Connect with us

Destaque

Como emagrecer o braço: surpreenda-se com o resultado desses exercícios sem peso

Published

on

Essa é uma verdade universalmente reconhecida: todas nós queremos belos braços tonificados. Mas, na verdade, o que fazemos para isso? Isso é outra história. Às vezes você só não vai para a academia por medo de deixar algum peso cair de tão cansada ou acabar machucando algum músculo crucial. Saiba que você pode fazer um ótimo treino de braço em casa sem tocar em um único objeto pesado.

Cada movimento deve ser feito por um minuto completo, você pode começar praticando como uma série (assim, em três minutos você terá terminado!). E depois, conforme você ganhar força, pode repeti-los como quiser.

Como tonificar os braços, sem pesos:

Exercício # 1: Flexões de parede
Claro, flexões não são a coisa mais fácil do mundo de se fazer. Mas flexões de braço na parede permitem que você ajuste o nível de dificuldade, tornando-as mais fáceis do que as “normais” para ir dificultando aos poucos.

Fique de pé diante de uma parede, com o seu rosto a aproximadamente 15 centímetros de distância. Coloque as mãos na largura dos ombros, dê um passo para trás, para que possa ficar com os dois pés no chão. Se o exercício está difícil de realizar, dê um passo de volta à parede, e vá se afastando até encontrar o local onde você pode confortavelmente fazê-las.

Exercício # 2: Mergulho de chão
Você pode fazer o ‘mergulho’ em uma cadeira, mas as pessoas costumam levantar muito alto, tornando o treino mais de impulso pélvico do que de braço. No chão, é mais fácil perceber esse esforço.

Sente-se no chão com os joelhos dobrados e os pés e os dedos virados para a frente, como se estivesse prestes a fazer uma caminhada de caranguejo. Contraia seu abdômen, seus glúteos e levante a pélvis para cima até que seu corpo esteja em uma posição de mesa inversa. Abaixe o corpo, dobrando os braços, ativando seu tríceps sem alcançar o bumbum no chão. Repita os mergulhos durante um minuto. Se você é iniciante ou não tem necessariamente controle, não há problema em tocar o chão, mas levemente o empurre para cima.

Exercício # 3: Meio círculo de braço
Todo trabalho de rotação de braço é surpreendentemente bom para construção da força superior do corpo, mas o movimento repetitivo faz com que seja fácil entrar na zona de conforto, abandonando círculos de qualidade. Rotações de meio-círculo são mais dinâmicas e funcionam profundamente igual. Fique com os pés na largura do quadril e mantenha os braços paralelos ao chão.

Com as palmas das mãos voltadas para a frente, feche ambas as mãos como se estivesse segurando uma bola de tênis em cada uma. Gire todo o seu braço para a frente em um semi-círculo para frente e para trás. Mantenha os cotovelos esticados para maximizar o envolvimento muscular e pense no movimento com intensidade, como um tapa para a frente e um tapa de volta.

Comments

comments

1 Comment

1 Comment

  1. Eu

    28 de julho de 2016 at 10:44

    Tirando a flexão, não entendi como se faz nenhum ????

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Destaque

Bailarina diz que dança pode ajudar o Brasil a ganhar auto-confiança para vencer na Copa do mundo 2018

Published

on

By

Nanny Azevedo sugere a dança como uma solução pra que os jogadores da seleção ganhem auto-confiança para uma melhor atuação em camp nos jogos da Copa do Mundo 2018 na Russia.
O Brasil estreou na Copa do Mundo 2018 um tanto quanto nervoso, apreensivo. Não vimos a seleção jogar bonito, o tal do “futebol arte” em campo no jogo contra a Suíça, e sim uma sucessão de tropeços. Nossos jogadores estavam descompassados, desalinhados, um passo atrás.
Que a seleção está sofrendo pressão de todos os lados, isso é fato. Mas o que poderia ajudar os jogadores a ganharem auto-confiança e entrarem seguros e relaxados em campo? A resposta pode ser algo inusitado: a dança.

