Connect with us

Academia

É possível diminuir a barriga com apenas 9 passos, e nutrólogo ensina como

Published

on

Inchaço na barriga e outras partes do corpo, muitas vezes, é um reflexo de maus hábitos alimentares e de saúde. Ao cuidar com carinho do seu corpo e escolher bem o que você coloca para dentro para nutri-lo, o equilíbrio do peso e a boa forma veem como meras consequências.

Conversamos com um nutrólogo para saber como atingir este objetivo sem fazer mudanças radicais no dia a dia ou sacrifícios – afinal, ser feliz é parte de ser saudável e equilibrado.

Como diminuir a barriga?

1- Beba muita água

Água é indispensável. Além de hidratar e contribuir para o bom funcionamento do corpo, quando gelada, a água acelera o metabolismo e ajuda a emagrecer.

Além disso, se você misturar alguns ingredientes aliados do emagrecimento, o resultado é ainda melhor. Por exemplo, você pode preparar água de berinjela ou água de gengibre, turbinando a bebida com ricas doses de nutrientes.

2- Tome suplementos, caso necessário

“Tomar suplemento de fibra pode ajudar. Tem cápsulas de picolinato de cromo, que é um mineral que faz com que a insulina aja de forma eficiente, evitando que o açúcar no sangue vire reserva, entre outros”, explica o nutrólogo Roberto Navarro sobre alguns suplementos que podem ajudar no emagrecimento.

Contudo, antes de sair tomando suplementos, procure um nutricionista ou nutrólogo para que ele indique o que é melhor para você. Até mesmo suplementos naturais podem ser prejudiciais quando tomados incorretamente ou em grande quantidade.

3- Coma fruta com casca

A maior parte das fibras das frutas está em suas cascas. Portanto, sempre que possível, não descasque as frutas. Opte por apenas lavar bem a casca e comer a fruta inteira.

Além de ajudar no funcionamento do intestino, as fibras também fazem com que a absorção do açúcar seja mais lenta. Desta forma, você não terá picos de açúcar no sangue e o seu corpo não precisará produzir tanta insulina.

“Excesso de glicose no sangue depois da refeição é o vilão porque o corpo produz muita insulina, ocorrem picos altos de glicose no sangue e este excesso de glicose vira ácido graxo, que vira gordura e vai para o abdômen”, explica o nutrólogo.

4- Coma salada

Ricas em fibras, a salada é indispensável em uma alimentação saudável, assim como as frutas. O ideal é começar as refeições pela salada porque ela promove saciedade e evita que você exagere desnecessariamente na comida.

5 – Não fique muitas horas sem comer

Comer várias vezes ao dia ajuda a manter o metabolismo ativo. De acordo com o Navarro, teoricamente, isso faz com que o organismo fique mais acelerado, apesar de não haver estudos que comprovem isso.

O importante é comer alimentos saudáveis em todas as refeições, principalmente nos lanchinhos, que não podem ser ricos em calorias. Porém, respeite a sua fome: não é preciso esperar estar faminto para se alimentar, mas também não é indicado que você coma mesmo sem um pingo de fome, pois isso confunde o centro de apetite no cérebro.

6 – Evite comer doces

 O açúcar refinado é o grande vilão de quem está fazendo dieta ou sonha com uma barriga chapada. Por isso, os doces, especialmente os industrializados, devem ser evitados.

Os carboidratos refinados também viram açúcar facilmente. Portanto, tente diminuir também a quantidade de carboidrato que você consome e tente fazer substituições inteligentes.

Por exemplo, ao invés de usar açúcar branco para adoçar o café, opte por açúcar de coco, demerara ou mel, opções que não provocam pico de glicose no sangue.

7- Faça exercícios

Claro que é importante cuidar da alimentação, mas aliar os bons hábitos à prática de exercícios físicos ajuda bastante. Não fique parado nunca.

Escolha uma atividade física que te dê prazer e pratique. Até mesmo uma pequena caminhada já é capaz de ajudar muita coisa na sua saúde e silhueta. O mais importante é praticar exercícios com regularidade.

8 – Não coma gordura trans

Segundo Navarro, a gordura trans consegue ser ainda pior que o açúcar porque ela não cumpre nenhuma função no nosso organismo.

“Gordura trans é óleo hidrogenado, geralmente óleo de soja com hidrogênio, e serve só para conservar mais, deixar os alimentos mais crocantes, é péssimo”, explica o nutrólogo.

Portanto, opte por alimentos naturais e fuja de produtos industrializados que têm gordura trans.

9 – Fuja dos corantes e conservantes

A gordura trans é um exemplo de produto usado como conservante e que é péssimo para a nossa saúde, mas existem muitos outros.

A melhor coisa é comprar alimentos frescos e orgânicos e preparar tudo em casa. Desta forma, você sabe exatamente tudo o que você está comendo. Passe longe de produtos industrializados, congelados e cheios de corantes e conservantes.

Além de fazer mal para a saúde, o excesso de toxinas pode provocar desregulações hormonais e acarretar o ganho de peso.

10 – Coma cereais

Os cereais são ricos em fibras e por isso ajudam a controlar a quantidade de açúcar no sangue e ajudam no funcionamento do intestino.

Por isso, inclua frutas com casca na sua alimentação, leguminosas, trigo integral, aveia, linhaça, chia, folhas, legumes e cereais em geral, sempre na forma integral.

