Connect with us

Destaque

Dores Articulares? como combatê-las?

Published

on

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), os ossos e as articulações são a parte do sistema osteomuscular mais afectadas pelo envelhecimento.

A artrose e a artrite são duas de 250 enfermidades mais conhecidas. A primeira é uma enfermidade degenerativa produzida por uma alteração da cartilagem que constitui as articulações. É a enfermidade reumática mais frequente e afecta em maior ou menor grau todas as pessoas a partir dos 55 a 60 anos. A artrose geralmente afecta os dedos das mãos, os joelhos, as ancas e a coluna cervical e lombar.
A artrite por sua vez é de origem vírica ou auto-imune e caracteriza-se por uma inflamação da articulação. Dentro desta patologia, merece uma especial atenção a gota. Este tipo de artrite, habitualmente causada por uma deposição de cristais de ácido úrico nas articulações, é uma consequência de níveis muito elevados de ácido úrico no sangue.
A dor que produz difere da dor causada pela artrose porque normalmente a dor da artrose é atenuada com o repouso enquanto na artrite, a dor é independente do movimento.

Combata a dor e a inflamação recorrendo à fitoterapia
A fitoterapia permite aliviar a sintomatologia dolorosa de uma forma natural. Algumas plantas têm demonstrado ser tão eficazes como os medicamentos químicos com a vantagem de exercerem uma acção muito mais suave no organismo, respeitando-o sem provocar efeitos secundários.

Sem dúvida que a planta mais relevante no tratamento do reumatismo é o Harpagófito. Este anti-inflamatório de origem vegetal é originário do deserto do Kalahari situado no sul de África. Os nativos conhecem o Harpagófito pelo nome de Garra-do-Diabo uma vez que os seus frutos, em forma de garra, se agarram aos animais causando-lhes uma dor tal que estes saltam como se estivessem possuídos pelo demónio.

Harpagófito, mais conhecido por Garra-do-Diabo pelos nativos do deserto do Kalahari.

Contudo, não são os frutos desta planta que interessam em termos medicinais mas sim as suas raízes secundárias em forma de tubérculo.
Rico em glucoiridóides com propriedades anti-inflamatórias e analgésicas excelentes, o Harpagófito tem sido utilizado com muito sucesso no tratamento dos reumatismos, na artrite e noutras manifestações articulares dolorosas de origem inflamatória sendo que estas acções foram comprovadas com inúmeros ensaios clínicos.

Tão importante como a sua eficácia é a ausência de efeitos secundários. O Harpagófito é neste momento uma alternativa importante a outros anti-inflamatórios muito conhecidos.

Outras plantas para o bem-estar articular
A Cavalinha, conhecida por Cauda-de-Cavalo, é uma planta herbácea vivaz que existe em quase todo o território de Portugal. Rica em sais minerais, de onde se destaca o silício, estimula a síntese do colagénio e por isso favorece a reconstituição dos tecidos ósseos e conjuntivos. Permite melhorar a flexibilidade dos tendões protegendo-os durante os esforços desportivos (ténis, ciclismo, atletismo, futebol, etc.).
Além do efeito remineralizante, a Cavalinha possui também propriedades diuréticas as quais são úteis nos casos de problemas urinários como sejam as infecções urinárias ou as pedras nos rins.

Quando a gota ataca
Com uma excelente acção depurativa, a Urtiga Branca permite uma boa eliminação renal e digestiva do ácido úrico ajudando assim a aliviar o problema da gota.

Os ossos e a idade
Até aos 30 anos, as células do osso estão em constante regeneração. De facto, é entre os 25 e os 30 anos que o sistema ósseo alcança o seu nível máximo de dureza e resistência. A partir desta idade, o número de células que morrem é superior às que se regeneram dando lugar a um lento e progressivo declive que atinge um nível muito importante e perigoso aos 60 anos.

Fonte: anfsaude.blogs.sapo.pt

Comments

comments

Destaque

Toda decotada e esbanjando sensualidade, Nat Tanajura dispara: “Aceita, amor”

Published

on

By

A dona do bumbum do momento está concorrendo ao título de Musa do Brasil 2018 representando o estado do Mato Grosso do Sul. Sempre cheia de atitude e muita sensualidade, a gata é cheia de si e não ‘deita’ jamais. Ao posar para mais um ensaio evidenciando suas curvas e o famoso popozão, Nat detonou geral.

