Connect with us

Academia

3 (ótimos!) motivos para você se apaixonar pela ioga

Published

on

A prática milenar é a chave para driblar a ansiedade, relaxar e viver melhor. No Dia Internacional da Ioga, nós separamos alguns (bons!) motivos para você adotar a modalidade:

O método indiano está repleto de posturas que trabalham a flexibilidade e a força dos músculos de uma maneira sutil. Como os movimentos exigem equilíbrio e controle do corpo, você ainda exercita concentração, a calma e a respiração e ganha consciência corporal. Boa pedida, né? Descubra outros motivos para você incluir mais namastê na sua vida:

1. Existe um tipo de ioga para o seu estilo

Sup Ioga: é possível desfrutar do melhor dos dois mundos: a força e a graça da ioga e o poder relaxante do mar e das lagoas. Os benefícios são intensificados: o trabalho dos músculos é ainda mais intenso, inclusive os do abdômen, recrutados para o equilíbrio sobre a prancha, e o efeito anti-stress é incrível. A atividade é perfeita para quem quer ter maior contato com a natureza, mas sem abrir mão de um trabalho corporal intenso, que emagrece, fortalece os músculos e desenvolve o equilíbrio e a coordenação.
Acro yoga: a modalidade tem três focos: realizar os ásanas individuais(posturas da ioga), trabalhar essas posturas em dupla ou em grupo para aprimorar a consciência corporal e usar a massagem tailandesa para os ajustes de postura, a amplitude dos movimentos e o relaxamento. Durante os exercícios, o corpo de quem está em cima tem que ficar firme, com músculos ativos, mas não tenso e contraído.
Superioga: o método é mais dinâmico e movimentado. “Essa técnica funciona da seguinte forma: tudo que na aula tradicional seria estático, agora, passa a ser movimentado. Então, você nunca fica parado em uma só posição”, revela Paulo Junqueira, instrutor de ioga e criador do método. A modalidade exige mais concentração que a versão regular, justamente porque as séries de movimentos acontecem em conjunto com a respiração.
Hot ioga: febre nos Estados Unidos, a hot ioga, modalidade praticada em uma sala com temperatura entre 40 e 44 °C, está começando a fazer muita gente suar também por aqui. O exercício é intenso e promete bem-estar na mesma medida. A aula trabalha a flexibilidade da coluna em 26 posturas clássicas da hatha ioga, com durações curtas e repetidas duas vezes cada uma, em uma sequência fixa de 90 minutos. Isso favorece o sistema nervoso e tira a pressão das vértebras. Há ainda um uso significativo dos músculos das pernas, o que ajuda a fortalecer os joelhos.

2. Dá para fazer em casa com app, vídeo ou curso online
Para praticar a modalidade você precisa de um tapetinho, disposição e bons aplicativos ou vídeos para te guiar. É só fazer uma rápida pesquisa para descobrir inúmeras possibilidades.
App: já imaginou ter um instrutor de ioga em casa? O aplicativo Simply Yoga Free oferece vídeos e treinos de até 60 minutos para você praticar em qualquer lugar. É só fazer o download e seguir os vídeos, as séries disponíveis e as mais de 30 poses ensinadas. Existe opção para Android e IOS.

Curso online: o Namu Cursos, portal com foco no equilíbrio e bem estar, oferece um módulo de ioga voltado para a melhora da autoestima, confiança e consciência corporal. Basta se inscrever no site e aproveitar! As aulas podem ser assistidas em qualquer hora e lugar pelo smartphone, tablet ou computador.

3. Qualquer pessoa pode fazer
Fazer invertida, sossegar a mente e praticar ioga não é só para as celebridades como Gisele Bündchen, Madonna e Fernanda Lima. Os benefícios da aula estão ao alcance de todas, anônimas ou conhecidas, no mundo inteiro. Para provar que a ioga é democrática, a gente conta a história de quatro mulheres que se apaixonaram pela modalidade e conquistaram a internet: 4 mulheres provam que todo mundo pode fazer ioga.

Comments

comments

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Academia

Erros comuns quando se quer ter mais massa muscular

Published

on

By

Treinar é fundamental, mas é necessário ter peso e medida

Ter mais músculo não é apenas sinônimo de mais força, é também uma espécie de escudo protetor para a saúde em geral, beneficiando a saúde óssea, cardiovascular e ainda o sistema imunológico, que fica mais reforçado e capaz de combater a gordura indesejada.

