Connect with us

Academia

8 Dicas para eliminar Celulite

Published

on

As covinhas que dão à pele de certas partes do corpo a aparência de casca de laranja são comuns a praticamente todas as mulheres e também a muitos homens. Na verdade, sabe-se que cerca de 90% das mulheres têm celulite.

Um problema que deveria ser comum por causa da sua grande incidência, mas que não é superado pela maior parte das pessoas que sofrem com a sua presença.

Para estas pessoas, eliminar celulite é uma questão de estética e de autoestima e, por isso, listamos a seguir oito dicas já testadas e que vão ajudar você a eliminar esta irregularidade da pele que tanto incomoda.

A celulite é o problema estético que mais incomoda 

A celulite é, sem dúvida, um problema que pode mexer com a autoconfiança de muitas pessoas, mas que pode ser tratada e melhorada. Em uma pesquisa feita com leitores da revista americana Fitness, a celulite foi classificada como a questão de beleza que mais incomoda. Em seguida, ficaram a acne, os cabelos crespos e as rugas.

De acordo com um estudo encomendado pela empresa de cosméticos Nivea, 57% das mulheres afirmaram usar roupas sobre seus trajes de banho para camuflar a celulite. Enquanto não há cura simples e definitiva para este mal, saiba que há práticas que podem ajudar a eliminar celulite e dar mais liberdade para homens e mulheres mostrarem seus corpos sem constrangimento.

Como a celulite aparece

A celulite é um tipo de preenchimento de gordura que ocorre entre a pele e as fibras musculares, diz a dermatologista Molly A. Wanner, de Boston. A gordura é mole, e quando se acumula debaixo da pele, onde há a ligação de muitas fibras musculares, ela vai sendo espremida e acaba “saltando” e dando a aparência de que há caroços debaixo da pele.

A dermatologista Neil Sadick, que desenvolve pesquisas em Manhattan, recentemente revisou a ciência por trás de alguns tratamentos populares para celulite e disse que “Não há cura, mas há ações que definitivamente podem ajudar a eliminar celulite, ou pelo menos amenizar a sua aparência”.

Quando as células de gordura são empurradas para cima contra a nossa pele pelo tecido fibroso que liga a pele ao músculo, deixam a pele esburacada. Para acabar com esta aparência, é preciso diminuir o volume da gordura localizada nestas áreas específicas.

Os dermatologistas acreditam que a má circulação, que é essencialmente genética, é um dos fatores que podem agravar o acúmulo de gordura. “Quando o fluxo de sangue diminui, o colágeno se separa, permitindo que a gordura suba até a superfície da pele, criando o efeito casca de laranja”, diz Howard Murad, membro do conselho consultivo da revista Fitness e autor do livro The Cellulite Solution.

Por que mulheres têm mais tendência a celulite?

Todo mundo tem fios de tecido conjuntivo que conectam os músculos à pele. Estas fibras separam as células de gordura que ficam sob a pele em compartimentos. Nas mulheres, estas fibras formam um padrão em forma de favo de mel, de modo que qualquer aumento de gordura tende a inflar os compartimentos como enchimento em um colchão.

Você vê menos celulite em homens porque suas fibras correm horizontalmente, formando um padrão cruzado que impede ondulações. Os homens também têm pele mais espessa do que as mulheres, o que ajuda a esconder a celulite.

Embora a celulite possa aparecer em qualquer momento da vida, é verdade que ela parece surgir do nada e piorar com o avanço da idade. Isso ocorre porque nossos tecidos mudam ao longo dos anos.

Os fios de tecido conjuntivo engrossam com a idade, e nossa pele fica mais fina, tornando a celulite mais visível. E pior, nós ganhamos gordura com a idade. A mulher perde, em média, dois quilos de músculo que são substituídos por cerca 7 quilos de gordura a cada década da sua vida adulta, explica o treinador Wayne Westcott, “Como a gordura é excepcionalmente suave, não mantém a nossa pele esticada como o músculo faz. Ela também ocupa mais espaço, por isso salta para fora”, explica ele.