De acordo com Navarro, até a batata pode ser consumida com casca.

Comments

comments

Academia

Três hábitos que estão fazendo você perder massa magra e não gordura

Published

on

By

Quando o assunto é emagrecer, o que não falta são táticas e truques, o problema é que, na ânsia para enxugar uns quilinhos, muita gente acaba metendo os pés pelas mãos! É aí que, ao invés de derreter a gordura extra, acabam mesmo é queimando massa magra, e resultado que é bom, nada! Desse modo, conheça três hábitos muito comuns que não te ajudam em nada e livre-se deles!

Treinar demais e comer errado

Segundo a nutricionista e chef funcional Vanessa Prieto, “de nada adianta se matar na academia se a sua dieta não estiver bem planejada e balanceada para otimizar seus resultados. 70% deles vêm da alimentação e 30% da atividade física, ou seja, ambos precisam caminhar de mãos dadas e alinhados”.

Ficar um longo período de dieta, principalmente restritiva, faz com que o organismo se defenda, reduzindo o gasto de calorias. vadimguzhva/iStock

Fazer dieta por muito tempo

Cuidado para não entrar em homeostase, “um fenômeno que acontece quando você mantém por um longo tempo uma dieta hipocalórica ou o mesmo perfil de planejamento. Seu organismo aciona um sistema de defesa e reduz o gasto energético”, afirma a expert.

Comer o mínimo de carboidratos

A profissional esclarece de uma vez por todas que carboidrato não é vilão! “Basta utilizar os de boa qualidade, na quantidade e nos horários adequados! Aveia, batata doce cozida na água e inhame são excelentes opções, por exemplo, e servem de combustível para que o organismo funcione bem e você tenha energia para se exercitar”.

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Àlcool x Emagrecimento, você sabe qual é?

Published

on

By

Com a palavra Dr. Igor Curvina nutricionista da Clinica Corpo Perfeito.
Não é uma novidade que o consumo de álcool atrapalha o processo de emagrecimento, muitas pessoas preferem ignorar esse fato compensando com extremos na dieta ou na atividade física, deixando de ingerir calorias de nutrientes importantes que promovem o anabolismo e utilizando de excessos esportivos, mas seria mais fácil reduzir o consumo de alcoólico, não é?!
Na nutrição nada engorda e nada emagrece, tudo depende!!! O álcool em questão é prejudicial em quase todos os sentidos, tem 7 kcal/g e nenhum valor nutricional (isso já o define), mas aprofundando é metabolizado primariamente pela enzima hepática álcool desidrogenasse(ADH) percorrendo um caminho bioquímico que por final pode ser utilizada para a síntese de gordura, e esse é o problema!

Para cada grama de etanol metabolizado, são formadas 7,1 kcal/g, uma fonte energética considerável, comparando-se aos carboidratos (4 kcal/g), proteínas (4 kcal/g) e lipídios (9 kcal/g). Porém, acredita-se que pessoas habituadas a ingerir doses altas de álcool não seriam capazes de aproveitar toda sua caloria, uma vez que a via de metabolização utilizada nesses casos seria a SMOE (sistema microssomal de oxidação do etanol), apontando que nem todas as pessoas aproveitam as calorias do álcool da mesma maneira: as mais magras, tendem a não aproveitar suas calorias de forma eficiente, ao contrário de indivíduos com IMC (Índice de Massa Corpórea) mais elevado, entrando mais uma vez na questão da individualidade biológica de cada um, bem como a quantidade de álcool consumida, como a de alimentos ingeridos. Tudo é importante e pode repercutir no ganho de gordura, aumentando a sua toxicidade no organismo.

Nesse sentido, conhecer o valor calórico do álcool e questionar a quantidade diária consumida devem fazer parte da avaliação nutricional, a fim de que esse importante dado seja considerado tanto no cálculo dietético para controle de peso, quanto para caracterizar a desnutrição.
Esclarecendo, não adianta ingerir destilados aterrorizando os fermentados, o álcool está presente da mesma maneira o que faz diferença é a quantidade ingerida e com que frequência.

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Exercícios para fazer em casa com o superband

Published

on

By

O acessório SuperBand ajuda a aumentar a variedade de exercícios para quem treina em casa. No vídeo a seguir temos alguns exemplos que vão ajudar a tonificar os músculos das pernas e dos glúteos.

A Super Band Forte da O’Neal é indicada para potencializar os treinos de força, velocidade e estabilização. São elásticos circulares de borracha de alta resistência. Podem trabalhar tanto a parte superior como a inferior do corpo. Existem 4 níveis de resistência e intensidade.

Ideal para ganho de força e estabilidade nos membros superiores e inferiores. Além de ser ótimo para exercício solo, é o melhor elástico extensor para exercícios em dupla, pois estica mais, facilitando os movimentos.

BENEFÍCIOS

  • Realização de alongamentos e fortalecimento muscular
  • Melhora a coordenação motora
  • Aprimora habilidades funcionais
  • Aumenta a mobilidade e flexibilidade
  • Reabilitação de lesões
  • Prevenção de recidivas de lesões
  • Uso pós cirúrgico
  • Treinamento esportivo
  • Fitness e condicionamento corporal
  • Tonificar e modelar seus braços e pernas

Comments

comments

Clique para Ler
Advertisement

Facebook


Mais Acessados