Connect with us

Destaque

A memória muscular explicada

Published

on

Quase toda a gente sabe que quando se para de praticar musculação, passado algum tempo começa-se a perder força e massa muscular de forma gradual (atrofia muscular), basicamente perde-se uma parte dos ganhos obtidos com esforço no ginásio.

Mas também acontece muitas vezes que quando se recomeça os treinos, também se recupera em poucas semanas a massa muscular e a força que se perdeu, e muitas vezes também com uma diminuição da percentagem de gordura corporal.

O que facilita imenso a recuperação da forma física anterior. É como se os músculos se lembrassem do seu estado anterior. Este fenômeno tem o nome de “memória muscular”.

Durante muito tempo teorizou-se que este fenômeno ocorria principalmente devido a mecanismos do sistema nervoso. E embora os mecanismos do sistema nervoso possam explicar os ganhos de força, não explicam como é possível recuperar a massa muscular de forma tão rápida.

No entanto, as investigações mais recentes vieram fornecer novos dados que apontam para a resolução do mistério da memória muscular.

Os mecanismos da memória muscular

Ao contrário de outros tipos de células, as células musculares possuem mais do que um núcleo, podendo chegar a conter centenas de núcleos.

O motivo pelo qual os músculos precisam de um número elevado de núcleos, é porque os núcleos são basicamente os centros de controlo que comandam as células, e dado que as células musculares são muito maiores e também muito mais complexas do que outras células do corpo, a presença de apenas um ou dois núcleos é largamente insuficiente para controlar essa célula.

54

As “transformações” de Christian Bale” demonstram bem o fenômeno da memória muscular.

Por isso, quando a massa muscular aumenta de tamanho, também é necessário adicionar mais núcleos. Isto já foi comprovado numa série de estudos, nos quais o número de núcleos aumentou à medida que ocorria a hipertrofia da massa muscular.

Também já foi demonstrado que os utilizadores de esteroides anabolizantes e as pessoas com facilidade em desenvolver massa muscular possuem um maior número de núcleos nos músculos do que o normal.

Tal como acontece quando se trata do aumento da massa muscular, acreditava-se que acontecia o oposto quando se perde massa muscular – ou seja, que se perde alguns núcleos devido ao fato de já não serem necessários.

E esta teoria foi confirmada em estudos que mostraram que o número de núcleos diminui à medida que o músculo atrofia.

No entanto, estudos mais recentes em que foram usados diferentes modelos animais (desenervação, descarga, ablação sinérgica) mostraram que, ao contrário do que se acreditava anteriormente, à medida que o músculo atrofia ou diminui de tamanho devido à inatividade ou falta de exercício (até 3 meses), não existe perda de núcleos nos músculos.

Tal como pode ver na imagem, o tamanho do músculo diminuiu para metade (50%) tal como está representado nas linhas, mas o número de núcleos manteve-se igual (representados pelos pontos verdes).

114 (1)

O que significa isto? Basicamente significa que uma vez que o músculo reteve a mesma quantidade de núcleos depois de ter parado de treinar, irá ser mais fácil aumentar a massa muscular até ao seu tamanho anterior.

Portanto, esses núcleos das células musculares parecem agir como “células de memória”. Eles “recordam-se” da quantidade de massa muscular que você tinha antes de ter parado de treinar.

Porque é que se pensava que os núcleos musculares desapareciam à medida que se perdia massa muscular?

Os estudos mais recentes usaram uma técnica diferente para estudar esses núcleos.

Em estudos anteriores, os investigadores contaram núcleos que pertenciam ao tecido conjuntivo e outras células (células-satélite). Esses núcleos realmente desaparecem com a falta de treino / atividade muscular.

Por isso, os investigadores assumiram de forma errada que os núcleos musculares desaparecem à medida que a massa muscular atrofia, quando na realidade esses não eram realmente núcleos musculares. Os estudos mais recentes contabilizaram os verdadeiros núcleos dos músculos e não encontraram perdas (1,2,3).

Outras possíveis explicações

Um outro fator que pode ajudar a explicar o motivo pelo qual é mais fácil recuperar a força e massa muscular quando se recomeça a treinar do que quando se começa a treinar pela primeira vez, é porque os praticantes de musculação já conhecem os exercícios, têm uma ideia razoável da forma técnica correta para os realizar e portanto têm as bases para realizar treinos produtivos.

Isto embora a forma técnica nos exercícios também se deteriore quando se deixa de treinar, mas é sempre mais fácil reaprender a técnica dos exercícios do que aprender a realizá-los pela primeira vez.

Conclusão

O fenômeno da memória muscular pode ser explicado em grande parte pelo fato dos músculos manterem o mesmo número de núcleos musculares durante a perda de massa muscular ou falta de treino.

No entanto, estes resultados ainda têm que ser confirmados por estudos em seres humanos.

Existem ainda outros fatores, sobretudo neurológicos e também de experiência de treino, que podem explicar em parte o fenômeno da memória muscular.

