minha e não deles. Penso que quando cuido de mim, em especial da minha saúde, estou também, de algum modo, dando a eles a oportunidade de ter a mãe dos meus filhos na Terra por mais tempo”.

Gabi acredita que ser mãe só acrescenta à vida de uma mulher, e que forma física e estética são recuperáveis depois da gravidez, e que a mulher não precisa abdicar da auto-estima para ser mãe: “Sou exemplo vivo disso. Optei que seria mãe e que continuaria sendo uma mulher que buscaria a felicidade e realização pessoal, pois acredito que a maternidade não subtrai nada da mulher, ao contrário, ela soma. A maternidade não nos diminui, ela nos torna mais fortes, mais capazes. É só uma questão de canalizarmos todo esse potencial para sermos as mulheres que queremos ser”, conclui

Fotos de: Dan Galic / MF Press Global Por: Hebert Neri

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Cátia Paganote deseja bom dia apenas de lingerie e mostra boa forma aos 42 anos

Published

on

By

Foto de ex-paquita da Xuxa recebeu milhares de curtidas e comentários de seguidores, elogiando a sua aparência. “Você não muda! Tá linda!”, escreveu uma fã.

Em março, além de comemorar a chegada dos 43 anos, Catia Paganote também lançará a sua autobiografia chamada de “A Minha Vida é um Xou”.

Visualizar esta foto no Instagram.

Bom dia… ??? @villadimanupousada @rafael_vega @cacauoliver #catiapaganote #miuxa #paquitas #paquita #catiapaganotebymiuxa #catiabymiuxa #bomdia

Uma publicação compartilhada por Catia Paganote (@catiapaganote) em

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Bella Falconi esclarece o que pode te impedir de emagrecer em 2019

Published

on

By

A nutricionista e influenciadora digital Bella Falconi aponta os principais inimigos de uma vida mais saudável e meios de seguir rumo a melhor saúde e forma física

Bella sempre compartilha dicas com seus seguidores e leitores do blog para ter uma vida melhor, com mais saúde e qualidade de vida. A influenciadora esta semana trouxe dicas de como alcançar os objetivos no fitness e evitar a auto-sabotagem

Em seu blog no UOL (bellafalconi.blogosfera.uol.com.br) ela falou sobre como, de fato a pressa pode ser “inimiga da perfeição”, como diria o dito popular: “O problema em nossa era é que as pessoas buscam resultados “a jato”. Querem construir músculos densos e hipertrofiados em apenas 3 meses, querem alcançar um dígito de percentual de gordura corporal em 40 dias, e para isso submetem-se a loucuras”.

A pressa em obter resultados pode ser ainda mais prejudicial do que outros fatores na obtenção de maior qualidade de vida: “existe algo que pode ser tão ou mais prejudicial do que o sedentarismo e os maus hábitos alimentares: a pressa”. Bella afirma que isto pode, na verdade, causar frustração e impedir as pessoas de alcançarem seus objetivos no fitness e de manter um estilo de vida e dieta sustentável.

Como conselho para começar o ano já cumprindo aquela promessa de ano novo de emagrecer, Bella afirma: “independente das suas resoluções pessoais para o novo ano, uma dieta saudável e equilibrada sempre irá trazer benefícios: menos sal, açúcares e gorduras, e mais produtos frescos, vegetais e integrais são a fórmula infalível para emagrecer em 2019 e melhorar a saúde geral. E isto sempre tenho dito”.

Fotos de:  ReproduçãoPor: Hebert Neri

Leia o artigo original no UOL em: bellafalconi.blogosfera.uol.com.br

Comments

comments

Clique para Ler
Advertisement

Facebook




Mais Acessados