Connect with us

Destaque

Está Perdendo Músculos Fazendo Exercícios Aeróbicos?

Published

on

Se você acha que está perdendo músculos fazendo exercícios aeróbicos, está com a razão. É um fato cientificamente comprovado, as proteínas musculares são quebradas e utilizadas para produzir energia durante o exercício aeróbico. Mas não se preocupe, pois você está constantemente quebrando e reconstruindo o tecido muscular de qualquer maneira.

Seu corpo está em constante alternância entre o lado anabólico (construindo músculos) e catabólico (perdendo músculos), são ciclos. Isso é apenas uma parte normal da sua vida. Portanto, seu objetivo deve ser simplesmente, inclinar a balança ligeiramente a favor do lado anabólico e reduzir o lado catabólico, fazendo com que você ganhe, ou pelo menos mantenha sua massa muscular.

Este fator da fisiologia humana tem sido usado muitas vezes fora de contexto para assustar as pessoas, que deixam de fazer exercícios aeróbicos por medo de perder músculos. Quando você jejua durante a noite enquanto dorme, está perdendo músculo também, mas isso não significa que você deve parar de dormir!

Claro, é possível que você perca músculos fazendo exercícios aeróbicos, mas é altamente improvável. Apenas quantidades excessivas de cardio fariam com que isso acontecesse, pois o excesso de treinamento tornaria o lado catabólico da balança mais forte. É difícil generalizar e apontar um número específico, mas é seguro assumir a maioria das pessoas poderia fazer 45-60 minutos de aeróbicos por dia, 6-7 dias por semana, sem perder músculos, desde que se alimentem corretamente.

O Personal Trainer Jonh Parillo, sempre defendeu os exercícios aeróbicos, mesmo aos seus clientes fisiculturistas que estavam tentando ganhar massa muscular. Segundo ele:

“Aeróbica pode melhorar a sua recuperação a partir do treinamento com pesos, promovendo a circulação sanguínea e o transporte de oxigênio para os músculos”.

“Exercícios aeróbicos forçam a circulação de oxigênio através de seu corpo, aumentando o número e o tamanho dos seus vasos sanguíneos. Os vasos sanguíneos são “rotas de abastecimento” que transportam oxigênio e nutrientes aos tecidos do corpo, incluindo músculos, além de ajudar no crescimento, reparação e recuperação muscular. A expansão desta rede circulatória é chamada de densidade cardiovascular”.

Assim, de acordo com Parillo, os exercícios aeróbicos podem realmente aumentar a recuperação e crescimento muscular, através do desenvolvimento das vias circulatórias que fornecem nutrientes para os músculos. O treinamento cardiovascular é importante para a queima de gordura, para uma boa saúde e para a construção muscular.

Se você sente que está perdendo músculos fazendo exercícios aeróbicos, existem quatro causas prováveis:

– Você não está comendo proteínas suficientes – A proteína é o único nutriente que realmente é usado para construir músculos. Para ficar por mais tempo em estado anabólico, você deve comer 5-6 refeições que contenham proteínas durante o dia. Cada refeição deve ter o intervalo de três horas. Pesquisas comprovam que, se você é fisicamente ativo, necessita de no mínimo 0,8 gramas a 1 grama de proteína por quilo de peso corporal.

– Está comendo poucos carboidratos – Dietas com baixo índice de carboidratos são frequentemente utilizadas para perder peso, porém é um erro cortar os carboidratos de forma drástica. Coma com inteligência, de preferencia nos horários que seu corpo mais precisa, no café da manhã e antes de depois dos treinos.

– Você não está comendo calorias suficientes para sustentar o crescimento muscular – Essa é a causa mais comum de perda de massa muscular. Quando suas calorias são muito baixas seu metabolismo desacelera e o corpo realmente queima o tecido muscular para conservar energia. Os Músculos são tecidos metabolicamente ativos, que exigem uma grande quantidade de energia calórica apenas para se manterem.

– Você não está treinando com pesos – Quando as pessoas querem perder peso, costumam cometer o erro de começar com aeróbicos e só adicionar os pesos mais tarde. É o treinamento com pesos que o impede de perder muscular enquanto está fazendo dieta.

