Connect with us

Academia

Gordura X Músculo

Published

on

Olaa, como estão? Desculpem o sumiço, engatei primeira e sumi né?! rs Tá uma correria aqui para conciliar tudo, eu queria criar textos novos para postar no site, mas vou compartilhar alguns posts do meu blog a princípio para manter aqui sempre atualizado! Vamos lá?

mus1


Hoje vim falar de um assunto que quando aprendi, abriu a minha cabeça e ajudou muito na busca dos meus objetivos na academia. Como falei para vocês, eu emagreci 17 kilos em 3 meses, quando pesava 74kg em 2003. Naquela época e por muito tempo apenas os dígitos da balança importavam pra mim. Quem poderia me culpar? Era ex-gordinha e  tinha mente gordinha: achava que precisava emagrecer infinitamente e que ficar mais leve era sinônimo de corpo ideal e felicidade. Sendo assim, vivia presa naquela “dieta dos pontos”, que é basicamente uma contagem de calorias. Na minha cabeça, comer poucos “pontos” era a melhor forma de ajudar nos meus resultados na academia. No entanto, eu fiquei muito magra. Isso mesmo, MUITO magra. E aí as pessoas começaram a perguntar se eu tava doente, se eu não percebia que tinha emagrecido demais, que eu precisava me cuidar melhor… E na minha cabeça, tava tudo certo. Tava magra, feliz e contando calorias dia após dia.  rs


Da só uma olhada na finura da pessoa, rosto chupado, nos cambitinhos que eu chamava de pernas e o tamanho dos braços:

 

Abril de 2012. Para ver atualmente desce uns posts e vai no antes e depois ou no depois do depois! rs

                                    

Nunca fui daquelas que preferia comer uma porção de batata frita e 5 bombons o dia TODO em uma ÚNICA refeição, pensando que se tivesse dentro das calorias diárias, não iria engordar e estava dentro da “dieta”. Cito isso pois já escutei isso inúmeras vezes coisas do tipo: “Se eu comer só  chocolate e frituras, mas tiver dentro das calorias do dia, não tem problema”. 

 

(Pausa dramática)


OMG!!! COMO ISSO PODE FAZER SENTIDO? rs


Desculpe o desabafo, eu sei que muitos pensam assim, mas eu vou explicar hoje porque isso não faz sentido na prática. E esclarecer: O que a maioria quer não é PERDER PESO. Mas sim PERDER GORDURA!!! E não… Não é a mesma coisa!

Apesar de saber que não era só as calorias que importavam, mas também a qualidade dos alimentos, eu nunca me preocupei com a quantidade adequadas de proteínas, carboidratos e de gorduras boas e nem nos horários em as ingeria. Depois que eu abri minha cabeça e mudei a minha dieta, parei de comer e passei a me alimentar. Passei a fazer refeições funcionais, nos horários certos. Comer de 3 em 3horas é básico, mas vai além disso. É comer carboidrato de baixo indice glicêmico no pré treino, é comer proteína de absorção rápida no pós treino, é comer proteína de absorção lenta antes de dormir, é comer mesmo sem sentir fome porque já deu o horário da próxima refeição.

Mesmo quando meu objetivo era apenas emagrecer, o ganho de massa magra era importante, só que eu não sabia. Hoje eu sei, e depois de transformar meu corpo, posso compartilhar minha experiência pessoal pois vivenciei TUDO o que eu vou dizer aqui, na prática! 

Três considerações importantes:


1 – Massa magra ocupa menos espaço do que massa gorda. Isto é, músculos são mais compactos que gordura.

 


2 – Massa magra pesa mais que massa gorda. Isto é, músculos são mais densos que a gordura.

 



3 – Massa magra consome energia do nosso corpo. Isto é, queima calorias enquanto estamos descansando e não só durante o treino como os exercícios aeróbicos. 



