Connect with us

Academia

Como Perder Barriga em Casa – 22 Dicas

Published

on

Se o orçamento apertou, ou você não é o maior fã de academias de ginástica, ou o tempo está curto para se locomover para malhar e mesmo assim você quer perder aquela barriguinha extra que insiste em crescer, compilamos algumas dicas de como perder barriga em casa na lista que segue abaixo, dividindo-a em dois grupos: hábitos alimentares e exercícios físicos.

Dicas de como perder barriga em casa mudando os hábitos alimentares 

Não tem muito jeito, quando se quer perder barriga, a primeira coisa a se fazer é mudar os seus hábitos alimentares. Pode ser difícil no começo, mas já no primeiro mês, você vai poder ver a diferença, e de bônus ainda aumentar a sua disposição e saúde.

1. Contagem de calorias

É sempre bom saber quantas calorias você pode consumir no dia e quantas você está realmente ingerindo, pois caso você esteja ingerindo muito mais do que consome, perder a barriga vai ser muito complicado.

Você pode procurar dicas aqui mesmo em nosso site que te ajudem a ter uma ideia de quantas calorias deve perder, baseado na sua altura e gênero, ou procurar um nutricionista, que certamente vai te ajudar a fazer um cardápio balanceado. Mas caso você não tenha tempo ou dinheiro para um nutricionista, leia com atenção as dicas que vão vir a seguir de como perder barriga em casa.

2. Trocar o tipo de carboidrato contido no cardápio

Para realizarmos as nossas atividades físicas diárias, precisamos de energia, e ela provém dos carboidratos. Porém, farinha branca, açúcar refinado e o arroz branco possuem um tipo de carboidrato que é metabolizado mais rápido pelo corpo, por isso aproveitamos muito pouco sua energia e acabamos ficando com fome mais rápido. E como eles contêm muitas calorias, acabamos reservando boa parte das nossas calorias diárias em alimentos que não são ricos nutritivamente e cuja energia não é muito bem aproveitada. Por isso, acabamos ganhando peso, porque o corpo não tem o que fazer com essa reserva alimentar.

No entanto, nós precisamos de energia para sobreviver, então o ideal é consumir carboidratos que são metabolizados mais lentamente, ou seja, que geram energia para o nosso corpo de forma mais equilibrada. Entre estes carboidratos, estão os grãos integrais, como o arroz integral e o pão integral. Mas atente-se sempre para as letras pequenas das embalagens, muitas vezes o alimento se diz integral, mas ele é parcialmente integral, tendo a farinha branca como um dos ingredientes.

3. Cortar o sal refinado e a comida gordurosa

Comida de boteco é irresistível e parece ser o melhor amigo da cerveja no happy hour com os amigos; a batata frita, o frango a passarinho, a porção de pastel… Porém, eles não são os seus melhores amigos se você está realmente querendo perder barriga.

 

O colesterol, contido em frituras como as citadas anteriormente, são praticamente não aproveitados pelo corpo, pois o nosso organismo já produz a gordura que precisamos. Elas não só podem causar doenças no fígado, a longo prazo, mas elas podem começar a acumular cada vez mais a gordura que você está querendo perder. Então, este é o passo mais importante: diminuir as frituras nas refeições.

Então, opte por carnes magras e grelhadas ou cozidas. E esta dica, aliada com as outras, certamente fará uma grande diferença.

O sal, grande amigo do sabor nos alimentos, também, deve ser ingerido em menor quantidade, e se possível, trocar o sal refinado pelo sal do himalaia (sal rosa), pois a alta concentração de sódio no nosso corpo faz o processo metabólico ser muito menos eficiente.

4. Colocar mais vegetais e frutas no cardápio

Os vegetais e as frutas são alimentos ricos em vitaminas e fibras e, se consumidos com pouco sal e gordura, eles podem ter níveis calóricos bem menores quando comparado a outros alimentos. É difícil generalizar todos, pois cada um possui propriedades específicas, mas por exemplo, algo muito conhecido nos dias de hoje é o suco detox.

Há variações de receitas do suco detox, mas normalmente ele vai conter couve, limão, maçã e gengibre. Essa combinação, por exemplo, pode fornecer bastante energia para quem procura como perder barriga em casa, e as propriedades de seus ingredientes podem ajudar a limpar a gordura extra e radicais livres do corpo.

5. Beber muita água

Talvez este seja o item que mais aparece em todos os textos de saúde. A água ajuda a limpar o nosso organismo, ela ainda hidrata e faz o nosso corpo trabalhar com mais vigor, além de não ter caloria nenhuma. A quantidade perfeita não existe, há estudos que podem dizer 3L, outros de 10 copos. Não é necessário seguir à risca, mas tente pelo menos substituir refrigerantes, sucos e chás industrializados pela água. Isto já vai fazer uma grande diferença.