Vamos conferir a partir de agora as 8 melhores dicas para eliminar celulite que você não pode deixar de praticar em seu dia a dia:

1. Hidrate bem o seu corpo

Para reduzir a aparência de covinhas da pele é preciso manter-se hidratado. Quanto mais água se toma, melhor ficam a textura e a elasticidade da pele.

Tomar bastante água ajuda a eliminar gorduras e toxinas que tendem a se acumular debaixo da pele. Especialistas recomendam beber mais de 3 litros de água por dia para reduzir a celulite rapidamente.

Você pode obter melhores resultados ainda se espremer de dois a três limões na água. Tome o primeiro meio litro de água com limão logo depois de ter acordado e continue tomando o restante ao longo do dia.

Este tratamento irá manter o corpo hidratado e reduzirá o inchaço acumulado e, depois de apenas alguns, você vai começar a ver a sua celulite reduzindo drasticamente.

2. Aumente o fluxo sanguíneo nas partes do corpo onde há celulite através de massagem

Além de fazer exercícios específicos para vascularizar a área com celulite, há um truque que funciona ainda melhor para eliminar celulite completamente: a massagem com esponja vegetal.

Massageie com a esponja todas as áreas do corpo onde haja celulite diariamente, por dez minutos no início. Depois, à medida que começar a ver resultados, diminua a frequência das massagens para três vezes por semana.

Aplique óleo de coco na pele para facilitar a massagem e o faça em movimentos circulares sempre com uma esponja nova, mais firme.

3. Faça bandagens com pó de café

As bandagens feitas com o pó de café aumentam o efeito da massagem com esponja vegetal e agem renovando as células da pele, tornando-a mais firme e suave e ativando a circulação. Faça a bandagem duas vezes por semana sempre sobre as áreas em que você quer eliminar celulite.

Para preparar, pegue meio copo de pó de café fresco (pode ser o mesmo que você usa para fazer seu café) e misture-o com duas colheres de sopa de azeite extra virgem. Misture bem até obter uma pasta homogênea e aplique a mistura sobre a área desejada da pele em movimentos circulares.

Em seguida, coloque um filme plástico sobre a mistura de borra de café e mantenha a bandagem por dez minutos. Lave a área em seguida e note a incrível sensação de pele mais lisa e hidratada.

4. Faça uma dieta à base de legumes e proteínas

A dieta para eliminar celulite se baseia no consumo de vegetais frescos, frutas e proteínas. Estes alimentos ajudam a se livrar da celulite acumulada principalmente nas coxas, bumbum e pernas.

No caso das frutas, que contêm açúcar, não consuma mais de 150 gramas diariamente. Já no caso dos vegetais, tente consumi-los frescos, e fique tranquila para ingerir até mais de 400 gramas de por dia.

Na verdade, para eliminar celulite rapidamente do seu corpo, mais da metade do que você consome deve ser legumes frescos.

Veja que você deve comer no máximo 1500 calorias por dia. Certifique-se que quase metade destas calorias seja proveniente de fontes de proteína saudáveis como frango, peru, salmão, ovos brancos, leite desnatado ou queijo light, pois esta é uma ótima maneira de eliminar celulite mais rápido.

O restante das calorias você complementa com poucas frutas e muitos legumes e vegetais distribuídos ao longo das refeições.

5. Perca o peso extra do seu corpo

Quanto mais gordura total no corpo, maior a tendência de acúmulo e irregularidade sob a pele. Perder peso extra pode reduzir a aparência da celulite, especialmente em mulheres. “Se você tem menos gordura você vai, potencialmente, ter menos celulite”, afirma a dermatologista Molly A. Wanner.

A perda de peso, no entanto, não é a abordagem certa para todos, e não deve ser a solução para as pessoas que já estão em um peso saudável. Neste caso, emagrecer demais pode causar sobra de pele, fazendo com que a celulite fique ainda mais perceptível.

6. Cremes podem ajudar

Estudos de laboratório têm mostrado que a cafeína e o retinol são dois ingredientes em cremes que podem reduzir a celulite.

Em tubos de ensaio, ambos diminuíram as células de gordura quando em contato com as mesmas. Embora ainda sejam necessários novos testes para provar que estes tratamentos realmente funcionam quando aplicado à pele, é provável obter melhoria através destas substâncias, mesmo que sejam temporárias e menores.