Concluindo, você está muito mais propenso a perder músculos por não comer direito, do que por fazer aeróbicos em demasia. Muitas pessoas acreditam que devem “passar fome” para perder gordura. Infelizmente, essa abordagem fará com que elas percam músculos juntamente com a gordura. A única maneira de manter sua massa magra e perder gordura é alimentar os músculos com muitas calorias e nutrientes essenciais e, ao mesmo tempo, queimar a gordura com exercícios aeróbicos.

Se o seu objetivo é o desenvolvimento muscular, perder gordura ou ambos, você sempre deve incluir alguma forma de atividades aeróbicas, como parte de seu programa de treinamento.

Referências: Healthrecipes

Comments

comments

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Alimentação e Nutrição

Afinal, beber água morna com limão em jejum faz bem para a saúde?

Published

on

By

Especialista destaca quais são os benefícios de incluir o limão na alimentação diariamente

Épossível adotar uma alimentação nutritiva e balanceada sem gastar fortunas no supermercado toda semana. Entre os alimentos mais ricos em nutrientes e disponível em abundância está o limão, que possui um poderoso conjunto de benefícios para a saúde.

Rico em vitamina C e antioxidantes, o limão ajuda na perda de peso, aumento da imunidade, ajuda na absorção de ferro, atua na prevenção de cálculos renais, melhora a saúde do coração e até mesmo pode ser um importante aliado no combate ao desenvolvimento de câncer.

“O limão é uma das frutas mais ricas em vitaminas e minerais, além disso, tem potentes antioxidantes que favorecem o bom funcionamento do organismo. Outro ponto muito importante é que é uma fruta acessível e fácil de encontrar, portanto, é bastante fácil inclui-la na alimentação”, explica Dr Rocha, médico pesquisador na área de nutrição e Presidente do Instituto Nacional de Estudos da Obesidade e Doenças Crônicas (INEODOC), autor do livro “Diabetes Controlada: o programa para controlar a diabetes e voltar a viver bem”.

Para o médico, entre as melhores maneiras de consumo está a ingestão de água com limão em jejum, diariamente. Segundo ele, essa maneira de consumo potencializa a absorção de vitamina C e demais compostos da fruta pelo organismo. Outra maneira de colher os benefícios da fruta, segundo Rocha, é utilizá-la como tempero em saladas, ou até mesmo em acompanhamentos de carnes, uma vez que sua presença potencializa a absorção de ferro pelo organismo.

Confira aqui os benefícios mais incríveis que o consumo diário de limão pode trazer para a sua saúde:

  1. Colabora com a perda de peso: O limão realmente pode ajudar no emagrecimento. Rica em minerais e antioxidantes, a fruta possui em sua composição os chamados polifenóis, um tipo de substância que é capaz de diminuir a resistência à insulina de pessoas eutroficas, ou que estejam em sobrepeso, obesidade ou que sejam portadores de diabetes. Essa diminuição de resistência à insulina, faz com que o hormônio seja menos liberado na corrente sanguínea, o que faz com que o organismo use mais gordura como fonte energética, o que consequentemente pode colaborar com o emagrecimento. Além disso, a fruta é rica em fibra e pectina, o que proporciona saciedade e reduz a vontade ingerir qualquer outro tipo de alimento. Porém aqui vai um alerta do Dr Rocha, uma dieta a base unicamente de limão pode ser perigosa. O consumo excessivo pode causar uma série de complicações e até mesmo ser tóxico para o organismo.

2. Aumento da Imunidade: Os limões são uma excelente fonte de vitamina C. Consumir um limão por dia pode eliminar quase um terço das necessidades diárias de vitamina C. Obter quantidade suficiente de vitamina C através da alimentação é importante para muitos aspectos da saúde, entre eles a imunidade. Além de rico da vitamina C, o limão contém altas doses de potássio que estimula células cerebrais e nervosas. O ácido ascórbico presente no interior do fruto ainda possui efeitos anti-inflamatórios benéfico para todo o organismo, alie isso a potencialização da absorção de ferro e temos como resultado um fortalecimento total do sistema imunológico, por isso é comum, quem ingere limão ter poucos episódios de gripes, resfriados e demais doenças.

3. Melhora absorção de ferro: Casos de anemia por deficiência de ferro é bastante comum e ocorre geralmente pela ingestão insuficiente de ferro através da alimentação. A vitamina C e o ácido cítrico presente no fruto potencializa a absorção de ferro de alimentos ingeridos posteriormente à sua ingestão, sendo de suma importância na prevenção e tratamento da anemia ferropriva.