“Meu bem, acordo cedo, malho firme, pego peso e abro mão de comer muita coisa para manter a boa forma. Fico indignada quando vejo essas meninas fazendo qualquer coisa pra deixar o bumbum grande e ‘perfeito’. Vai malhar, criatura! Vai correr na esteira! Aceita, amor, não tem como deixar natural o que foi visivelmente comprado”, disparou a dona do bumbum de 112 cm.

Nat Tanajura não revelou o nome da endereçada, mas fez questão de mandar outro recado para a possível musa.

“Vai estudar, ler um livro, procurar alguma coisa mais interessante pra fazer. Esse negócio de ‘bunda de plástico’ não tá legal, não, amiga, sai disso. Tá passando vergonha sozinha”, cutucou ela, dizendo ainda “quem é sabe, não vou dar ibope para essa aberração”.

 Fotos: Ricardo Sakai / M2 Mídia

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Priscila Soares posa de biquíni e comemora sucesso entre as musas

Published

on

By

Modelo fitness posou para novo ensaio e contou que vem sendo reconhecida no mercado fitness entre as musas mais populares.

Nada como o tempo para mudar as coisas… Prova disto é a modelo e musa fitness Priscila Soares que, quando começou não imaginava chegar entres a musas fitness mais popular do mercado entre elas a Juju salimeni e Gracyanne barbosa, não era conhecida no universo fitness . Já hoje a loira diz ser reconhecida no país e no mercado Brasileiro e no exterior.

“É engraçado isso né? eu me dedicava  e não era reconhecida. Mesmo assim não deixava de lutar pelos meus sonhos e hoje estou sendo recompensada”, afirma a beldade que atualmente mora balneário Camboriu em  , Santa Catarina.

Modelo e Fitness Priscila Soares /Fotografo Emerson Fotos / Divulgação/Lau moreno produções art.e assessoria

“O mercado fitness está crescendo a cada dia e fico muito feliz em servir de exemplo para as modelos que estão começando nesse mercado”, completa Priscila Soares, que recentemente foi garota propaganda de marca de suplementos”. A propaganda lançada no mês pasado é conhecida por trazer celebridades de grande repercussão e mulheres com lindos corpos.

No ensaio feito com o renomado fotógrafo Emerson Fotos, a loira mostrou a moda do “Body rose moser
” (ou “Biquíni  Body”) que virou febre entre as celebridades. Ela posou de biquíni, mostrou sua cintura fininha e seu bumbum de 105cm o ensaio foi feito na
Pousada Morada do Estaleiro. “Toda vez que vou  fazer alguma campanha ou feira fitness comentam sobre meu bumbum. Agora, principalmente por causa da Kim Kardashian, o bumbum está na moda”, conta Priscila Soares.

A musa fitness está satisfeita com o  seu ‘corpo’, mas admite que os brasileiros gostam de mulheres com corpo definidos. “Gosto do tamanho que está e da proporção do meu bumbum com minha cintura. Recebo muitos elogios , mas sei que valorizam bumbuns ainda maiores”. Priscila também explica como mantém o seu bumbum escultural: “Faço treino na musculação específico para o bumbum. São exercícios com carga elevada no leg press, agachamento, passadas. Faço aeróbios diários para perder gordura e não ter celulite. Também faço escada, que é o mais eficiente para manter o bumbum durinho”.

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Campeã do BBB 14, Vanessa Mesquita se destaca em torneio de fisiculturismo

Published

on

By

Vanessa Mesquista, campeã da 14ª edição do Big Brother Brasil, está trabalhando como modelo após a participação no reality show. No entanto, dessa vez, ela chamou atenção nas redes sociais por outro motivo, o fisiculturismo.

Recentemente, Vanessa decidiu iniciar a carreira no esporte e nesse fim de semana ficou em segundo lugar em um torneio de boybuilder. Nas redes sociais, ela agradeceu a todos que auxiliaram para que ela chegasse onde chegou e também contou que encontrou a inspiração para voltar a competir em seus cachorros.

“Perdi o Jack e o Thor no ano passado. Achei que não fosse ter forças pra mais nada, me senti perdida. Sou rodeada de pessoas queridas, mas eles eram meus melhores amigos”, afirmou.

“Encontrei forças no bodybuilding. Treino desde os 16 anos e esse esporte já me salvou várias vezes e mais uma vez agora. Liberei endorfina com o treino, fiquei feliz e realizada. Durante o treinamento, tive muitas superações. Meu metabolismo mudou, passei por muitos problemas, achei que não fosse dar conta. Mas respirava fundo e me reerguia”, completou.

Confira o publicação de Vanessa no torneio abaixo:

Comments

comments

Clique para Ler

Advertisement

Facebook


Mais Acessados