Um estudo financiado pela fabricante de cosméticos Johnson & Johnson testou um creme anticelulite com ingredientes ativos, incluindo cafeína e retinol. Os pesquisadores descobriram que o creme reduziu ligeiramente mais a aparência irregular da pele do estômago, coxas e braços do que um gel placebo, quando ambos foram usados duas vezes por dia durante 12 semanas.

Acredita-se que o Retinol ajuda a aumentar a quantidade de colágeno na pele, tornando-a mais espessa e elástica, o que torna a celulite menos perceptível.

Em um estudo pequeno, um creme com 0,03% de retinol melhorou a aparência da celulite quando utilizado durante, pelo menos, seis meses. O estudo verificou que houve aumento médio de dois milímetros na espessura da pele nas pernas das pessoas tratadas em comparação com a pele sobre as perna não tratadas.

7. Derreta a gordura com exercícios

A celulite é causada pelo efeito do acúmulo de gordura, e a melhor forma para se livra da gordura é fazer com que o organismo a elimine. Exercícios intensos como corrida, ciclismo, caminhada em terreno elevado e exercícios aeróbicos são os que desempenham o papel de derreter a gordura.

Mesmo que possa levar vários meses para diminuir a porcentagem global de gordura corporal e notar diferença na aparência da pele, o resultado tende a ser definitivo. Os exercícios tonificam os músculos e reparam os tecidos fibrosos que conectam os músculos com a pele.

Os exercícios anticelulite são especiais e diferentes dos exercícios regulares e podem ser mais fáceis de serem feitos porque só demandam de 15 a 20 minutos três ou quatro vezes por semana. A melhor parte é que eles podem ser feitos em casa.

8. Um plano de 5 exercícios específicos para eliminar celulite

De acordo com o treinador Wayne Westcott, “com o plano certo de exercício, você pode eliminar celulite e ter a parte inferior do corpo mais suave e mais firme”. Ele é quem propõe este programa de oito semanas onde 70% das mulheres que experimentaram relataram eliminar celulite.

O truque, segundo ele, é trabalhar todos os músculos da parte de baixo do corpo em todos os ângulos, reduzindo as reservas de gordura subjacentes e restaurando o tecido muscular perdido.

Como fazer: Todos os exercícios devem ser feitos em conjuntos de 10 a 15 repetições três dias por semana. Antes de começar, aqueça cuidadosamente com caminhada, bicicleta ou ginástica leve. Em todas as sequências levante e abaixe lentamente, contando 2 segundos para levantar e 4 segundos para baixar.

Exercício 1: Lado a lado

sidelunge

Músculos trabalhados: quadríceps, abdutores, adutores, isquiotibiais e glúteos.

Equipamento e dicas: Você pode utilizar halteres ou fazer este exercício de forma básica, sem qualquer peso. Basta manter as mãos nos quadris. Para torná-lo mais difícil, segure os halteres acima dos ombros durante a realização do exercício.

  1. Fique de pé, com as pernas abertas na mesma largura dos ombros, com a ponta dos pés apontadas para fora e as costas retas. Segure um halter em cada mão e descanse-os na altura dos quadris;
  2. Dê um passo bem largo para a esquerda e dobre o joelho esquerdo até a coxa ficar paralela ao chão, mantendo a perna direita estendida. Não permita que seu joelho esquerdo se projete além dos pés, nem que o bumbum desça abaixo de seu joelho. Retorne à posição inicial e repita o movimento para o lado direito, sem descanso.

Exercício 2: Kickback de pernas (4 apoios)

kickback

Músculos trabalhados: Glúteos.

Equipamento e dicas: Pesos de tornozelo. Ao fazer este exercício, não curve ou arqueie as costas.

  1. Coloque pesos de tornozelo, fique de quatro e abaixe as costas apoiando o seu peso em seus antebraços. Mantenha as costas retas e a cabeça alinhada com as costas com os olhos voltados para baixo;
  2. Mantenha as costas retas e as pernas flexionadas. Lentamente, chute com a perna direita para trás levantando o seu pé direito em direção ao teto até a coxa estar paralela ao chão. Seu pé deve permanecer flexionado durante todo o exercício;
  3. Mantenha a posição por um segundo, em seguida, retornar à posição inicial e, em seguida, repita com a perna esquerda.