Fonte:

Comments

comments

Destaque

Bolo de beterraba integral

Published

on

By

Como poucas pessoas têm liquidificador industrial (eu não tenho), não será possível bater de uma só vez essa massa, pois ficará pesada demais. Não fica muito bom bater só a beterraba e acrescentar depois a farinha e o açúcar, misturando apenas com as mãos. Se preferir coloque tudo na batedeira, após bater bem a beterraba com os ovos e o óleo no liquidificador e bata por uns 10 minutos. Se desejar, após a massa de beterraba estar bem batida (estará quase líquida), separe em duas partes e bata com metade da farinha e do açúcar de cada vez, depois misture tudo em uma tigela com o fermento. Pode ser servido com calda de chocolate, mas eu prefiro simples, pois se bem batida a massa, o bolo fica super fofo.

INGREDIENTES

  • 2 beterrabas grandes (cruas e com as cascas) picadas
  • 3 ovos inteiros
  • 1 xícara de açúcar mascavo e/ou demerara
  • 2 xícaras de farinha de trigo integral
  • 1 xícara de óleo (preferencialmente de abacate ou de coco)
  • 1 colher (sopa) de fermente em pó químico

MODO DE PREPARO

  1. Bata a beterraba com os ovos e o óleo no liquidificador até a massa ficar bem lisa e homogênea (pelo menos 5 minutos)
  2. Acrescente o açúcar e a farinha de trigo integral e bata por pelo menos mais 5 minutos
  3. Retire do liquidificador, acrescente o fermento e mexa devagar
  4. Coloque em uma forma média, untada e enfarinhada e leve ao forno preaquecido a 200ºC por cerca de 40 minutos

 

Summary
recipe image
Recipe Name
Bolo de beterraba fitness
Author Name
Published On
Preparation Time
Average Rating
51star1star1star1star1star Based on 1 Review(s)

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Scheila Carvalho com seus 44 anos exibe suas curvas e mostra que treina pesado

Published

on

By

Scheila Carvalho turbinou o bronzeado no domingo (18). Em foto publicada no Instagram, ela mostra as curvas enquanto toma sol à beira da piscina.

Aos 44 anos, a boa forma da ex-Morena do Tchan impressionou seus seguidores: “Que mulher é essa?”, brincou um fã, e vários outros elogiaram com “linda”, “maravilhosa” e “diva”.

A dançarina curte merecido descanso depois da maratona de compromissos no Carnaval 2018. A beldade marcou presença em blocos comandados pelo marido, Tony Salles, e pela ex-companheira de É o Tchan!, Carla Perez.

Sunday sun shining ??

Uma publicação compartilhada por Scheila Carvalho (@scheilacarvalhooficial) em

Comments

comments

Clique para Ler

Alimentação e Nutrição

Dieta simples com o que você tem em casa para emagrecer rápido e saudável

Published

on

By

Esta dieta para emagrecer em 15 dias permite uma rápida perda de peso, podendo-se reduzir cerca de 5 Kg em apenas duas semanas e sem muito sacrifício.

Porém, quanto maior for peso que se tem para perder maior deverá ser a velocidade de emagrecimento, por isso normalmente as primeiras semanas de dieta o emagrecimento é maior.

Cardápio completo para um emagrecimento rápido

A tabela a seguir traz um exemplo de 3 dias de cardápio da dieta para emagrecer.

Refeição Dia 1 Dia 2 Dia 3
Café da manhã 240 ml de leite desnatado + omelete feita com 1 ovo e tomate Vitamina de frutas sem açúcar + 1 col de sopa de chia Iogurte desnatado + 1 col de sopa de linhaça + 2 fatias de queijo assado com alface e tomate
Lanche da manhã 1 maçã + 3 castanhas 2 fatias de queijo e presunto + 1 taça de gelatina 1 pêra + 3 amendoins
Almoço/Jantar 150 g de filé de peixe + 2 col de sopa de grão de bico + salada cozida + 2 fatias de abacaxi 150 g de peito de frango + 2 col de sopa de feijão + salada crua refogada + 1 laranja Sopa de legumes com quinoa + 1 ovo cozido + 1 fatia de melão
Lanche da tarde 1 iogurte desnatado + 1 col de sopa de linhaça 2 fatias de melancia + 3 castanhas 1 xícara de chá sem açúcar + omelete de legumes

As dietas que prometem resultados rápidos devem ser feitas por um tempo limitado e qualquer dieta deve ser feita com supervisão do nutricionista, especialmente se a pessoa tiver alguma doença como diabetes e hipertensão.

2 Regras simples para esta dieta funcionar

  1. Alimentos permitidos: carnes magras, peixes, ovos, frutos do mar, leite e derivados desnatados, sementes, castanhas, legumes, verduras e frutas.
  2. Alimentos proibidos: açúcar, batatas, macarrão, pão, arroz, farinhas, maionese, manteiga, óleo, azeite, banana, uva, abacate e carnes processadas como linguiça, salsicha, bacon e presunto.
  3. Começar a dieta desintoxicando melhora os resultados, por isso veja uma receita excelente de sopa detox para completar esta dieta.
Esta dieta pode ser complementada com chás para emagrecer, como de limão e gengibre ou chá verde, que ajudam a reduzir o inchaço e a retenção de líquidos, diminuindo o apetite e acelerando o metabolismo.

Os remédios como sibutramina ou orlistat ajudar a emagrecer mais rápida são uma opção, especialmente quando a obesidade coloca em risco a saúde, mas só devem ser tomados com indicação do gastroenterologista ou do endocrinologista, caso contrário, quando o remédio acabar é muito possível que se engorde novamente.

Comments

comments

Clique para Ler
Advertisement

Facebook



Mais Acessados