Connect with us

Destaque

Como evitar o efeito sanfona depois que a dieta acaba

Published

on

E ainda tem cardápio para você manter o peso conquistado

Toda vez que termina uma dieta, você comemora o resultado e promete nunca mais voltar ao peso antigo. Mas, aos poucos, vai abrindo exceções – come um brigadeiro aqui, um hambúrguer com fritas ali – e, quando percebe, está procurando um novo programa de emagrecimentoTudo Começa com a Comida– uma revisão do best-seller Whole30 – 30 Dias para Mudar – reserva um capítulo inteiro com estratégias para você não cair no efeito ioiô depois de finalizar os 30 dias do programa americano (ou qualquer outra dieta restritiva). A versão em português (R$ 44,90) acaba de ser lançada no Brasil pela Editora Sextante e promete ajudá-la a estabelecer de vez as pazes com a balança.

Sem restrições

A happy hour da sexta com as amigas e o almoço de domingo em família podem (e devem) ser mantidos! Você apenas tem que se policiar para não usar a comida como recompensa ou punição. Então fique atenta aos sentimentos (tristeza, frustração?) que estão por trás da vontade súbita de devorar chocolate ou salgadinho. Quando está ansiosa ou estressada, a relações-públicas Júlia Lopes, 27 anos, de São Paulo, procura se manter longe especialmente dos “alimentos sem freio” – outra recomendação da nutricionista Melissa Hartwig e do médico funcional Dallas Hartwig, os autores da Whole30.

E tem funcionado: “Fiz a dieta e, durante o processo de emagrecimento, aprendi a selecionar as opções que combinam com meu corpo. E, desde então, elas compõem a base do meu cardápio. As escapadas acontecem, mas não são mais rotineiras nem tão impactantes”, conta Júlia.

Quais são os tais “alimentos sem freio”? Os industrializados que têm os sabores doce, gorduroso e salgado acentuados artificialmente para impactar o centro do prazer bem mais que qualquer comida existente na natureza. Por isso é impossível petiscar um só. Combine-os aos momentos de stress e você vai viver numa briga eterna com a balança. A vontade de empanturrar-se com o pacote inteiro também tem a ver com o baixo poder de saciedade desses produtos.

“Os alimentos industrializados são pobres em nutrientes. Eles demoram para convencer o cérebro de que você consumiu uma quantidade suficiente de calorias”, explica Melissa em entrevista exclusiva a BOA FORMA. É claro que uma vez ou outra você está liberada para comer um biscoito recheado, mas evite que isso vire um hábito. Na maior parte do tempo, sua despensa e sua geladeira devem estar abastecidas de opções saudáveis. E, na medida do possível, prepare sua própria refeição – fundamental para quem quer uma alimentação menos industrializada e menos inflamatória. Dá trabalho, mas pense em quanto vai ser libertador você assumir o controle da comida (e da balança!) – e não mais o contrário.

30 dias para mudar

Se você nunca ouviu falar da Whole30 (sucesso entre os adeptos de crossfit) ou só agora se interessou pelo programa de 30 dias para mudar, ele funciona assim: durante um mês, você deixa de comer todos os alimentos considerados potencialmente alergênicos, como lácteos (leite, queijo, iogurte), açúcar, doces, farinhas, grãos? e leguminosas (amendoim, grão-de-bico, feijão), cereais? (arroz, aveia), bebida alcoólica e industrializados – que também impactariam negativamente a performance e o sistema imunológico. O cardápio passa a ser composto basicamente de proteína animal, gorduras boas, carboidratos vindos apenas das verduras e raízes, além de algumas frutas.

“O objetivo é investigar tudo o que inflama suas células e, consequentemente, prejudica sua energia e sua saúde”, explica a nutricionista Patricia Davidson Haiat, do Rio de Janeiro. As restrições são temporárias – depois de 30 dias, você volta a reintroduzir os proibidos gradativamente para que possa perceber a resposta do seu corpo. E não se surpreenda se uma opção considerada saudável for a responsável por aquela dor de cabeça que costuma surgir do nada, pelas crises de rinite ou pelo peso insistente.

A partir disso, dá até para montar um cardápio personalizado – só com aquilo que faz bem para você. Se quiser, comece com as refeições abaixo. Elas foram montadas pela nutricionista Jéssica Nóboa, também do Rio de Janeiro, apenas com os alimentos liberados no programa Whole30.

Cardápio

Na revisão da Whole30, a batata-inglesa ganhou status de boa fonte de energia para os dias em que você treina. Mas procure variar ao máximo as refeições. Aqui, as opções resultam? em cerca de 1 200 calorias por dia, mas, se quiser, coma um pouco mais – o que importa, segundo os criadores do método, são as boas escolhas dos alimentos.