Exercício 3: Elevação de perna deitado

elevacao

Músculos trabalhados: Internos das coxas.

Equipamento e dicas: Pesos de tornozelo. Enquanto estiver fazendo este exercício, mantenha a parte superior do corpo parada e resista ao impulso de balançar para trás e para frente ao levantar e abaixar.

  1. Coloque os pesos e deite sobre o seu lado esquerdo, descansando a cabeça sobre o braço e coloque a mão direita no chão, na frente de seu peito para apoio. Dobre o joelho da perna de cima, colocando o pé na frente do seu outro joelho. A perna de baixo deve ficar totalmente estendida;
  2. Levante lentamente a perna que estava no chão tão alto quanto for possível. Mantenha a posição por um segundo, e baixe lentamente. Fazer um conjunto de repetições e depois repita sobre o lado direito.

Exercício 4: Agachamento e elevação lateral 

agachamento-elevacao

Músculos trabalhados: Glúteos, isquiotibiais, quadríceps, flexores do quadril, e abdutores.

Equipamento e dicas: Pesos de tornozelo e halteres se desejado. Vista os pesos e fique com as pernas abertas na largura dos ombros, com as mãos nos quadris, os cotovelos para os lados, e os dedos dos pés apontando para fora. Lembre-se de manter a cabeça reta e os olhos virados para frente.

  1. Dobre os joelhos lentamente agachando para trás, movendo os quadris como se fosse sentar-se. Mantenha as costas retas, e não permita que seus joelhos se projetem sobre seus pés. Pare quando as coxas estiverem paralelas ao chão;
  2. Faça uma pausa e estique as pernas, levantando a perna esquerda para o lado. Pause de novo, retorne à posição inicial e repita, levantando a perna direita para o lado desta vez. Alterne as pernas durante o exercício.

Exercício 5: Afundo alternado com apoio

lungecadeira

Músculos trabalhados: Glúteos, quadríceps e isquiotibiais.

Equipamento e dicas: Uma cadeira resistente e halteres se desejar. Afundos ou Lunges são exercícios mais avançados e requerem mais prática para se sentir confortável.

  1. Fique em pé cerca de 60 centímetros de costas para a cadeira. Dobre o joelho esquerdo e estenda a perna esquerda para trás colocando a parte superior do seu pé esquerdo no assento da cadeira. Mantenha as costas retas, a cabeça alinhada com a coluna, e os olhos virados para frente;
  2. Lentamente, dobre o joelho direito até que esteja paralelo ao chão. Não permita que seu joelho direito avance além do seu pé. Faça uma pausa, e suba de volta para a posição inicial. Faça um conjunto de exercícios com a perna direita, em seguida, mude e repita com a perna esquerda.

 

Comments

comments

Academia

4 erros na academia que estão impedindo seu braço de crescer

Published

on

By

Na academia, todo homem deseja desenvolver com eficiência as musculaturas dos braços, tanto o bíceps quanto o tríceps. Hoje vamos dar algumas dicas sobre o que você deve fazer — ou não — para melhorar os seus resultados.

1# TREINO EXCESSIVAMENTE VOLUMOSO

Combinar no mesmo treino peito + tríceps ou costas + bíceps com 4/5 exercícios para os músculos grandes (costas ou peito) e 3/4 para os pequenos (bíceps ou tríceps) não é uma boa ideia.

Exercitando-se dessa forma, você acaba por realizar mais movimentos para os músculos menores do que deveria. Isso porque eles são sinergistas dos músculos grandes, ou seja, ajudam no movimento.

Quando você está fazendo o exercício de peito, também estimula o tríceps, assim como no caso de bíceps e costas.

Isso pode gerar um desgaste maior do que sua capacidade de recuperação para esses pequenos músculos, o que pode até ocasionar em uma perda de massa muscular localizada. E não é isso o que você quer.

SOLUÇÃOReduzir o número de exercícios. Em vez de realizar 3 ou 4 movimentos isolados para os braços, faça 2 ou 3.

