Connect with us

Destaque

Estudo mostra que atividade física faz “limpeza” dentro das células

Published

on

Sabe-se, há muito tempo, que as células acumulam resíduos do desgaste da vida cotidiana e os exercícios físicos tem a capacidade de acelerar a remoção desses resíduos e reciclam os componentes aproveitáveis das células do corpo

Ao destacar os benefícios da atividade física, poucos de nós incluiriam a “faxina” intracelular. Contudo, um novo estudo sugere que a capacidade dos exercícios físicos de acelerar a remoção de resíduos e reciclagem dos componentes aproveitáveis das células do corpo pode ser um de seus efeitos mais importantes, ainda que o menos visível.

Na nova pesquisa, publicada mês passado na revista Nature, cientistas do Centro Médico do Sudoeste na Universidade do Texas, em Dallas, uniram dois grupos de camundongos. Um era normal, possuindo um sistema de limpeza celular apurado. O outro tinha sido reproduzido com sistemas de eliminação de resíduos enfraquecidos.

Sabe-se, há muito tempo, que as células acumulam resíduos do desgaste da vida cotidiana. Dentro da célula há uma espécie de amontoado de dejetos formado de proteínas quebradas, fragmentos de membranas celulares, bactérias ou vírus invasores e componentes celulares gastos ou decompostos.

Na maioria das vezes, as células eliminam esses dejetos. Elas até os reciclam para obter energia. Através do processo de autofagia, ou autodigestão, as células criam membranas especializadas que ingerem os dejetos presentes no citoplasma e os levam para uma região da célula denominada lisossomo, onde os resíduos são quebrados e queimados para obtenção de energia.

Sem esse sistema eficaz, as células poderiam ficar sufocadas e não funcionar bem ou morrer. Nos últimos anos, alguns cientistas começaram a suspeitar que mecanismos de autofagia falhos contribuíssem para o desenvolvimento de diversas doenças, incluindo diabetes, distrofia muscular, mal de Alzheimer e câncer. Acredita-se que a desaceleração da autofagia na meia-idade também exerça um papel no envelhecimento.

Autofagia

A maioria dos pesquisadores acredita que o desenvolvimento do processo foi uma reação ao estresse da inanição: a célula passaria a reunir e consumir partes supérfluas de si própria para manter vivas as partes importantes. Em placas de Petri, a taxa de autofagia aumenta quando as células estão famintas ou são colocadas sob outra forma de estresse fisiológico.

O exercício físico certamente consiste em um estresse fisiológico. Contudo, até recentemente, poucos pesquisadores haviam indagado se o exercício físico poderia de alguma forma afetar a taxa de autofagia e, caso afetasse, se isso seria importante para o corpo de modo geral.

“A autofagia afeta o metabolismo e possui benefícios abrangentes para o corpo relacionados à saúde”, afirmou Beth Levine, pesquisadora do Instituto Médico Howard Hughes no Centro Médico do Sudoeste. “Parecia haver consideráveis elementos em comum.” Porém, não estava claro como os dois interagiram, acrescentou Levine.

Assim, ela e seus colegas colocaram em ação camundongos de laboratório. Os animais haviam passado por um tratamento para que as membranas envolvidas na autofagia brilhassem, revelando-se. Após 30 minutos apenas, os cientistas descobriram que os camundongos tinham uma quantidade significativamente maior de membranas nas células do corpo todo, o que indicava uma autofagia acelerada.

Contudo, essa descoberta não explicava o significado do aumento da limpeza celular para o bem-estar dos camundongos. Por isso, os pesquisadores desenvolveram uma linhagem de camundongos cujos níveis de autofagia permaneciam constantes mesmo se eles estivessem famintos ou vigorosamente exercitados.

Em seguida, os pesquisadores fizeram com que esses camundongos corressem lado a lado com um grupo de controle de camundongos normais. Os camundongos resistentes à autofagia ficaram exaustos rapidamente. Seus músculos pareciam incapazes de retirar açúcar do sangue como faziam os camundongos normais.

Importância de manter-se ativo

A maior surpresa ocorreu quando Levine empanturrou os dois grupos, durante várias semanas, com ração com alto teor de gordura, até que desenvolvessem um tipo de diabetes de roedores. A corrida reverteu posteriormente a condição de saúde dos camundongos normais, mesmo enquanto continuavam recebendo a dieta rica em gordura.

Contudo, após correrem durante semanas, os camundongos resistentes à autofagia permaneceram diabéticos. Os níveis de colesterol deles também estavam mais altos que os dos outros camundongos. O exercício físico não os tornou mais saudáveis.

