Connect with us

Destaque

Alimentação correta auxilia na redução da celulite

Published

on

Substâncias antiinflamatórias presentes nos alimentos combatem os furinhos. Enquanto alguns alimentos ajudam a melhorar o aspecto da celulite, outros são um veneno para o organismo. Isso porque, durante o processo de digestão, eles liberam substâncias que sobrecarregam e inflamam as células do corpo.

Confira abaixo as dicas para diminuir a retenção de líquidos, perder alguns quilinhos e amenizar a celulite:

Dicas para diminuir a celulite

Procure comer diariamente leguminosas como feijões (vermelho, preto e carioca), lentilhas ou grão de bico, que são bons substitutos para o arroz, a batata e a massa e ajudam a manter os níveis de insulina equilibrados, evitando que as células fiquem inflamadas e virem celulite. As leguminosas são ricas em fibras que ajudam a regular o intestino.

Prefira vegetais como brócolis, couve flor, couve, couve de bruxelas, repolho, rúcula, folhas de mostarda e rabanete. Eles têm propriedades que estimulam a circulação sangüínea e linfática. Mas atenção, o ideal é que eles sejam cozidos no vapor por até três minutos, senão perdem o poder curativo.

Tempere seus pratos com canela, açafrão, cravo, noz moscada, louro, pimenta chilli ou vermelha, orégano, salsa, alecrim, hortelã, alho e limão. Diferentemente do sal, do açúcar e dos adoçantes, eles possuem ação antiinflamatória e antioxidante.

Beba no mínimo dois litros de água por dia, de preferência fora das refeições. Quando o corpo está desidratado, nosso metabolismo cai em cerca de 3%. Evite os refrigerantes, sucos de caixinha ou lata, mate, mesmo nas versões dietéticas, já que contêm aditivos químicos, que sobrecarregam nosso organismo gerando mais inflamação.

No lugar das bebidas industrializadas, aumente o consumo de suco de lima da pérsia, melão e melancia, assim como de chá de cavalinha (uma xícara por dia) e chá verde (duas xícaras por dia) para melhorar a circulação linfática e reduzir o acúmulo de líquidos no corpo.

Frutas vermelhas como cereja, amora, uva preta, açaí, framboesa e morango contém protoantocianidina, uma substância que ajuda a fortalecer os vasos sangüíneos e linfáticos. Consuma proteínas magras de boa qualidade. O salmão é um aliado pois é rico em DMAE, substância que melhora o tônus muscular.

As gorduras “do bem” também ajudam a desinflamar o organismo. Elas estão presentes no óleo e na farinha de linhaça, no azeite extra virgem, nas amêndoas, castanhas, abacate, azeitona e gergelim. Além disso, as gorduras boas fortalecem as membranas celulares (impedindo que elas fiquem no formato irregular que leva à celulite) e estimulam a produção de colágeno, essencial para manter a pele firme.

Risque do cardápio os doces, macarrão e pães feitos com farinha branca, frituras, queijos amarelos, embutidos e produtos industrializados com gordura hidrogenada ou trans e adoçantes artificiais ou xarope de milho.

Fonte: www.clicrbs.com.br / http://news.slnutrition.com

Comments

comments

1 Comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Destaque

Antes e depois: Graci Lacerda posta imagem de 20 anos atrás

Published

on

By

Para quem ainda não sabe, eu comecei a malhar com 16 anos e apenas com três anos comecei a ver os resultados

Graciele Lacerda é adepta inveterada e confessa da malhação. A jornalista, namorada de Zezé di Camargo, sempre posta fotos nas redes sociais, indo e vindo da academia. Nesta terça-feira (28), ela postou uma foto de quando tinha 16 anos, época em qua começou a malhar. “Para quem ainda não sabe, eu comecei a malhar com 16 anos e apenas com três anos comecei a ver os resultados”´, contou a jornalista.

De tanto gosto que tomou pela academia, a jornalista chegou a ingressar na faculdade de Educação Física e chegou a dar aulas por seis anos. “Até os meus 30 anos eu malhava para comer, meu metabolismo era ótimo, acelerado, e isso me ajudava muito. Mas com 31 anos comecei a sentir o peso da idade, já não conseguia obter resultado malhando e comendo de tudo”, continuou Graci, que procurou a ajuda de uma nutricionista para conseguir reverter o problema.

“Claro que sempre dou uma fugida na dieta porque amo comer e tenho vida social. Não sou neurótica na alimentação, mas sou viciada em academia e isso já me ajuda bastante. Apesar de sempre ter malhado, hoje com 36 anos, consigo manter o meu corpo do jeito que quero, mais sequinha e mais definido”, revelou a jornalista.

