Connect with us

Destaque

Abandonou a dieta? Bella Falconi e Gracyanne Barbosa falam como manter o foco

Published

on

A nutricionista afirma que não dá para se arrepender depois de um dia de “pé na jaca” e acredita que tomar chás, fazer exercícios e acrescentar exceções na dieta pode ser a melhor saída para nunca deixar a vida fitness de lado

Quem nunca deixou a dieta de lado para comer apenas um brigadeiro e nunca mais voltou para o projeto fitness que atire a primeira pedra. Se isso está acontecendo com você, o primeiro passo é não se culpar. Descobrimos que até a Gracyanne Barbosa já enfiou o pé na jaca e conversamos com a nutricionista Bella Falconi para te ajudar a sair dessa.

Para ela, além de ter consciência de que é preciso voltar para a dieta e a rotina de exercícios físicos após a “escorregada”, é preciso ter vontade de mudar sabendo que nada cairá do céu. “Quando a gente sabe quais sãos os leões que temos que matar, conseguimos enfrentá-los de forma mais tranquila. É saber que nada vem fácil. Tem dor, tem esforço e sair da zona de conforto não é a coisa mais fácil do mundo”, aconselha.

Preocupada com a saúde de seus seguidores, Bella não costuma compartilhar receitas milagrosas, mas acredita no poder dos chás para dar aquela “desintoxicada”. “Chás ajudam muito, já que são ricos em fitoquímicos, que são antioxidantes. Eles ajudam a diminuir o impacto negativo dos doces e dos alimentos não saudáveis”, diz ela.

No entanto, para quem acha que tomar chá já é o suficiente, a nutricionista alerta que o caminho é outro. “O ideal é tentar manter hábitos mais saudáveis, evitar ingerir alimentos com açúcar, frituras, carboidratos simples, alimentos processados e refinados, e tentar focar realmente em uma dieta mais rica em fibras para ajudar o intestino a funcionar melhor, beber bastante água e suar bastante (risos).”

A musa fitness Gracyanne, por exemplo, que no passado deu suas escorregadas, mas agora não se permite mais falhar com a dieta, conta que nunca acreditou nessas receitinhas que prometem emagrecimento sem atividade física.

“O que sempre aconselho, é comer de forma equilibrada, para não jogar fora o trabalho de um ano inteiro. Agora, se exagerou, acredito que voltar a alimentação correta e fazer exercícios aeróbicos ajudam se tiver paciência”, afirma.

Aos que não curtem musculação, a mulher de Belo recomenda aulas de dança, caminhada ou qualquer outro tipo de exercício que dê prazer. “O primeiro passo é querer, e o segundo é se encontrar em algum lugar, seja nos treinos, na dança, nas diversas aulas que as academias oferecem. Sempre falo para as pessoas buscarem o melhor, não apenas pelo físico, mas para terem mais saúde, vitalidade e disposição”, defende.

Saiba como criar força de vontade para não largar a dieta e a academia

Bella Falconi sabe que é difícil criar forças para permanecer na rotina recomendada pelos médicos. Para isso, ela tem uma estratégia, chamada de “80-20”, para não abandonar de vez a vida fitness e seguir com o objetivo. Segundo ela, 80 simboliza 80% dos hábitos saudáveis, e 20 representa as exceções, o 20% liberado para os escorregões e as famosas “jacadas”.

“No meu cardápio sempre há espaço para coisas fora da dieta, porque de forma geral eu sou uma pessoa saudável, ativa, e eu conheço meu corpo, tento viver de forma equilibrada, onde a exceção não vira regra e a regra não vira exceção”, conta.

A ideia, que ela recomenda aos seguidores, precisa ser adaptada de acordo com o objetivo de cada um e por isso é importante fazer acompanhamento com profissionais da área. Quem tem algum problema de saúde ou precisa alcançar um objetivo mais específico, porém,  precisará de força de vontade e uma dieta mais restritiva pelo menos por um tempo.

“No meu caso, agora, o objetivo é apenas manutenção, o que é bem mais fácil, mas eu já ralei e abdiquei de muitas coisas para chegar onde estou. É realmente questão de pesar uma prioridade, saber o que cabe na dieta”, afirma a nutricionista.