Levine e seus colegas concluíram que o aumento da autofagia, induzido pelos exercícios físicos, parece ser uma etapa decisiva na melhora das condições de saúde.

A descoberta é “muito empolgante”, afirmou Zhen Yan, do Centro de Pesquisas Musculoesqueléticas da Universidade da Virgínia, que também estuda autofagia e exercícios. Segundo Yan, o estudo “aprimora a nossa compreensão das razões do impacto salutar dos exercícios sobre a saúde”.

Os resultados obtidos por Levine têm implicações amplas. Por exemplo, os indivíduos que não reagem aos exercícios aeróbicos com o mesmo vigor que seus companheiros de treino podem ter sistemas de autofagia instáveis ou inadequados.

“É muito difícil estudar a autofagia nos seres humanos”, afirmou Levine. Entretanto, medicamentos intensificadores de autofagia ou exercícios especializados algum dia talvez ajudem as pessoas a obterem total proveito dos exercícios físicos.

Até lá, esse estudo salienta mais uma vez a importância de permanecer ativo. Tanto o grupo de controle quanto o grupo geneticamente modificado tinham “níveis antecedentes normais de autofagia” durante as circunstâncias diárias, observou Levine. Contudo, esse nível de base de “limpeza” celular não foi suficiente para protegê-los em face de uma dieta insatisfatória.

“Eu nunca pratiquei exercícios físicos de forma persistente”, afirmou Levine. Recentemente, porém, após ter testemunhado a contribuição dos exercícios na “limpeza” das células dos camundongos corredores, a cientista adquiriu uma esteira mecânica.

Fonte: educacaofisica.com.br

Comments

comments

Destaque

Aos 39 anos, Sheila Mello exibe barriga chapada “Não sou radical em nada”

Published

on

By

Ex-dançarina do É o Tchan! estreia como madrinha de bateria da Independente Tricolor após seis anos afastada do Carnaval

Sheila Mello exibiu a barriga saradíssima ao postar uma foto no Instagram. A ex-loira do É o Tchan! contou para os seus seguidores que consegue manter a boa forma sem ser radical. A cantora conta que tenta passar o seu estilo de vida para a filha, Brenda, de 4 anos.

Sheila Mello hoje com 38 anos mostra treino para boa forma

“Não sou radical em nada, nunca consegui, meu estilo de vida já inclui uma alimentação saudável e atividade física, independente da época! Nisso que acredito! Saber negociar com o cérebro, comer uma bagaceirinha aqui, segura nos outros dias! É assim que estou tentando passar para minha filha. #caminhodomeio #meucorpomeutemplo obrigada @robinhopersonal por me acompanhar nesse caminho devagar e sempre!”, explicou ela, após treinar.

Após seis anos sem desfilar no Carnaval, Sheila se prepara para retornar para o sambódromo no Carnaval de São Paulo em grande estilo como madrinha de bateria daIndependente Tricolor, que no ano passado ficou em segundo lugar nas escolas do Grupo de Acesso.

A atriz e dançarina está emocionada com o convite e a possibilidade de sua filha, fruto do casamento com Fernando Scherer, vê-la desfilar pela primeira vez. “Estou com muitas expectativas, por ser meu retorno e também por defender a escola do meu time de coração (São Paulo)! Me afastei um pouco pela maternidade e casamento, agora será a chance de me exibir para minha filha que nunca viu eu desfilar”, contou a musa para QUEM.

Apesar dos anos distante da folia, Sheila garante que o samba já está em seu sangue e que não precisou de muita preparação para retomar o ritmo. “O samba sempre esteve presente na minha vida. Minha mãe cuidava de uma ala e eu fui a rainha de bateria por alguns anos da escola de samba do bairro que cresci, a Vale Encantado. Cansei de queimar os dedos montando roupas de Carnaval. Não caí de paraquedas nesta história.”

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Você sabe quais suplementos ajuda a queimar gordura?

Published

on

By

Todos já sabem o segredo para o emagrecimento:  boa alimentação e atividade física. Só que chega um estagio do treino, e da dieta que o corpo não responde mais como desejamos, e é ai que entra a suplementação para nós ajudar nesse processo.

Na procura  por suplementos sempre surge as duvidas e quais são os melhores, vamos lhe ajudar  nessa questão.