6. Não pular o café da manhã

O seu corpo vai trabalhar muito mais eficientemente caso ele seja alimentado logo no começo do dia, pois ele precisa de energia para as atividades que vão ser feitas ao longo do dia e a reserva desta energia já acontece no café da manhã.

Os alimentos a serem consumidos também são de vital importância. Opte por pães integrais ou cereais integrais (que vão dar o carboidrato de digestão lenta); iogurte, leite desnatados, ovo cozido ou mexido (que vão dar a proteína para alimentar os músculos); um suco detox (que vem cheio de vitaminas e propriedades para ajudar na retirada da gordura do sangue); ou outras frutas de sua preferência, sempre tentando respeitar a quantidade de calorias que você deve ingerir pela manhã.

7. Parar ou diminuir o cigarro e a bebida alcóolica

Para aqueles que possuem um desses vícios, talvez esta seja a dica mais complicada de seguir, e também a que mais deve ser sugerida a eles por qualquer pessoa que não fume ou beba. Tanto o cigarro quanto a bebida alcóolica, quando ingeridos constante e excessivamente, podem causar danos no nosso corpo que serão muito difíceis de reverter. O organismo vai funcionar com menos eficiência e vai ser muito mais difícil de perder o peso e o vício. Se aliado à vida sedentária, fica cada vez mais complicado de se perder a barriga.

8. Não se alimentar muito à noite

A não ser que você trabalhe à noite e precise da energia dos alimentos para sobreviver, o ideal é não se alimentar muito perto do horário de dormir. O jantar deve ser mais leve que o almoço, principalmente, com menos carboidratos.

Normalmente, as atividades físicas estão mais concentradas durante o dia, então é neste período que você precisará da energia dos alimentos. Quando fizer exercício físico, muito pesado, é sempre bom comer um pouco mais antes e depois deles.

9. Evitar comer fora de casa, principalmente fast food

Quando comemos fora de casa, é muito difícil saber como as comidas são preparadas e a qualidades dos produtos que são utilizados em determinado restaurante. Por exemplo, de quanto em quanto tempo eles trocam o óleo da fritura (que já é bom evitar de qualquer jeito), a quantidade de ingredientes artificiais utilizados, quanto açúcar e sal refinado são utilizados na preparação, etc.

Se você já é familiarizado com o dono e confia na qualidade da comida, não teria problema. Mas é bom ressaltar que o ideal é evitar ao máximo fast food, pois fica muito mais difícil perder peso se a comida que você está ingerindo não possui qualidade nutritiva, e ainda atrapalha todo o processo de digestão e metabolismo.

10. Utilizar suplementos

Caso a dieta esteja muito difícil de fazer, há suplementos que você pode tomar que te ajudam a perder peso, pois queimam gorduras e aumentam o metabolismo, como é o caso de alguns suplementos termogênicos. Outros suplementos que também podem auxiliar na aceleração do metabolismo são os que contêm vitamina B, CLA, zinco e selênio.

Dicas de como perder barriga em casa com exercícios

Existem exercícios físicos que são possíveis realizar em casa, sem precisar gastar dinheiro algum. Abaixo vamos listar alguns deles e, depois, algumas dicas de incentivo para ficar mais difícil de desistir.

Comece fazendo os exercícios que conseguir em uma quantidade baixa para o seu corpo entender os movimentos, e depois, aos poucos, comece aumentar a quantidade das séries e adicione pesos que proporcionarão mais dificuldade.

11. Agachamento

tf1_7a

Fique de pé, com as pernas abertas e os braços esticados e abertos; depois, abaixe o seu quadril, como se você fosse sentar numa cadeira imaginária. Vá abaixando aos poucos até que a sua coxa fique paralela ao chão, mas tome muito cuidado para o joelho não passar da linha dos seus pés. E sempre mantenha a postura reta e olhe para frente. 

12. Flexão de braço

tf1_7b-768x511

Comece com as mãos no chão na altura dos ombros e, inicialmente, os braços flexionados e perto do corpo. As pernas ficam sempre esticadas em linha reta. Aos poucos, levante o braço até ele ficar completamente esticado e depois volte para a posição inicial. Se for muito difícil fazer, coloque os joelhos como apoio no chão. 

13. Prancha frontal

tf1_7c

Este exercício parece fácil para quem olha a foto, mas pode ser bem cansativo. Ele se parece com a posição da flexão, o que muda é que o antebraço e o cotovelo ficam apoiados no chão, alinhados com o ombro. Como o corpo precisa ficar reto, a contração do abdômen é necessária. Tente segurar esta posição por mais tempo que conseguir, este não é um exercícios de repetição, é de estabilidade e força, principalmente do abdômen.

14. Bicicleta no chão

tf1_7d

As costas devem ficar encostadas no chão o tempo todo. O que se mexe são as pernas, fazendo o movimento semelhante ao de se pedalar no ar, sendo muito importante intercalar os movimentos da perna: enquanto uma perna flexiona, a outra fica bem esticada e vice-versa.