Outro aspecto que ajuda na hora de criar coragem para malhar, pelo incrível que pareça, são as roupas. “Faz toda a diferença! Eu acredito que um look legal me motiva, me faz querer ir à academia , me faz querer fazer algo a mais para me sentir ainda melhor. Quem não gosta de uma roupa nova?”, argumenta Bella.

Gracyanne, que passa muito tempo treinando, concorda plenamente com a especialista. “Busco sempre os looks que são mais confortáveis, gosto daquela mistura de estilo, conforto e praticidade na hora de vestir”, revela, acrescentando que não é impossível. Na alimentação basta fazer substituições, e o resultado virá aos poucos.

Mas o mais importante mesmo é não se arrepender, “porque lidar com arrependimento no outro dia é a pior coisa do mundo”, segundo Falconi. “Eu sempre brinco que se vale a pena engordar, vai com tudo, mas não vá se matar no outro dia de remorso e arrependimento e arque com as consequências.”

Depois de todas essas dicas, não tem nem como dizer que não dá para voltar a fazer dieta e ir à  academia. Se você caiu na tentação no passado, agora é hora de levantar a cabeça, deixar a balança de lado e seguir em frente!

Comments

comments

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Destaque

Belo posa fortão e internautas reconhecem influência de Gracyanne Barbosa no resultado

Published

on

By

Nesta quinta-feira (23), o Belo resolveu exibir sua silhueta musculosa, em post de TBT, no Instagram,  e teve uma chuva de internautas que elogiaram o cantor. Mas alguns deles não deixaram de reconhecer a importância da esposa Gracyanne Barbosa na mudança de hábito do artista e no resultado de seu corpo.

“O que uma mulher não faz na vida de um homem. Parabéns, Gracyanne”, comentou um seguidor. “Está show de bola. Também, com uma esposa igual à sua não tem como não mudar o corpo. Ela é tudo de bom. Amo esse casal”, escreveu outra. “Eita que Gracyanne botou moral no ‘Tudão'”, brincou mais uma.

Um internauta, porém, disse que falta muito para Belo conseguir ter o corpo musculoso como de Gracyanne. “Mais uns cinco anos de musculação, você vai chegar perto do corpo da sua mulher”, disparou.

Na legenda da foto, o artista usou algumas hashtags, como Team Belo e Team Gracyanne, e outra um tanto sugestiva: “passarinho não acompanha morcego”. Pelo visto, Belo está trabalhando duro para acompanhar o corpo fitness de sua esposa.

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Juju Salimeni rebate comentário em foto sem calcinha: “Eu to cagando pro seu respeito”

Published

on

By

Após publicar uma foto sem calcinha e dividir os internautas nas redes sociais, Juju Salimeni resolveu rebater um seguidor que a criticou. Na imagem, a modelo não está totalmente pelada, ela escolheu combinar o sutiã com uma bota cano alto.

“Depois vai na frente das câmeras e pede respeito, né”, escreveu um rapaz. “Eu to cagando pro seu respeito de outros embustes como você”, respondeu Juju.

Em momento com os fãs, Juju Salimeni revela peso e medidas do seu corpo

Juju Salimeni aproveitou a terça-feira (14) e usou as redes sociais para responder algumas curiosidades de seus seguidores. “Hoje estou de molho no salão e tenho tempo para responder perguntas”, disse ela, usando o Instagram Stories.

Após ser questionada sobre suas curvas, Juju contou que pesa 76 quilos e disparou: “Glúteos: 108 cm, Cintura: 69 cm, Coxas: 66 cm, Busto: 101 cm”.

A musa fitness explicou o motivo de nunca usar calça. “Não uso calça, mas se usasse seria 42, acho!”, e continuou: “Odeio qualquer coisa apertando minhas pernas, me dá uma coceira absurda também”, afirmou.

A loira também falou sobre silicone. “Troquei 330 ml por 570 ml no ano passado e não senti nenhuma diferença de peso. Mas tenho uma estrutura grande e tenho força”, concluiu.