Mas, lembrando que o principal é dieta e exercício. Não adianta tomar suplemento e comer uma pizza no final de semana. Um sem o outro não dá. Será apenas dinheiro jogado fora, por isso lembre-se, suplemento é para suprir sua necessidade.

Não adianta você ir para academia, suar, pegar pesado e chegar em casa, ou no final de semana, e não seguir uma dieta equilibrada. A atividade física ajuda a acelerar o processo de emagrecimento e ter um melhor resultado.

O que fazer para emagrecer?

Estabeleça um bom plano alimentar. Corte da sua alimentação, doces, açúcar, sal, gordura, frituras, refrigerantes, e evite ao máximo produtos industrializados, pois contém muito sódio. Leia sempre o rótulo!

Muitos alimentos ajudam na perda de peso, pois são termogênicos, como: pimenta, gengibre, café, canela, alho e chá verde.

Quais são os principais suplementos para emagrecer e queimar gordura:

O uso do suplemento é recomendado quando, só com a ingestão dos alimentos, não consegue a quantidade necessária para ter um bom resultado na perda de peso e no rendimento físico.

 1° Termogênicos

Também conhecidos como, queimadores de gordura. Os termogênicos atuam no aumento da temperatura corporal interna, e acelera o metabolismo, contribuindo assim para a queima das calorias.

O componente básico para a grande maioria dos termogênicos vendido no Brasil, tem como substância principal a cafeína de forma concentrada e em doses por cápsula que podem variar de 50mg até os mais fortes com 450mg de cafeína por dose.

Mas não é apenas a cafeína que os melhores termogênicos possuem, muitos deles contém ainda em sua composição, a garcinia cambogia, outra substância que a ciência tem constatado efetividade no emagrecimento. Além de ervas como a pholia negra e pholia magra e a faseolamina.

Ou seja, o corpo usa a gordura como fonte de energia. E quanto mais energia o corpo gasta, maior a queima da gordura corporal, consecutivamente, a perda de peso.
Os termogênicos são os suplementos que costumam apresentar melhores resultados na perda de gordura e emagrecimento.

 2° Café verde (Green Coffee)

Para quem sofre muito com os efeitos colaterais dos termogênicos citados acima por causa da grande quantidade de cafeína que eles contém em sua composição, uma excelente alternativa pode ser o extrato do grão de café verde, que não é nem um pouco agressivo como os suplementos para perder gordura a base de cafeína, e apresenta excelente resultados para quem deseja queimar gordura, perder medidas na cintura e emagrecer.

3° L-carnitina

O consumo da L-carnitina é feito antes da atividade aeróbica, afim de potencializar o uso da gordura corporal como fonte de energia, além de melhorar o desempenho físico durante o exercício.

Funciona como um condutor das gorduras, para serem queimadas nas mitocôndrias, aumentando o processo de combustão e promove o aumento do colesterol “bom” (HDL). Este suplemento é indicado em especial para os vegetarianos, que tem deficiência dessa substância no organismo.

4° CLA

O CLA ou, ácido linoleico conjugado, é um daqueles suplementos mil e uma utilidades. Contribui no controle dos níveis de insulina no sangue, auxilia na redução da gordura abdominal, promove uma alteração positiva nas proteínas ligadas ao metabolismo das gorduras e melhora as taxas de colesterol e triglicerídeos. E estudos recentes ainda apontam que esse suplemento tem propriedades anticancerígenas.

Muitos benefícios em um único suplemento e ele ainda ajuda a queimar as gordurinhas e proporciona um leve aumento de massa muscular.

5° Cafeína

A cafeína é um termogênico natural, estimula o organismo o obrigando a gastar mais energia. O que já aprendemos que significa maior gasto calórico, o que acarreta na queima de gordura e na perda de peso.

Essa substância certamente encabeça a lista de suplementos que emagrecem e como abordamos logo no inicio, é o principal componente dos termogênicos que ainda possuem outras substâncias que em conjunto com a cafeína, potencializam os resultados e ajudam a perder gordura e emagrecer mais rápido.

6° Fibras

As fibras, diferentes dos outros suplementos, não é um termogênico. Ou seja, não aumenta a temperatura do corpo, fazendo com que seu organismo queime mais gordura e nem aumenta o metabolismo. Então o que ela esta fazendo nessa listinha seleta?

As fibras, contribuem para regularizar seu organismo, em especial o intestino, e proporciona saciedade. O que é ótimo para quem tem compulsão por comida e doces. Você pode incluir as fibras na alimentação através de suplemento, ou alimentos ricos nesse nutriente. Lembrando que é muito importante ingerir bastante líquido, ao aumentar o consumo de fibras.