15. Chutes Tesoura

tf1_7e

Deite-se reto com o corpo todo tocando o chão; coloque as mãos embaixo do bumbum; levante o pescoço e olhe para frente; aos poucos, levante as pernas até que elas fiquem com um ângulo de 90º em relação ao chão, depois, devagar, leve as pernas de volta ao chão, sempre esticadas.

16. Abdominal tradicional

tf1_7f

Deite com as costas no chão e flexione os joelhos. Os pés ficam sempre apoiados no chão. Coloque as mãos atrás do pescoço, ou cruzadas no peito, e, aos poucos, levante o corpo com o queixo em direção dos joelhos. Não é preciso subir o tronco totalmente. Como o nome diz, use a força do abdômen, não a do pescoço. 

17. Abdominal cruzado

tf1_7g

Deite se com as costas no chão e dobre somente um joelho, por exemplo o esquerdo e coloque somente a mão esquerda atrás da nuca, o outro braço fica esticado no chão. Então, coloque o pé direito no joelho esquerdo e leve o cotovelo esquerdo na direção do joelho direito. Depois inverta o processo. 

18. Abdominal V

tf1_7h

Primeiro deite-se no chão com o corpo reto. Depois, levante o tronco, olhando para frente e, ao mesmo tempo, levante as pernas, formando um V com o seu corpo. Somente o bumbum fica no chão, as mão, ficam retas, na linha do joelho. Quanto mais tempo você conseguir ficar nesta posição, melhor, pois este é um exercício de estabilidade e força. E não esqueça, a força inteira está no abdômen.

Este exercício também pode ser feito por repetição, então, ao invés de segurar a mesma posição durante muito tempo, comece com o corpo reto deitado no chão e depois, ao mesmo tempo, levante a perna e o tronco (olhando para frente) num ângulo de mais ou menos 45º e, depois, retorne a posição inicial.

19. Elevação lateral das pernas

tf1_7j

Encoste o lado esquerdo do seu corpo no chão, apoie a mão esquerda na cabeça e o cotovelo no chão. A mão direita pode ficar na frente do corpo. Aos poucos tire as pernas juntas do chão, o máximo que conseguir. Repita o mesmo movimento do outro lado. Sempre tente deixar os pés apontando para frente.

20. Ponte

tf1_7l-768x512

Deite de costas no chão com os braços ao lado do corpo. Então dobre os joelhos, deixando o pé plantado no chão. Aos poucos, eleve as suas costas, como se alguém tivesse puxando o seu umbigo para cima. O pescoço não sai do chão. Fique alguns segundos nesta posição, depois retorne e volte a repetir.

21. Prancha lateral com torção

tf1_7m

Primeiro deite de bruços e, depois, apoie o antebraço e o cotovelo no chão. Torça a sua perna para um lado do seu corpo e coloque um pé atrás do outro. Depois eleve o seu quadril para cima, olhando para o chão. Segure a posição o máximo que conseguir e depois repita do outro lado. Esta pode ser uma série de repetição ou você pode segurar a mesma posição durante muito tempo para treinar sua resistência e estabilidade física.

22. Dicas de incentivo de como perder barriga em casa

  • Conforme for passando o tempo, o ideal é variar os exercícios (ordem e quantidade) e colocar mais dificuldade neles, como por exemplo comprar um peso, caneleira ou algo semelhante. Desta forma, os músculos não vão ficar “mal acostumados”, entrando num ritmo confortável. O ideal para se perder peso é criar um certo estresse que faz o músculo trabalhar mais, e assim precisar de mais energia;
  • Desligar o celular e as notificações do computador para maior concentração;
  • Fazer alguns exercícios no intervalo de atividades diárias na casa, como enquanto espera a roupa lavar. Ou também aproveitar o conforto do lar e assistir a televisão, um pedaço de um filme ou um episódio de alguma série para incentivar mais ainda a prática de exercícios em casa;
  • Ouvir músicas que te incentivam (num volume adequado para não incomodar os vizinhos) e achar uma companhia para não deixar você desistir tão fácil;
  • Descansar bem e dormir, pelo menos, 7 horas por dia.

Conclusão

O ideal para aprender como perder barriga em casa é fazer um pouco de cada coisa da lista, se é muito difícil fazer um, compense em outro. É praticamente impossível achar uma solução milagrosa de como perder barriga em casa que não necessite de muito tempo e esforço. A sua perda de peso será proporcional ao tempo e o esforço que você colocar nisso. Cabe a você decidir quais são as dicas mais fáceis e as mais difíceis de encaixar na sua rotina.