Café da manhã

Opção 1

  • 2 ovos “fritos” em frigideira untada com 1 col. (chá) de óleo de coco
  • 3 rodelas de batata-inglesa (ou batata-doce) cozida

Opção 2

  • 1 bowl de frutas vermelhas (morango, mirtilo) com canela, chia e coco em lascas

Opção 3

  • 2 fatias de presunto de Parma (sem aditivos) + 1 pedaço de batata-doce com azeite

Lanche da manhã

Opção 1

  • Fruta (5 morangos ou 10 mirtilos) + castanhas (5 castanhas de caju ou 8 amêndoas ou 6 macadâmias)

Opção 2

  • 2 pedaços médios de coco

Opção 3

  • 1 potinho de frango desfiado com tomate em cubinhos

Almoço

Opção 1

  • 1 filé de frango grelhado + espaguete de abobrinha com molho pesto

Opção 2

  • Salada de couve-flor e brócolis cozidos no vapor com 1 fio de azeite e pouco sal
  • 1 filé de carne bovina grelhado

Opção 3

  • Salada de folhas (alface, rúcula, agrião), tomate, cebola roxa e alho-poró com?1 fio de azeite, limão e pouco sal
  • 1 filé de peixe assado

Lanche da tarde

Opção 1

  • Fruta (1 kiwi picado com manteiga de coco ou óleo de coco)

Opção 2

  • 1/2 xíc. (chá) de guacamole (abacate amassado, tomate em cubos e temperos a gosto) + tiras de aipo (ou pepino)

Opção 3

  • 1 maçã assada polvilhada com canela

Jantar

Opção 1

  • bolinhos de salmão com molho tártaro
  • Aspargos e palmito grelhados com azeite e ervas (alecrim, tomilho)

Opção 2

  • 1 prato (sobremesa) de berinjela assada com azeite e pimenta
  • 1 filé de frango com molho pesto

Opção 3

  • 3 almôndegas
  • 3 col. (sopa) de purê de cenoura com manjericão

Comments

comments

Destaque

Nilton Bala , PT das estrelas, ensina treino intenso para equilibrar os excessos de fim de ano

Published

on

By

O personal trainer das estrelas Nilton Bala ensina um treino intenso para queimar calorias e equilibrar os excessos nas ceias de fim de ano

Manter uma rotina de exercícios nem sempre é fácil. Compromissos pessoais e profissionais, acabam por reduzir, em muito, o tempo disponível para os treinos. 

Nesta época, de festas de fim de ano, ainda há o agravante das comidas muito calóricas e açucaradas, que são uma tentação e caem como uma bomba em qualquer dieta.

Para que você possa desfrutar do prazer das ceias e festas de fim de ano, o personal trainer das estrelas Nilton Bala, traz um treino intenso, para equilibrar os excessos de fim de ano.

Procure um espaço agradável para fazer o seu exercício físico. Um ginásio é uma boa hipótese para voltar aos seus treinos. Realize este workout de nível avançado e volte á sua forma de forma progressiva e eficaz.

Não esqueça os parâmetros essenciais para manter a sua boa forma

• Alimentação saudável;

• Hidratação;

• Treino correto;

• Sono regular e descanso.

A realização do treino processa-se da seguinte forma:

– Execução de quatro exercícios que incidem na musculatura total do seu corpo.

– O conjunto de exercícios deve ser realizado entre duas a quatro passagens.

– Entre cada um dos exercícios o descanso deve ser o menor possível (cerca de 15 a 20 segundos).

  • A depender do nível do aluno ou executante, o ideal é realizar entre 12 a 28 repetições, ou a duração mínima de 30 segundos.

Proposta de Treino

Swing com Kettlebell

Execução:

Antebraços em contacto com a parte interna das coxas. Flexão e extensão do quadril para mover a Kettlebell até posições mais altas, regressando de forma controlada, á posição inicial.

Flexão de Braços (Bosu)

Execução:

Mãos posicionadas por baixo dos ombros. Ombros, quadril e pés alinhados. Encontrar ponto de equilíbrio, contraindo musculatura do core. Flexão e extensão alternada dos braços sobre a plataforma instável.

Saltos Pliométricos para a Caixa (Box)

Execução:

Fique em pé e mantenha os pés afastados e alinhados com os ombros atrás de um caixa (box). Agache-se e simultaneamente balance os braços para trás, a fim de gerar velocidade e força.  Impulsione os braços para frente e salte sobre a caixa. Volte ao chão suavemente, com os pés afastados e alinhados com os quadris. Fique em pé sobre o caixa. Então, desça cuidadosamente da caixa até regressar, á posição inicial.