7° Óleo de coco

O óleo de coco é encontrado na versão cápsula e líquido. Na versão líquida, pode ser utilizada para substituir o óleo de cozinha comum. Por ser um ácido graxo de cadeia média, sua taxa metabólica é maior, sendo mais rápido processado pelo organismo. Entretanto, por conter auto teor de gordura saturada, gordura ruim, deve se ter cuidado com o excesso no consumo.

O óleo de coco atua na lipoproteína, reduzindo o mau colesterol e diminuindo a gordura, principalmente no abdômen. Tem ação termogênica, acelera o metabolismo, aumentando assim o gasto calórico.

8° Óleo de cártamo

Este óleo reduz a gordura localizada, especialmente na região abdominal, auxiliando no emagrecimento e no controle do colesterol. O óleo de cártamo é um anti-oxidante natural e suas propriedades aceleram o metabolismo. Queimando mais rápido a gordura corporal.

Promove o aumento da massa muscular magra, estimula a queima de gordura corporal e tem papel importante no crescimento muscular, redução de celulite e diminui as taxas do colesterol. Esses são alguns dos benefícios desse suplemento natural.

A dosagem certa deve ser recomendada por um profissional qualificado.

Conte para nós nos comentários, seu relato sobre os resultados das suplementos para queimar gordura citados nesse artigo, ou outro emagrecedor no qual você usou e como foi seu antes e depois. Foi bom? Funcionou? Não gostou? Ajude os próximos leitores!!

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Juju Salimeni, diz que não tem celulite para mostrar na avenida: ‘Vivo para isso’

Published

on

By

Modelo é aposta da escola para substituir Gracyanne Barbosa, que deixou a X-9 ano passado. ‘São Paulo é minha cidade, vou sentir uma emoção maior’, diz.

Juju Salimeni, 31 anos, vai encarar uma dobradinha na ponte-aérea São Paulo-Rio no carnaval 2018. Ela estreia como rainha de bateria da X-9 Paulistana no sábado (10) e na segunda (12) cruza a Marquês de Sapucaí pela Unidos da Tijuca. A preparação para encarar a maratona – e não mostrar celulite na avenida – não preocupa Juju agora, na reta final. Juju substitui Gracyanne Barbosa, que saiu da X-9 depois de viajar para o exterior e não participar do desfile que garantiu o acesso da escola ao Grupo Especial.

Juju Salimeni exibe corpão e ganha elogios: ‘Visão privilegiada’

Juju Salimeni exibe “bumbum na nuca” à beira da piscina

Musa da Tijuca, Juju Salimeni só toma água em bacalhoada: “Não posso comer”

“Eu vivo para isso. A minha vida é para dieta e treino. É meu estilo de vida. Não terei celulite no dia do desfile, assim como não tenho no dia a dia. Me orgulho disso e não vejo nenhum mal em dizer porque eu treino e faço dieta para isso. Sou feliz dessa forma”, diz ela.

Este ano, a X-9 levará para a avenida um enredo que faz um “mix” de ditados populares.

1) Está feliz de volta ao carnaval de São Paulo? Qual é a diferença em relação ao carnaval do Rio?

Sim, estou muito feliz. Fiquei praticamente três anos fora do carnaval de São Paulo. Mas foi por uma escolha minha, que tinha sonho de conhecer o carnaval do Rio. Tem uma diferença entre São Paulo e Rio, sim. Mas não é uma diferença em relação à comunidade e à dedicação dos membros da escola, isso é o mesmo. A diferença é cultural. No Rio tem muito mais a cultura do carnaval. As pessoas se preocupam em ter uma escola de samba do coração, está na cultura do carioca. Aqui, em São Paulo, não faz parte do dia a dia da população como faz no Rio de Janeiro.

2) Desde quando você participa do carnaval? Como começou sua relação com a X-9?

Desfilo há oito anos. Minha relação com a X-9 começou com um convite do Fábio, o mestre de bateria. Eles estavam sem rainha de bateria. Para mim, é muito legal, porque a X-9 é da Zona Norte, onde nasci e cresci, então me sinto em casa. Estou há três anos fora do carnaval de São Paulo, então vai ser uma novidade para mim. E aqui o público me conhece mais. Por ser São Paulo, a minha cidade, vou sentir uma emoção maior. Vai ter um gostinho a mais.

Comments

comments

Clique para Ler
Advertisement

Facebook



Mais Acessados