Comments

comments

Academia

Top 5: Dicas para emagrecer e definir

Published

on

By

Todos sabemos que o desejo de emagrecer ou definir, é algo muito frequente. Porém nem todos sabem como fazer isto corretamente. Muitos podem obter resultados satisfatórios a um espaço curto de tempo, mas com um pequeno deslise todo trabalho vai por água a baixo. Neste artigo você irá entender como fazer tudo de maneira correta, até porque selecionamos: as 5 melhores dicas para emagrecer e definir de vez!

DICA 1 – COMECE A DIETA DA MANEIRA CERTA

Vamos entender o básico. Supomos você tenha 90 quilogramas e tem um gasto calórico total diário de 3000 calorias ao dia. Como você deve começar a sua dieta para perca de peso ou definição? Vamos adotar este pequeno exemplo, levando em conta que não existe regra clara na literatura disto. O valor o qual citei é para o gasto calórico mais atividades diárias que você pode aprender acessando este artigo.

Exemplo:  A roberta segunda sua TMB precisa de 2500 calorias para manter as funções vitais dela. Logo iremos começar a sua dieta por este número e, não por uma redução mais drástica!


DICA 2 – CORTE AS CALORIAS AOS POUCOS

Continuando na historia da Roberta. Ela notou que após 14 dias o seu peso não caiu mais. Portanto como Roberta é uma moça inteligente, apenas reduziu 150 calorias da sua dieta. E só diminuiu as calorias novamente quando não obteve mais progresso.

Observação: Reduza as calorias sempre dentro de uma espaço de tempo de 2 ou 3 semanas, e também sempre se pese em jejum (ao acordar sem se alimentar).


DICA 3 – COMECE HOJE MESMO O HIIT

O método de treinamento intervalado, ou popularmente conhecido como hiit. Consiste em tiros de curta duração, que acelerarão seu coração e promovem uma maior queima de gordura, em comparação aos aeróbicos convencionais. Aprenda o hiit acessando este link.

Dica bônus: Acrescente o hiit, quando não estiver obtendo mais progresso na dieta. Ou seja, não diminua as calorias e sim faça este treinamento. Ele irá promover um balanço negativo calórico para você.


DICA 4 – UTILIZE CAFEÍNA COMO TERMOGÊNICO

Está sem dúvida será uma das melhores dicas para você. Utilize a cafeína antes do seu treino, seja ele aeróbico ou anaeróbico. Ela será utilizada como termogênico, sendo assim acelerara seu corpo para que queime mais calorias, consecutivamente queime mais gordura. Você ira encontrar o artigo completo onde detalho tudo sobre isto.


Dica 5 – Não coma carboidratos no desjejum

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Como montar a dieta cutting para definição e perda de gordura

Published

on

By

Diminuir a gordura corporal é o objetivo tanto de atletas como de pessoas comuns que tentam “secar”. Com uma dieta bem restrita e rigorosa, o Cutting tem inúmeros princípios para serem seguidos e obter o resultado desejado. Aprenda um pouco mais sobre essa dieta para perder gordura e dicas para elaborar a sua.

QUAL O SIGNIFICADO DE CUTTING?

A palavra “cutting” deriva do verbo “cut“, em inglês, que significa “cortar“. A partir desse significado já se pode ter uma noção de como funciona a dieta para perder gordura. É justamente essa perda da gordura em excesso no corpo que se denomina “cutting“.

”É a fase perfeita para quem deseja definir o corpo. Ao contrário de outras fases, o cut não permite excessos na alimentação, isto é, calorias em excesso em relação à necessidade calórico individual”.

A dieta é muito clara: deficit calórico com aumento no consumo do macronutriente proteína. Isso, é estipulado porque nessa fase é importante a perda de gordura, mas nunca de massa muscular. Assim, as proteínas se tornam grandes aliadas na alimentação para quem resolve encarar o Cutting.

Muitos atletas fazem uso dessa dieta para chegarem ao peso ideal e poderem participar em competições específicas de fisiculturismo.

”É comum que pelo menos um mês antes da disputa eles foquem na perda de gordura rapidamente”.

COMO FAZER UMA DIETA PARA PERDA DE GORDURA CORPORAL?

”Antes de iniciar o processo da dieta cutting, é importante ter consciência da grande restrição alimentar pela qual passará nessa fase. Disciplina é uma das palavras-chaves para atingir os objetivos desejados”.

Nessa fase é importante prestar atenção também aos exercícios que são realizados. Exercícios aeróbicos, por exemplo, são indicados com muita moderação para que não comprometam os músculos com a perda de muita massa, por exemplo, prejudicar a recuperação muscular com excesso de exercícios cardiovasculares de alta intensidade.

Enfim, vamos aos cálculos?

DETERMINANDO AS CALORIAS NECESSÁRIAS PARA PERDA DE GORDURA

”A base do cálculo está na Taxa Metabólica Basal (TMB), equivalente às calorias que se gasta em repouso. A fórmula exige ainda dados como idade, peso e altura. Depois, você consegue calcular o seu gasto energético identificando o seu perfil: sedentário, levemente ativo, moderadamente ativo ou muito ativo. Os resultados obtidos determinarão  de quantas calorias você precisará diariamente em uma dieta de como o Cutting”.