Foto: MF Press Global

A bailarina do quadro Ding Dong do Domingão do Faustão, Nanny Azevedo, propôs em tom de brincadeira, mas com certa propriedade, uma solução para uma atuação com mais presença, atitude e confiança da seleção brasileira em campo, comparando nossos jogadores com a seleção de Rúgbi da Nova Zelândia: dançar.
A ‘haka’, dança tribal maori que virou símbolo dos All Blacks, a equipe de rúgbi neozelandesa, é tradicional realizada há mais de 100 anos no começo de suas partidas, que virou uma marca registrada, alegadamente alivia a tensão e dá aos jogadores energia e confiança para vencer as partidas. Pode funcionar pra Neymar e cia? Tomara.
De acordo com o historiador Jock Phillips, da Universidade de Wellington, a Nova Zelândia sempre teve uma certa insegurança sobre seu lugar no mundo, e essa dança deu a eles auto-confiança para conquistar seu lugar. Para Nanny, ainda que em tom de brincadeira, essa estratégia, quem sabe, pode funcionar para o Brasil tímido e inseguro que vimos em campo no domingo passado: “O time de rúgbi da Nova Zelândia é famoso por usar a dança para atrair boas energias, relaxar e trazer gana, vontade para a partida. Quem sabe o Brasil não precisa disso. Eles estavam muito tensos. Vai uma dança para dar uma relaxada antes do jogo”.
Parece que quem dança seus males espanta. Fica a sugestão pra levantar a moral da seleção brasileira.

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Kelly Key mostra resultados de cirurgias e comemora: “Muita diferença”

Published

on

By

Quinze dias após passar pelos procedimentos estéticos, a cantora finalmente exibiu o corpo em um vídeo postado no YouTube

Kelly Key deixou os fãs de queixo caído ao postar um vídeo em seu canal no YouTube nesta quarta-feira (20/6). A cantora, que fez rinoplastia, lipo nas costas e implantou nova prótese nos seios, mostrou os resultados das cirurgias plásticas e comemorou.

“Agora vocês estão me vendo com 15 dias de cirurgia”, explicou a artista de 35 anos. “O segundo, terceiro e quarto dias são os piores. Parece que você não vai ficar bem nunca”, emendou.

Kelly não se conteve ao mostrar a rinoplastia, procedimento que a agradou por completo. “Muita diferença. Maravilhoso, trabalho lindo. As pessoas diziam que eu não tinha o que fazer, mas eu tinha um osso largo. Está mais ao meu gosto”, disse ela.

Logo depois, a esposa de Mico Freitas exibiu os seios novos, toda orgulhosa. “Esse colo que não tenho há muito tempo. É uma coisa linda. Estava precisando. O principal objetivo da cirurgia era colocar o meu seio no lugar. Por isso que me submeti ao procedimento. Tá incrível, do jeito que eu esperava”, afirmou Kelly Key.

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Antes e depois: Graci Lacerda posta imagem de 20 anos atrás

Published

on

By

Para quem ainda não sabe, eu comecei a malhar com 16 anos e apenas com três anos comecei a ver os resultados

Graciele Lacerda é adepta inveterada e confessa da malhação. A jornalista, namorada de Zezé di Camargo, sempre posta fotos nas redes sociais, indo e vindo da academia. Nesta terça-feira (28), ela postou uma foto de quando tinha 16 anos, época em qua começou a malhar. “Para quem ainda não sabe, eu comecei a malhar com 16 anos e apenas com três anos comecei a ver os resultados”´, contou a jornalista.

De tanto gosto que tomou pela academia, a jornalista chegou a ingressar na faculdade de Educação Física e chegou a dar aulas por seis anos. “Até os meus 30 anos eu malhava para comer, meu metabolismo era ótimo, acelerado, e isso me ajudava muito. Mas com 31 anos comecei a sentir o peso da idade, já não conseguia obter resultado malhando e comendo de tudo”, continuou Graci, que procurou a ajuda de uma nutricionista para conseguir reverter o problema.

“Claro que sempre dou uma fugida na dieta porque amo comer e tenho vida social. Não sou neurótica na alimentação, mas sou viciada em academia e isso já me ajuda bastante. Apesar de sempre ter malhado, hoje com 36 anos, consigo manter o meu corpo do jeito que quero, mais sequinha e mais definido”, revelou a jornalista.

Comments

comments

Clique para Ler

Advertisement

Facebook


Mais Acessados