2# ESTÍMULO DIÁRIO DO MESMO MÚSCULO

Agora, se o seu planejamento for treinar costas + tríceps juntos e peito + bíceps, acabará por estimular as musculaturas todos os dias.

Isso vai fazer com que você interrompa o processo de recuperação e supercompensação da musculatura, que é um processo essencial para a hipertrofia.

Você estimulará as musculaturas todos os dias porque — como já falamos — quando você faz movimentos para o peitoral, como o supino, acaba por estimular o tríceps, e quando faz movimentos para as costas, como a remada, acaba por estimular o bíceps.

SOLUÇÃO: Mude a divisão de treino ou treine de forma menos frequente. Você pode alterar para o esquema de movimentos sinergistas (que estimulam as musculaturas que trabalham em conjunto tipo peito + tríceps) ou então passar a treinar até 3 vezes por semana.

3# INTENSIDADE BAIXA

Se você realiza os mesmos exercícios em todos os treinos e diz que leva a musculatura sempre à exaustão, atenção: pode ser que somente isso não seja suficiente.

Até um certo ponto é possível evoluir fazendo apenas séries diretas. Mas em determinados momentos é realmente necessário desafiar sua musculatura em um novo nível.

SOLUÇÃO: Adote técnicas de intensidade. É necessário chocar seu corpo com novas adaptações. Utilize técnicas como o drop-set, o rest-pause ou mesmo os bi-sets.

4# BAIXA COORDENAÇÃO MOTORA

É a famosa conexão músculo-mente. Ocorre muitas vezes de, ao realizar um exercício, a pessoa não conseguir sentir a musculatura-alvo sendo trabalhada, ou ainda, sentir mais outras musculaturas.

Isso acontece principalmente nos movimentos multi-articulares (como supino fechado para tríceps) e nos movimentos que necessitam de uma melhor estabilização (como tríceps testa).

SOLUÇÃO: Pegar a prática do movimento e realizar à pré-exaustão. A dica é fazer os exercícios de maneira mais controlada, procurando concentrar-se na musculatura. Outra possível solução é realizar exercícios isolados para aquele músculo antes de partir para os multi-articulares.

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Cinco passos definitivos para ter o bumbum perfeito

Published

on

By

Quem quer entrar em forma para a temporada de calor precisa começar a malhar já, mas tem de saber que não se fazem milagres em pouco tempo; solução então é seguir dicas eficazes

A chegada do verão acende o alerta para a maioria das pessoas que se descuidaram durante o ano e agora sonham ficar em forma para a temporada de calor, piscina, praia e mar.

E o bumbum, eleito a “preferência nacional” pelos homens, é uma das partes do corpo que mais preocupam as mulheres.

Quem deseja exibir as curvas nos próximos meses precisa começar logo a preparação física, mas tem de entender que não se fazem milagres em pouco tempo.

O coach Rubens Gomes enumera os 5 passos definitivos para o bumbum perfeito no verão, de acordo com Rubens Gomes. Ele é formado em Educação Física e Nutrição e mora nos Estados Unidos com a mulher dele, Dora Rodrigues, fitness model:

1) Mais peso, menos cardio

Toda mulher tem uma relação enorme com os exercícios aeróbios. Mas correr, nadar, pedalar, pular e dançar podem não ser a melhor opção para construir glúteos poderosos. Esses exercícios vão ajudar a queimar calorias e enxugar gordura, mas a prioridade deve ser o treinamento com pesos.

2) #AgachaQueCresce

O pai dos exercícios não tem fama à toa! Ângulos maiores de execução do agachamento geram uma tensão muscular nos glúteos que não pode ser superada por nenhum outro exercício. Mas calma, não precisa ser extremista e abolir caneleira e máquinas de glúteos. O ideal mesmo é conjugar esses auxiliares no reino, mas com prioridade para bons e profundos agachamentos.

3) Fortaleça seu Core

O Core é o centro do corpo, conjunto formado por músculos profundos do nosso tronco e quadril que são responsáveis pelo nosso equilíbrio e pela adequação postural do tronco em qualquer movimento. Sem o devido fortalecimento destas estruturas, os exercícios de potência como agachamentos, deadlifts, stiffs e leg press são comprometidos. A dica é nunca desprezar exercícios para o abdômen e lombar.