Como mencionado anteriormente, será necessária uma ingestão calórica negativa. Para isso ocorrer, deve-se diminuir por volta de 250 calorias, do valor correspondente as suas calorias totais, com inclusão das atividades físicas diárias.

”Pera lá, como raios descobrirei isso?”

Não se assuste, é bem simples. Tudo que você necessita é acessar essa calculadora. Mas, antes de ir ao link, siga as instruções abaixo, pode ser?

  1. Acessando o link anterior, procure no menu, na parte de ”calcule”: TDEE/DCE (Gasto Calórico Diário).
  2. Preencha com suas informações pessoais, não vale mentir viu?
  3. Depois de tudo respondido, aperte em: calcular, no botão azul.
  4. Pronto, agora é só rolar um pouco para baixo, e seus resultados estarão semelhantes a esse:

BMR: 1596, estimativa de calorias a serem consumidas por dia: 2473.8

Peso: 70 kg ( ou 154 lbs).

Altura: 170 cm ( ou 66.93 in).

IMC: 24.22.

Gordura corporal – estimativa – (BF) %: 17.464.

Nota: Esse blog é nota 10.

Obs.: BMR é sua taxa metabólica basal, isto é, suas calorias diárias sem acréscimo das atividades físicas.

”Agora que você já descobriu a necessidade calórica diária, subtraia 250 calorias dela. Ex.: 2473-250= 2223 calorias ao dia”.

MACROS

Um dos grandes segredos para o Cutting ser eficiente são os macronutrientes. Mas, afinal, o que são eles? Os macronutrientes (assim como os micros) auxiliam os músculos do corpo. No caso dos macro, podem ser consideradas as proteínas, os carboidratos e as gorduras; que desempenham papéis fundamentais como: construção de massa muscular, manutenção dos níveis dos esteroides, energia para as reações e funções metabólicas etc.

”O cálculo para saber a quantidade de macros, que deve ingerir tem como base a quantidade de calorias diárias para o seu corpo. Para fazer esse cálculo você precisa ter uma noção de quantas calorias ingere diariamente, mas lembre-se: isso não é tudo”.

CARBOIDRATOS

Os carboidratos desempenham o papel mais importante para praticantes de força, que almejam desempenho durante as sessões de treinamento resistido com peso: energia.

Logo, é de extrema importância consumi-los da forma adequada, pois serão eles que provirão energia para superamo-nos a cada treino, assim obtendo resultados.

”As recomendações diárias são: o restante das calórias totais, espere um pouco, explico melhor mais a frente”.

GORDURAS OU LIPÍDEOS

Sua presença na dieta é grave, pois os lipídeos auxiliam na produção dos hormônios (entre eles a testosterona).

Recomenda-se diariamente a ingestão de 25% das calorias totais da dieta.

PROTEÍNAS

Preciso falar? Sim (você respondeu, eu sei). Alguns das funções mais importantes: ajuda a regular a insulina, produção e manutenção de tecidos – inclusive músculos – e participa na formação de enzimas digestivas.

Recomenda-se consumir 2 gramas de proteínas por quilograma.

PAPEL E CANETA: VAMOS AOS CÁLCULOS!

O exemplo abaixo será de uma dieta com 2223 calorias, igual ao número obtido antes.

  1. Gorduras: 25% de 2223 ? 2223 × 0,25 = 555,75  calorias; deve-se transformar esse valor para gramas, logo divida por 9. Ex.: 557,75 ÷ 9 = 62 gramas de gorduras.
  2. Proteínas: 2 gramas × 70 kg (sua massa corporal total) = 140 gramas. Aqui o processo será o inverso do anterior, portanto, transforme as gramas em calorias. Para isso, multiplique por 4, ex.: 140 × 4 = 560 calorias
  3. Some os valores das calorias dos dois macronutrientes (gordura+proteína): 555,75 + 560 = 1115,75. Por fim, subtraia esse valor do montante calórico, no nosso exemplo são 2223 calorias. Veja o cálculo: 1115,75-2223= 1107,25 calorias (só faltar transformar em gramas, então divida por 4) ? 275 gramas.

Os macros ficaram assim: 62 gramas de gorduras; 140 gramas de proteínas; e 275 gramas de carboidratos.

Agora já temos as calorias e macronutrientes para inicio da nossa dieta cutting.

”Uma das consequências das restrições impostas pelo cutting podem ser vistas no humor. Pessoas que se utilizam desse método para emagrecer e definir músculos acabam tendo forte alteração no humor. No início do processo o apetite também pode estar aguçado, mas o autocontrole é fundamental para seguir a dieta. Bastam dois dias fora da dieta programada para o seu corpo sentir os efeitos negativos e retardar a perda de gordura”.