Ondas simultâneas nas Cordas Marinhas (Anacondas)

Execução:  

Realizar ondas verticais simultâneas. Posicionar o quadril para trás e avançar o quadril quando elevar (puxar) os braços. Voltar a posicionar o quadril para trás e ligeiramente para baixo quando voltar à posição inicial.

Fotos de: MF Press Global 
Por: Hebert Neri

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

“De marido a bom governo de Bolsonaro”: Veja o que musas pediram para o bom velhinho nesse Natal

Published

on

By

O mês de dezembro é marcado, inclusive para as crianças, pela passagem do Papai Noel em suas casas, que geralmente acatam o seu pedido e lhe dão um presente que sempre desejou – isso se você foi um boa pessoa o ano todo. Seguindo a lenda depois de adultas, musas também comentam que adoram a época natalina, e que para voltar a sentir a magia do Natal, elas revelam o que pediriam para o bom velhinho se ainda tivessem mais uma chance, relembrando ensaios com o tema natalino que já fizeram.

Foto: Marcos Mello / Divulgação

A modelo Dani Sperle surpreendeu falando de casamento. “Que o Brasil, principalmente o Rio de Janeiro, saia dessa crise e roubalheira e que eu me case em 2019”.

Foto: Emanuelle Jeane / Divulgação

Nathy Kihara, a Musa de Ipanema 2018, apostou na paz pelo país em um próximo ano de novo governo. “Peço ao bom velhinho muita paz e união no nosso país tão dividido, e que a partir de 2019 o Brasil de fato se torne um país sério, para o povo ter paz e tranquilidade para poder trabalhar e conquistar cada vez mais uma qualidade de vida melhor, com saúde e trabalho. O resto a gente corre atrás depois”.

Foto: Patrick Brito / Divulgação

Jessica Lopes, Peladona de Congonhas, comenta: “Para esse Natal, eu quero muitas coisas boas na vida de todo mundo, não desejo mal para ninguém!”

Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação

Fabiana Britto, recordista de vendas para a Playboy Portugal diz: “Quero uma próxima capa que ultrapasse meu último recorde com a Playboy”.

Foto: Splash News / Divulgação

Quem não poderia deixar de passar o seu recado para o Natal são as vencedoras do Miss Bumbum. A Carine Felizardo, Miss Bumbum 2012 escreveria uma carta clássica, como: “Querido Papai Noel, eu quero muita saúde e prosperidade para o próximo ano que está chegando”, falou.

Erika Canela, Miss Bumbum 2016, destacou que quer uma Natal sem preconceitos. “O pessoal brigou muito esse ano por causa de política. Dessa vez, desejo trégua e paz em todas as famílias”, conta a musa, que já realizou uma tatuagem com o rosto do presidente Donald Trump nas costas.

Foto: Splash News / Divulgação

Rosie Oliveira, Miss Bumbum 2017, pediria ao Papai Noel mais amor aos animais. “Depois do fato do cãozinho ser morto no supermercado por um segurança, eu realmente peço mais amor e humanidade uns com os outros e pelos animais”.

Já a Suzy Cortez, Miss Bumbum 2015, faria uma carta especial. “Querido Papai Noel, eu queria muito que neste Natal e todos os natais não faltasse comida aos que tem fome, que a violência fosse esquecida da cabeça dos homens e só houvesse paz. Que as doenças tivessem cura e a dor amenizada, que o natal fosse só paz, amor e Deus! E se não for pedir muito, gostaria de uma BMW novinha em 2019. A minha é 2018 (risos). É brincadeira, Noel.”

Foto: Wanessa Truglio / Divulgação

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Ex-participante de reality português critica final de A Fazenda só com homens “Machismo”

Published

on

By

Nessa edição de A Fazenda 10: Mais Conectada, o público foi surpreendido com diversas polêmicas e reviravoltas, incluindo expulsões de participantes queridos e muitas brigas dentro da roça. Mas um ponto que vem chamando a atenção, além das polêmicas, foi a força do time masculino contra as mulheres, e o fato de permanecer na casa somente homens até a final do programa, é o que conta Rebeca Pereira, 28 anos, ex-participante do reality português Love On Top. “As mulheres ainda são conhecidas como escandalosas, que não sabem investir dinheiro, temos que mudar esse pensamento com o público”, destacou.

Além disso, Rebeca comentou que as expulsões de mulheres contra homens só reforçaram o machismo na televisão. “Tudo tem que ser analisado com cuidado nesses casos, e com a expulsão delas, só contribuiu para mostrar ao país que a mulher é a “estourada”, a errada da história”, falou a musa, fazendo referências a saída de Nadja Pessoa e Catia Paganote.

Fotos: Davi Lazaro | CO Assessoria

Comments

comments

Clique para Ler

Advertisement

Facebook




Mais Acessados