Conclusões: 


Se você ganha massa magra e perde gordura, você aparenta mais definida, mas na balança pode não ver diferença. Na hora em que se pesa, o primeiro pensamento é “Meu deus, mas eu olho no espelho, e acho que to mais magra, mais fina, mas deve ser psicológico, porque os digítos da balança não mudam…” STOOOOOOP! 


Quer saber uma tática? Deixe de lado metas do tipo “menos 5kg” e de lugar para “quero entrar nessa calça 38 que me servia há dois anos”! E quando se pesar e ver que esta com o mesmo peso mas entrar na calça: comemore! Isso significa que esta transformando seu corpo, que sua gordura esta dando lugar para músculos e isso é sim uma grande vitória! Estou falando a grosso modo, e dei uma tática para quem esta iniciando a musculação, depois de um tempo aquela calça 38 serve mas você se incomoda com aquele pneuzinho (que as vezes só você vê, mas incomoda caraaaamba haha) ou quer os tão sonhados gominhos no abdômen).  Para estes casos, no lugar da calça jeans, seria interessante medir seu percentual de gordura e acompanhar sua evolução. Você saberá exatamente quanto de gordura e quanto de massa magra tem seu corpo e ficará mais fácil de estabelecer metas e atingir seu objetivo. Nunca se esqueça que o espelho é nosso aliado e não nosso inimigo! Observe-se todos os dias e acompanhe sua transformação fazendo avaliações físicas COMPLETAS na academia, para assim ter cada vez mais motivação na busca dos seus resultados.


Veja abaixo uma tabela dos percentuais de gordura e seus respectivos biotipos: 

 

 

Qual é o seu atual? E qual seu objetivo? 


Outro ponto importante. O trabalho de musculação constrói massa, e obter massa magra faz o corpo queimar mais calorias durante o dia, além de que, trabalho com pesos serão bem eficientes para atingir definição muscular. Ninguém quer perder gordura, perder peso, ficar levinha, mas toda flácida, né? Não adianta nada super emagrecer e morrer de vergonha de colocar um biquíni porque tudo vai balançar quando você andar. Então vamos lá: Sempre aliar os exercícios aeróbicos com treino de musculação. “Ah mas eu só quero emagrecer, não quero ficar forte e grande, por isso não vou tomar suplementos e nem fazer musculação, só exercícios aeróbicos, aquela Gracyanne Barbosa (sempre sobra pra ela) parece um homem e não quero ficar igual!”

 

(Pausa dramática 2)


OMG!!! Você não vai ficar forte e grande com facilidade, muito menos no nível da Gracyanne Barbosa, ela com certeza ralou e muito por anos (e outras cositas mais) para obter aquele resultado. Se ela parece um homem ou não, foi a opção de vida que ela escolheu, e ela é feliz assim, e é isso que importa (também é assunto para um próximo post: sua felicidade VERSUS o que a sociedade acha disso). Se você é feliz leve e flácida eu também vou respeitar, ok? hahaha Mas não vem me dizer que treino de musculação vai te masculinizar, te deixar grande ou coisa do tipo, ta? Pelo contrário, só vai ajudar a atingir seus objetivos mais rápido!

Tem coisas que a gente só acredita vendo, né? Então vou exemplificar com fotos da Penélope Nova. Pra quem não sabe, ela mudou radicalmente o seu estilo de vida, mantendo o peso, mas reduzindo drasticamente o percentual de gordura e ganhando massa magra. Vamos ver?

 

Imagem Imagem

             Penélope em 2002 com 62kg                      Penélope em 2013 com 62kg!!!!!!!!!!!!!

 

ACREDITAM EM MIM AGORA? rs

 

Agora que entendemos que o peso não importa como imaginávamos e que ganhar massa magra é interessante para atingir os objetos e conquistar um corpo magro mas também durinho e definido, vamos a uma consideração importante: Perder massa magra é muito mais fácil do que perder gordura! Mas isso é assunto para outros posts, nos quais irei falar dos melhores momentos para fazer exercícios aeróbicos para otimizar a queima de gordura corporal em detrimento da massa magra e também dicas de alimentação e de treino para o ganho de músculos. Fique de olho na fanpage do meu blog pessoal pra saber quando eu o atualizo:


http://www.facebook.com.br/blogdagiselacampos

Me sigam no insta @giccampos

Beeijo e até o próximo post!