ALIMENTOS E CARDÁPIO INDICADOS

Chegou a hora de você preparar o cardápio da sua dieta cutting. Essa parte é fundamental para que você não ultrapasse as calorias permitidas e necessárias. Além de beber muita água, concentre-se nos alimentos certos e com pouca gordura.

Veja essa tabela exemplo de alimentos sugeridos para a dieta:

ProteínasFile de peito de frango; Carne Moída; Tilápia; Whey protein; Ovos; Coxão mole; Queijo cottage; Iogurte natural.
CarboidratosAveia, Batata doce, Arroz integral e parboilizado, macarrão integral.
Gorduras Amendoim, abacate, Óleo de Azeite de Oliva e Azeite extra virgem.

”Alguns alimentos são fundamentais em uma dieta como essa, que precisa ter o consumo de proteína consideravelmente aumentado. A proteína será a responsável por evitar a perda de massa muscular. A ideia é apostar em alimentos como claras de ovo, frango, peru, soja etc. Barras de proteína também podem agradar, mas escolha aquelas que não possuem açúcar na sua composição”.

Quanto à ingestão de fibras, é indicado substituir alimentos à base de farinha branca por farinha integral, como pães, arroz e batata-doce. Uma alimentação a base de peixes também é muito indicada, já que muitos não possuem gorduras. Mesmo os peixes gordos, aqueles que têm gordura, ainda são indicados. Salmão, anchova, cavala e atum são alguns exemplos. A explicação é que, apesar da gordura, são mais magros do que carne vermelha, queijos e ovos; além de possuírem o precioso ômega-3 de forma natural.

Entre as frutas prefira frutos vermelhos, melancia e melão, já que possuem alto nível de água e baixo de açúcar. Para ingerir os carboidratos necessários ao corpo, algumas observações devem ser feitas. Prefira aveias, inhames, batata-doce, arroz integral e frutas, especialmente em dias de treino.

”Outra medida importante é fazer ao menos cinco refeições diárias. Preferencialmente, divide-as em pequenas refeições, assim o seu metabolismo está mais acelerado e a sensação de fome não incomodará, favorecendo a perda de gordura”.

EXEMPLO DE DIETA PRONTA COM CARDÁPIO

Horário e Nome da RefeiçãoAlimentos
7:00 / Café da manhã2 ovos fritos, 50g de pasta de amendoim integral e 1 banana prata.
12:00 / Almoço 200 gramas de arroz integral cozido, 250 gramas de filé de peito de frango grelhado e salada à vontade.
15:00 / Pré-treino1 Pera, 200 mL de leite integral e 30 gramas de albumina. (shake)
18:00 / Pós-treino200 gramas de macarrão integral cozido, 200 gramas de carne moída e salada à vontade.
21:00 / Ceia250 gramas de abacate e 2 ovos cozidos.

SUPLEMENTAÇÃO

Os suplementos também são aliados importantes em durante o processo do cutting. Eles podem fornecer energia e proteínas a mais para o seu organismo. Conheça os tipos mais indicados e as suas funcionalidades para o corpo:

  • Termogênicos: estimulam a produção de norepinefrina. É ela, especialmente, que irá atuar na queima de gordura e acelerar o metabolismo. Sinefrina e Evodiamina são alguns exemplos desse suplemento;
  • GLA e CLA: enquanto o GLA atua na perda de gordura, o CLA atua no HSL, hormônio que determina que o corpo utilize a gordura como fonte de energia;
  • Proteicos: como você percebeu, ingerir proteína é a melhor opção na fase cutting. Suplementos podem ajudar nisso. Whey Protein é um dos exemplos que podem ser consumidos nesse caso;
  • Vitaminas e Minerais: para evitar a perda de vitamina e minerais com a restrição, busque suplementos com óleo de peixe, vitamina C e ferro;
  • Creatina: ideal para o pré-treino por aumentar a sua vitalidade.

DICAS

Seguir regradamente o método do cutting pode ser difícil, mas com algumas dicas ele se transforma em uma rotina na sua vida. É importante acompanhar quem já passou pelo processo de perda de gordura dessa maneira, por exemplo. Confira abaixo uma reunião de dicas listadas para você:

  • Aproveite os dias de treino para consumir carboidratos.
  • Beber muita água auxilia no emagrecimento. Recomenda-se 1 litro para cada 13 kg de massa corporal.
  • Tenha paciência: o cutting é um processo, não uma dieta de perda rápida de gordura. Você precisa ter persistência para ver os resultados duradouros.
  • Procure comer com regularidade e evite o jejum.
  • Suplementos são ótimas opções para refeições líquidas.
  • Durma bem: enquanto você dorme o seu corpo está queimando gordura. Noites mal dormidas, além de irritação, podem provocar perda de energia e aumentar o seu apetite. Procure dormir de 7 a 8 horas, não mais do que isso, a não ser que você tenha um rotina de treinos pesados.
  • Foco na musculação. Treinos com levantamento de pesos ajudam os músculos e também o metabolismo;
  • Repouso: dê ao seu corpo pelo menos um dia de repouso para repor as energias. Isso não significa que você pode comer tudo o que quiser, mas renovará as suas forças.