4) Vá com calma!

Apesar de você querer muito o famoso bumbum na nuca, não é da noite para o dia. E um dos fatores fundamentais no treinamento de sucesso é o descanso. Treinar os glúteos todos os dias pode ser um tiro no pé. Isso favorece uma super inflamação local e diminui o potencial de recuperação. O melhor é seguir um treino periodizado.

5) Dê passos!

As passadas são exercícios muito simples de serem executados e mesmo sem sobrecarga já apresentam uma ativação enorme de glúteos. Isso se dá pois a estabilidade gerada pelo afastamento das pernas possibilita que a perna da frente atinja níveis de angulação similares aos de um agachamento profundo, gerando alongamento e tensão na musculatura. Após dominar bem a técnica, sugerimos que utilize barras ou halteres para dificultar as passadas e, se tiver coragem, encaixe esse exercício ao fim de um intenso treino de quadríceps. Vai doer, mas vai ser sucesso!

A fitness model Dora Rodrigues, mulher de Rubens Gomes, revela um dos segredos dela para um bumbum de dar inveja: “Prefiro realizar meus cardios em escadarias. Subo de dois em dois degraus focalizando bem a força nos glúteos e desço desacansando. Realizo ele de duas a três vezes na semana e tenho como regra nunca fazer em jejum pois é mais desgastante e prezo pela minha segurança. Também nunca faço nos dias de treino de pernas porque minha prioridade é fazer treinos bem intensos. As escadas ajudaram muito o desenho e tônus do meu bumbum deixando ele mais durinho Espero que aproveitem”.

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

9 coisas chatas pra DEDÉU que a galera que embarcou na onda fitness faz

Published

on

By

Ao contrário de pessoas que mantêm uma rotina regular de atividades físicas e se preocupam não somente com o corpo, mas também com a saúde, a galera que embarcou na recente onda fitness parece ter uma única preocupação: se exibir (especialmente nas redes sociais).

E não é que elas não tenham o direito de compartilhar detalhes de suas rotinas com os amigos ou comemorar mudanças no corpo. É só que ouvir uma pessoa obcecada falar incansavelmente sobre o mesmo assunto é bastante chato – e mais ainda quando ela faz isso com ar de superioridade.

Conheça alguns exemplos de comportamentos desagradáveis comuns de pessoas que estão contaminadas pela febre fitness e veja se reconhece os hábitos entre seus amigos:

Coisas chatas que a galera fit faz

1. Elas publicam diariamente inúmeras fotos na academia, mostrando praticamente o passo a passo do treino.

2. Sempre possuem dicas de exercícios e ingredientes fitness para dar, mesmo quando você não pede opinião.

3. Teimam em exibir nas redes sociais fotos de seus pratos saudáveis que nem sempre parecem realmente apetitosos. Costumam listar os ingredientes da receita também (sem ninguém ter perguntado).

4. As redes sociais são as principais ferramentas dos chatos fitness. Frases motivacionais e hashtags relacionadas a esforços, dieta e força são frequentes e até exaustivas.

5. Mais preocupadas com o visual, vão para a academia com roupas espalhafatosas e exageram até no perfume, incomodando os outros frequentadores.

6. A galera fit também não vive sem postar fotos de antes e depois de seus corpos, mesmo quando a comparação não apresenta diferenças relevantes.

7. Publicam também na internet fotos na frente do espelho de casa ou da academia com legendas sugerindo que são invejadas pelos corpos “incríveis” que agora exibem.

8. Outra coisa chata que a galera fit faz é julgar a vida alheia, criticando a forma física dos outros e os hábitos alimentares.

9. Em festas, sempre se comportam de forma desagradável recusando bebidas e comidas que não fazem parte do seu roteiro fit e forçando na roda assuntos relacionados a treinos e atividades físicas. Muitas vezes, cometem a indelicadeza de levar sua própria marmita a jantares ou almoços, ofendendo os anfitriões.

Comments

comments

Clique para Ler

Advertisement

Facebook




Mais Acessados