O treino de força e a alimentação adequada – com uma especial atenção para a proteína – são dois dos aspectos que mais importância têm na hora de construir mais músculo de forma saudável, contudo, para que o aumento do músculo aconteça da forma mais correta é ainda importante apostar num processo gradual e também nos comportamentos mais certeiros.

Como explica o site Deporte y Vida do jornal espanhol As, existem alguns erros comuns na hora de ‘lutar’ por um aumento da massa muscular, erros esses que não só comprometem o sucesso, como podem mesmo colocar a saúde em risco. Veja quais são:

1 – Comer tudo e mais alguma coisa. Tem quem pense que o simples fato de treinar com regularidade permite comer tudo, mas não é bem assim, especialmente quando isso inclui mesmo tudo, até os alimentos menos saudáveis. Embora o corpo precise de combustível (proteína, carboidratos complexos e gordura saudável), é preciso ter atenção ao tipo de alimento,para que não se aumente a gordura e em vez da massa muscular.

2 – Não ter um objetivo definido. Treinar por treinar e comer por comer nunca dá bom resultado, especialmente quando o objetivo é ter um corpo mais tonificado e mais músculo. Para que isso seja possível, é necessário ter um plano de treino adequado (preferencialmente definido por um treinador) e também uma alimentação que vá ao encontro das necessidades e que assegure todos os nutrientes necessários;

3 – Treinar muito. Como já dissemos, o treino é fundamental, contudo, ter peso e medida é fundamental, pois o descanso é fundamental para a recuperação muscular e capacidade de ‘crescer’;

4 – Abusar nos pesos. O treino de força é aquele que mais trabalha os músculos, mas mais importante do que o peso usado é a técnica. Sabia que mais vale fazer mais repetições do que apostar tudo no peso máximo?;

5 – Não dormir o suficiente. O descanso é fundamental para os músculos recuperarem devidamente e parte desse descanso depende do sono.

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

10 estratégias para perder gordura nas pernas

Published

on

By

Tonificar as pernas é uma das tarefas mais difíceis do mundo fitness

Sejamos honestos, os dias de treino de pernas são um dos piores. Além de ser um dos mais dolorosos, é aquele em que para ver os resultados é preciso esperar semanas ou meses. As coxas são uma das regiões do corpo onde a gordura se aloja mais facilmente, mas mais dificilmente sai. A combinação de exercício físico com uma alimentação saudável e equilibrada é o caminho a seguir, mas é preciso fazer mais.

O site Eat This, Not That! mostra que perder gordura nas pernas é uma tarefa árdua, mas não impossível. Quer provas? Confira dez estratégias que ajudam a perder gordura na região:

1 – Beber café antes do treino, um hábito que não só dá mais energia para a prática de exercício como favorece ainda a capacidade do metabolismo queimar gordura;

2 – Trabalhar as pernas fazendo alguns exercícios de tonificação, colocando o peso do corpo apenas na parte da frente do pé;

3 – Agachamentos… sempre;

4 – Correr… mas subindo. Aumentar a inclinação é uma forma de aliar o exercício cardiovascular (corrida) à tonificação dos músculos das pernas.

5 – Aderir à prensa, procurando ajuda de um instrutor para saber qual o peso mais indicado a colocar;

6 – Fazer vários tipos de lunges, sejam estáticos, em andamento, com ou sem peso;

7 – Dizer ‘adeus’ ao sofá e aproveitar as noites para caminhar depois do jantar;

8 – Aumentar o consumo de cálcio, mineral que não só favorece os ossos, como melhora a formação de músculo;

9 – Apostar nos cítricos, alimentos ricos em vitamina C que travam os marcadores inflamatórios e, por isso, melhoram a presença de gordura acumulada;

10 – Quando o tempo para treinar é pouco, comece a praticar sprints.

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Nicole Bahls revela seus segredos para ter um ‘bumbum na nuca’

Published

on

By

Ostentando um corpo malhado, Nicole Bahls diz que não pega leve na academia. A assistente de palco do Ferdinando Show revela que pegou pesado para emagrecer 6 kg antes da atração e manter o corpo em forma. Para ostentar seu “bumbum na nuca”, Nicole compartilha alguns de seus segredinhos:

“Faço dieta equilibrada e academia. Muito agachamento. Uso quatro apoios e faço quatro repetições de 20, com 20 kg em cada perna. Mas é um pouco da minha genética também que ajuda”, conta Nicole à revista ‘Quem’.

Comments

comments

Clique para Ler

Advertisement

Facebook


Mais Acessados