EXERCÍCIOS AERÓBICOS

”Sessões curtas e treinos intensos, como HIIT’s, são mais indicados. Quanto à frequência, é indicado que as atividades aconteçam no máximo três vezes por semana e com um dia de repouso total”.

Veja como fazer o hiit:

QUANDO TERMINAR A DIETA?

”Um dos grandes questionamento dos adeptos ao cutting é justamente quando parar. A verdade é que cada pessoa reage de uma maneira e ao seu tempo. Os metabolismos são diferentes e particulares, por isso não se define exatamente um tempo para o seu fim”.

Há pessoas que precisam apenas de dois meses, enquanto há outras que precisam de cinco ou até mais. O que determina isso é justamente como os resultados da perda de gordura estarão se manifestando no indivíduo. O objetivo de cada um também deve ser observado. Há quem deseje queimar mais ou menos gordura. No fim, é isso que determinará quando terminar a dieta: quanto você quer perder de gordura corporal.

RESULTADOS: ANTES E DEPOIS

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Treino ABC feminino: Treino de musculação ideal para mulheres

Published

on

By

Se você é mulher e está procurando por um treinamento que lhe traga resultados reais, lhe apresentamos este treinamento específico de doze semanas. Ótimo para mulheres que estão em busca um belo corpo e o mais importante, saudável.

Neste treino abc feminino, se seguido de maneira correta, a esportista alcançará resultados visíveis, sem perder a beleza e a delicadeza do corpo feminino. E, para você ter uma ideia, do que verá pela frente, eis o resumo de nosso treino:

BREVE RESUMO SOBRE O TREINO ABC PARA MULHERES

Esse treinamento tem duração de doze semanas, três ou seis vezes na semana e tem como finalidade a perda de gordura e ganho de massa muscular. Você não precisa ser profissional já que os exercícios são destinados para mulheres principiantes e intermediárias no treinamento de pesos.

Claro que os primeiros dias são sempre os cruciais, geralmente algumas pessoas acabam desistindo devido ao desconforto dos músculos, contudo, podemos afirmar que esse desconforto passa mediante o avanço de seu treinamento, por isso, seja decidida em suportar os primeiros dias.

Os exercícios dessa, podemos dizer, maratona, tem duração de 45-60 minutos e os equipamentos que poderá utilizar para realizá-los, são: peso corporal, barras, cabos, barra z, halteres e máquinas.

Objetivo:Hipertrofia
Nível de Isolamento:Intermedíario
Nível de Treinamento:Iniciante-intermediário
Duração do Treino:12 Semanas
Dia na Semana:3 ou 6 vezes
Tempo por Treino:40-60 Minutos
Equipamento Necessário:Barras, halteres e máquinas
Gênero Alvo:Mulheres

DEFINIÇÕES DO TREINO

É comum, pelo menos para as mulheres, iniciar um programa de treinos onde se tem os pesos. O que pode parecer frustrante no início. E até mesmo, preocupante, afinal de contas, levantar peso traz músculos e, músculos, podem trazer uma masculinização.

E caso este seja seu medo, não se preocupe, as mulheres contam com uma parcela baixa de testosterona e os níveis, mesmo mediante aos treinos, não ultrapassam seus limites normais: não excede os valores classificados como normais para testosterona livre total, por exemplo.

”Você pode treinar tão pesado quanto quiser, que naturalmente, não ultrapassará os limites, isto é, se você não fizer uso de nenhum suplemento que contenha essa substância (testosterona).”

Outro fantasma que paira sobre os programas de exercícios que rolam por aí, são as suas informações, infelizmente (é contraditório, eu sei).

Alguns programas trazem informações errôneas, que podem não trazer os resultados esperados. E, sabemos que, durante muito tempo, principalmente para as mulheres, alguns exercícios foram passados de maneira errada.

Pensando nisso, estamos trazendo este artigo com informações relevantes que poderão fazer a diferença em seus esforços na busca de um corpo perfeito e saudável. Em um perfeito equilíbrio de força e beleza.

TREINAMENTO PARA FORÇA E MÚSCULO

Sabemos o quão importante à força se faz necessária atualmente. Tudo bem que, durante muito tempo as mulheres foram tidas como sexo frágil. Embora, essa máxima como tantas outras, aos poucos estão fazendo parte do passado; e agora vocês estão aqui, buscando uma maneira de adquirir força e músculos sem perder o charme.