4. É bom para a saúde do coração: As complicações cardíacas são um problema de saúde de ordem mundial. Estudos recentes mostram que comer frutas como o limão e hortaliças pode ajudar a reduzir os fatores de risco de doença cardíaca. Os compostos presentes na fruta, agem diretamente nos neurotransmissores funcionando como antidepressivo natural, o que reduz a ansiedade e melhora o humor.

5. Reduz Risco de Desenvolvimento de Câncer: Assim como as demais frutas cítricas, o limão contém altos níveis de flavonas, que são compostos antioxidantes. Esses compostos, agem exatamente como protetores que dificultam a errônea multiplicação de células o que diminui drasticamente as chances de desenvolvimento de alguns tipos de cânceres.

6. Ajuda na Digestão: O sumo presente no limão auxilia o organismo a eliminar toxinas e sua composição é semelhante à da saliva e outros fluídos digestivos, tais como enzimas. O fruto estimula o fígado a produzir bile, um ácido essencial para a digestão. Além disso, a vitamina C presente no fruto potencializa a absorção de ferro de alimentos ingeridos posteriormente à sua ingestão, sendo de suma importância na prevenção e tratamento da anemia ferropriva.

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Treinar em jejum: sim ou não?

Published

on

By

A resposta é ‘não’: “As consequências não são fatais, mas esta é uma situação que enfraquece o sistema imunológico devido à falta de nutrientes”

Nos últimos anos, a prática de treinar em jejum tem se popularizado entre aqueles que fazem exercício. Muitos vêem nesta abstinência de alimento uma possibilidade de queimar gordura mais facilmente, já que os níveis de glicogênio, ou seja, os carboidratos armazenados nos músculos e no fígado, estão mais baixos, o que pode ajudar a queimar a gordura, à medida que o corpo a utiliza como fonte de energia. Contudo, não há uma base científica para esta conclusão.

Segundo especialistas da American Academy of Sports Dietitians & Nutritionists, treinar em jejum pode ser prejudicial para a saúde. Sendo recomendado apenas para casos muito específicos como para atletas de alta competição.

Não havendo gorduras presentes para alimentar as necessidades do corpo, o organismo vai acabar se alimentando dos próprios músculos, levando o atleta a experienciar quebras de tensão, resultando ainda no enfraquecimento do sistema imunológico.

De acordo com as informações que se podem ler no site da organização norte-americana, “não há garantias que o corpo use a gordura como combustível. O organismo vai simplesmente entrar em modo de sobrevivência e tentar preservar ao máximo essa gordura, ou seja, a longo prazo poderá ter o efeito inverso e dificultar a perda de peso”.

“As consequências não são fatais, mas esta é uma situação que enfraquece o sistema imunológico devido à falta de nutrientes”.

Ao fazer exercício nestas circunstâncias o atleta não conseguirá alcançar um rendimento sequer de 80% e ainda corre o risco de desmaiar.

Caso ainda esteja indeciso, o melhor é consultar um médico especialista ou um nutricionista antes de iniciar o treino.

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Fisiculturista gata faz sucesso na web como ‘Barbie musculosa’

Published

on

By

Conhecida no Instagram como ‘Barbie Musculosa, Julia possui um abdômen trincadíssimo e braços hiper definidos, espalhados em 1,65 m de altura

Fisiculturistas existem muitas por aí, mas nenhuma é como a russa Julia Vins, de apenas 21 anos. A musa fitness vem conquistando fama e sucesso nas redes sociais por ostentar não apenas muitos músculos bem definidos, mas uma beleza estonteante, que faz lembrar a boneca mais famosa do mundo, Barbie.

Conhecida no Instagram como ‘Barbie Musculosa, Julia possui um abdômen trincadíssimo e braços hiper definidos, espalhados em 1,65 m de altura. Segundo a revista ‘Quem’, Julia começou a moldar o corpo com apenas 15 anos.

Com uma rotina de treinos pesada e alimentação regradíssima, Julia contou ao Daily Mail que começou a fortalecer os músculos por se sentir insegura com o corpo e a vontade de se defender em caso de necessidade. Sem deixar de lado os penteados e a maquiagem, Julia já conquistou o Campeonato Mundial de Levantamento de Peso em Moscou, na Rússia, em 2014, e quebrou três recordes.

Comments

comments

Clique para Ler

Advertisement

Facebook




Mais Acessados