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Após perder 25 kg, Fani Pacheco enfrenta haters: “Ditadura da magreza e da gordura”

Published

on

By

No final de 2017, Fani Pacheco estava pesando 85 kg e foi diagnosticada com síndrome metabólica, um conjunto de condições que aumentam o risco de doença cardíaca, acidente vascular cerebral e diabete, o que a obrigou a mudar completamente seu estilo de vida antes que desenvolvesse algumas dessas enfermidades.

Sem alternativa, a estudante de medicina voltou a fazer uma dieta regrada, juntamente com exercícios físicos, para perder bastante peso. De lá para cá, ela conseguiu eliminar 25 kg e hoje exibe uma silhueta mais sequinha de 60 kg. À Marie Claire, ela conta que também teve de enfrentar alguns haters que a acusaram de estar se aproveitando da situação para ganhar mais destaque na mídia.

“A grande maioria, creio que 90%, aceitou bem, mas tem sempre aqueles que não têm coerência e tive de enfrentar. Dizem que gostavam de mim quando eu era gordinha e que não se identificam mais porque emagreci. Me acusaram de ter engordado propositalmente! Disseram que eu era uma sex symbol, engordei para aparecer na mídia e, depois, emagreci para aparecer novamente. Teve gente que se sentiu enganada”, lembra.

Ela defende que continua sendo a mesma pessoa que lutava para que o público aceitasse sua silhueta mais curvilínea, porém teve de mudar drasticamente para não sofrer com doenças que ela tem pré-disposição genética.
“Hoje existe a ditadura da magreza e da gordura. Quando você engorda te criticam e quando emagrece também. Algumas vêm dizer ‘essas famosas são assim mesmo, ganham dinheiro, emagrecem, fazem procedimentos estéticos para rejuvenescer’. Mas não pode mais? Tem de ser sempre o naturalismo? Elas querem mandar na vida das pessoas. As pessoas têm uma ditadura velada entre elas”, afirma.

Fani acredita que o preconceito com as mulheres gordas ainda é muito grande mesmo depois de tanta campanha de valorização de todos os tipos físicos. Ela ainda destaca que já sentiu o mesmo tipo de repulsa das plus size com as magras.

“Estou achando que o preconceito se ampliou para outras áreas. Antes ele imperava em alguns quesitos e agora te julgam em tudo de forma superficial. Se faço um ensaio nu, por exemplo, não gostam mais de mim. Se eu desagrado meu público em algo, de nada valeu tudo o que fiz. Eles avaliam cada atitude. O preconceito está velado nas redes sociais. As pessoas só não expõem. Estão julgando e rotulando demais. São como juízes da internet”, pontua.


Espelho, espelho meu…

Ela, que ganhou o Brasil com seu jeito sexy na 7ª edição do Big Brother Brasil, em 1997, comenta que demorou para conseguir ficar de bem com o espelho por ter quilos a mais. A estudante diz que brincava com a situação, mas não era fácil: tentava emagrecer, fazia dietas, ficava desanimada até descobrir que tinha compulsão alimentar.

“Demorei um ano, a base de terapias, e aceitei quando comecei a comprar roupas para o meu tamanho e me senti bonita. Me via feia porque as roupas não serviam, me apertavam, mostravam meus excessos de gostosura. Meus peitos saíam do sutiã. Quando usei um 48 me sentia arrasando, bem vestida e confortável. Demorei um ano para entender tudo isso e me achei bonita.”

Hoje, depois de ter vivido nos dois polos do padrão de beleza, ela acredita que se exige muito menos, mas ainda tem seus momentos de críticas consigo mesma.

“Acho que a mulher, independente de padrões de beleza, sempre é cricri. Conheço muitas lindas e maravilhosas que sempre arrumam problema. Principalmente em nossas fases hormonais, TPM, com retenção de líquido, ficamos chatas, de mau humor, nos irritamos com uma espinha ou com a raiz do cabelo aparente. Homens também têm um dia que acordam e não se acham bonitos”, aponta.

Comments

comments

Clique para Ler

Advertisement

Facebook


Mais Acessados