Os exercícios que encontrarão aqui são para partes especificas de seu corpo, ou seja, não haverá apenas treino para deixar os braços fortes, como também, todo seu corpo.

”Afinal de contas, o que adianta atentar para apenas uma parte de seu corpo? Precisamos olhar para nós como somos, um todo.”

Claro, entre um exercício e outro você poderá dar aquela descansadinha básica para refazer sua pegada, mas nada além de 90 segundos. Precisamos aproveitar o calor do corpo e dos músculos para continuarmos trabalhando neles, lembrando que, antes de começar a exercitar, nada mais recomendado que exercícios de aquecimento.

COMO FUNCIONARÁ O TREINO ABC FEMININO?

O treino abc feminino será constituído de 6 dias de treinamento, sendo 4 dicados exclusivamente a treinamento com pesos – musculação -, e 2 dias dedicados aos exercícios aeróbicos, os quais serão, de grande valia, para queimar gordura corporal; enquanto o treinamento com pesos construirá massa muscular.

PRIMEIRO DIA: QUADRÍCEPS E GLÚTEOS

ExercícioRepetiçõesSéries
Agachamento Livre84
Passada103
Legpress83
Cadeira Abdutora123
Elevação de Quadril83
Gêmeos em pé124

SEGUNDO DIA: MEMBROS SUPERIORES

ExercícioRepetiçõesSéries
Pulley Frente pegada supinada84
Supino inclinado84
Remada curvada63
Supino reto na máquina Hammer63
Rosca direta122
Tríceps testa122

TERCEIRO DIA: ABDÔMEN E H.I.I.T

ExercícioSériesRepetições
Abdominal supra312
Elevação de pernas215
Hiit na esteira5 tiros de 30 segundos10

QUARTO DIA: POSTERIORES E GLÚTEOS

ExercícioRepetiçõesSéries
Levantamento terra romeno64
Cadeira flexora em pé123
Elevação de quadril83
Cadeira abdutora153
Agachamento sumô152
Gêmeos em pé203

QUINTO DIA: MEMBROS SUPERIORES

ExercícioRepetiçõesSéries
Supino reto84
Remada baixa84
Crucifixo inclinado123
Pulley frente com triângulo123
Elevação lateral153
Peck deck inverso153

SEXTO DIA: ABDÔMEN E H.I.I.T

ExercícioSériesRepetições
Abdominal supra312
Elevação de pernas215
Hiit na esteira8 tiros de 30 segundos15

DICAS DE MUSCULAÇÃO PARA MULHERES

NUTRIÇÃO E DESCANSO

Um detalhe muito importante que pode trazer resultados ainda melhores para seu treinamento. Saiba que, alcançar o sucesso não depende somente da religiosidade de seus treinos, mas de uma combinação de cuidados que podem melhorar ainda mais os resultados.

Por isso, atente-se para nutrição e também, para seu descanso, muitas vezes as pessoas tomam muito cuidado nos exercícios e acabam pecando na alimentação e nas noites de descanso. Procure se alimentar corretamente e dormir as horas necessárias (7 a 9 horas), desta maneiras os resultados serão mais positivos.

”Também acesse nossa categoria de dieta e nutrição, para alinhar sua alimentação com os resultados desejados por você!”

PROGRESSÃO DOS TREINOS

Digamos que você chegou às doze semanas, primeiramente, parabéns! E agora você quer saber como continuar, se deve seguir a mesma premissa ou se pode alterar ou deixar algum exercício de lado.

Caso queira continuar exercitando-se desta maneira basta aumentar o treino, por exemplo, você pode aumentar uma série ou simplesmente colocar um pouco mais de peso. Claro, tudo dentro de um valor que seja agradável para você. Não podemos esquecer que o ganho de forças se dá gradualmente.

Apenas adicione mais carga nos exercícios quando estiver executando todas as repetições da maneira correta. A partir daí, adicione uma sobrecarga pequena, até executar a série inteira corretamente.

Exemplo de progressão no agachamento livre:

  • 4 séries de 10 repetições.

”10-10-10-10. Foram realizadas dez repetições, da maneira correta, então adicione, mais dois quilogramas em cada lado da barra.”

PERDI UM DOS DIAS, E AGORA?

Se você não poder ir na academia, digamos, na quarta-feira e perdeu seu treinamento de hiit com abdômen, faça-o no dia seguinte: quinta-feira. E seguia o treinamento até sábado ou sexta normalmente.

A próxima semana, mesmo o treinamento da segunda-feira não sendo o mesmo que da nossa ficha, inicie com normalmente com o treinamento que estiver faltando na sua rotina, entendeu?

ENTÃO, QUANDO VOCÊ VAI COMEÇAR SEU TREINO ABC FEMININO? DÚVIDAS? DEIXE-AS NOS COMENTÁRIOS! SEMPRE AS RESPONDEMOS. 

Comments

comments

Clique para Ler
Advertisement

Facebook




Mais Acessados