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Após secar Anitta, Mayra Cardi revela que Kardashians a procuraram

Published

on

By

Anitta integra a lista de celebridades ajudadas por Mayra Cardi a emagrecer

Conhecida após participação do BBB em 2009, a ‘musa fitness’ Mayra Cardi é a convidada do ‘Luciana By Night’ desta terça-feira (8). Life coaching de diversos famosos, a bela explica que precisou passar por uma dificuldade para aderir ao modo de vida saudável. “Tive hipertireoidismo quando era mais nova e ia depender de remédios para o coração e de iodoterapia. Logo, me recusei e me dispus a estudar para entender melhor sobre a boa alimentação”, comenta.

Os benefícios da mudança de vida também refletiram no tratamento de câncer de seu pai, conta ela, que substituiu a alimentação comum pela orgânica. “Na época o médico nos disse que ele tinha apenas três meses de vida e conseguimos fazer com que ele vivesse por mais três anos, apenas trocando os alimentos”, defende.

Anitta integra a lista de celebridades ajudadas por Mayra Cardi a emagrecer. Recentemente a cantora eliminou cerca de 10 quilos, e a especialista detalha como fez o acompanhamento da carioca. “Fiquei full time com ela para entender a rotina de vida que ela tem e é muito massacrante. Então eu entendi não só o que acontecia, mas o ambiente como um todo, e precisava resolver rápido”, comenta a bela, que morou com Anitta por 40 dias.

Atualmente vivendo na Califórnia (EUA), ela encabeça o programa “Seca Você” há mais de três anos, ajudando pessoas a emagrecerem “de dentro para fora” por um valor que varia entre R$ 1.500 e R$ 120.000, dependendo do tipo de serviço contratado. Após ajudar Anitta, Mayra conta para Gimenez que outros famosos a procuraram, revelando: “As[irmãs] Kardashian acabaram de vir atrás de mim”.

Frituras, açúcar e bebidas alcoólicas são alguns exemplos do que ela cortou 100% em sua alimentação. Além disso, ela aconselha quem está brigando com a balança: “As pessoas quando querem emagrecer fazem dieta de segunda a sexta-feira e comem errado aos finais de semana. Isso não vai te emagrecer, isso vai apenas manter o seu peso”.

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Erros comuns quando se quer ter mais massa muscular

Published

on

By

Treinar é fundamental, mas é necessário ter peso e medida

Ter mais músculo não é apenas sinônimo de mais força, é também uma espécie de escudo protetor para a saúde em geral, beneficiando a saúde óssea, cardiovascular e ainda o sistema imunológico, que fica mais reforçado e capaz de combater a gordura indesejada.

O treino de força e a alimentação adequada – com uma especial atenção para a proteína – são dois dos aspectos que mais importância têm na hora de construir mais músculo de forma saudável, contudo, para que o aumento do músculo aconteça da forma mais correta é ainda importante apostar num processo gradual e também nos comportamentos mais certeiros.

Como explica o site Deporte y Vida do jornal espanhol As, existem alguns erros comuns na hora de ‘lutar’ por um aumento da massa muscular, erros esses que não só comprometem o sucesso, como podem mesmo colocar a saúde em risco. Veja quais são:

1 – Comer tudo e mais alguma coisa. Tem quem pense que o simples fato de treinar com regularidade permite comer tudo, mas não é bem assim, especialmente quando isso inclui mesmo tudo, até os alimentos menos saudáveis. Embora o corpo precise de combustível (proteína, carboidratos complexos e gordura saudável), é preciso ter atenção ao tipo de alimento,para que não se aumente a gordura e em vez da massa muscular.

2 – Não ter um objetivo definido. Treinar por treinar e comer por comer nunca dá bom resultado, especialmente quando o objetivo é ter um corpo mais tonificado e mais músculo. Para que isso seja possível, é necessário ter um plano de treino adequado (preferencialmente definido por um treinador) e também uma alimentação que vá ao encontro das necessidades e que assegure todos os nutrientes necessários;

3 – Treinar muito. Como já dissemos, o treino é fundamental, contudo, ter peso e medida é fundamental, pois o descanso é fundamental para a recuperação muscular e capacidade de ‘crescer’;

4 – Abusar nos pesos. O treino de força é aquele que mais trabalha os músculos, mas mais importante do que o peso usado é a técnica. Sabia que mais vale fazer mais repetições do que apostar tudo no peso máximo?;

5 – Não dormir o suficiente. O descanso é fundamental para os músculos recuperarem devidamente e parte desse descanso depende do sono.

Comments

comments

Clique para Ler

Advertisement

Facebook




Mais Acessados