Comments

comments

2 Comments

2 Comments

  1. tais

    3 de Janeiro de 2015 at 00:10

    Amei as dicas..estava aumentando de peso…ena verdade e massa magra..obrigada,…bjus.

  2. tais

    3 de Janeiro de 2015 at 00:11

    Amei as dicas.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Academia

Àlcool x Emagrecimento, você sabe qual é?

Published

on

By

Com a palavra Dr. Igor Curvina nutricionista da Clinica Corpo Perfeito.
Não é uma novidade que o consumo de álcool atrapalha o processo de emagrecimento, muitas pessoas preferem ignorar esse fato compensando com extremos na dieta ou na atividade física, deixando de ingerir calorias de nutrientes importantes que promovem o anabolismo e utilizando de excessos esportivos, mas seria mais fácil reduzir o consumo de alcoólico, não é?!
Na nutrição nada engorda e nada emagrece, tudo depende!!! O álcool em questão é prejudicial em quase todos os sentidos, tem 7 kcal/g e nenhum valor nutricional (isso já o define), mas aprofundando é metabolizado primariamente pela enzima hepática álcool desidrogenasse(ADH) percorrendo um caminho bioquímico que por final pode ser utilizada para a síntese de gordura, e esse é o problema!

Para cada grama de etanol metabolizado, são formadas 7,1 kcal/g, uma fonte energética considerável, comparando-se aos carboidratos (4 kcal/g), proteínas (4 kcal/g) e lipídios (9 kcal/g). Porém, acredita-se que pessoas habituadas a ingerir doses altas de álcool não seriam capazes de aproveitar toda sua caloria, uma vez que a via de metabolização utilizada nesses casos seria a SMOE (sistema microssomal de oxidação do etanol), apontando que nem todas as pessoas aproveitam as calorias do álcool da mesma maneira: as mais magras, tendem a não aproveitar suas calorias de forma eficiente, ao contrário de indivíduos com IMC (Índice de Massa Corpórea) mais elevado, entrando mais uma vez na questão da individualidade biológica de cada um, bem como a quantidade de álcool consumida, como a de alimentos ingeridos. Tudo é importante e pode repercutir no ganho de gordura, aumentando a sua toxicidade no organismo.

Nesse sentido, conhecer o valor calórico do álcool e questionar a quantidade diária consumida devem fazer parte da avaliação nutricional, a fim de que esse importante dado seja considerado tanto no cálculo dietético para controle de peso, quanto para caracterizar a desnutrição.
Esclarecendo, não adianta ingerir destilados aterrorizando os fermentados, o álcool está presente da mesma maneira o que faz diferença é a quantidade ingerida e com que frequência.

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Exercícios para fazer em casa com o superband

Published

on

By

O acessório SuperBand ajuda a aumentar a variedade de exercícios para quem treina em casa. No vídeo a seguir temos alguns exemplos que vão ajudar a tonificar os músculos das pernas e dos glúteos.

A Super Band Forte da O’Neal é indicada para potencializar os treinos de força, velocidade e estabilização. São elásticos circulares de borracha de alta resistência. Podem trabalhar tanto a parte superior como a inferior do corpo. Existem 4 níveis de resistência e intensidade.

Ideal para ganho de força e estabilidade nos membros superiores e inferiores. Além de ser ótimo para exercício solo, é o melhor elástico extensor para exercícios em dupla, pois estica mais, facilitando os movimentos.

BENEFÍCIOS

  • Realização de alongamentos e fortalecimento muscular
  • Melhora a coordenação motora
  • Aprimora habilidades funcionais
  • Aumenta a mobilidade e flexibilidade
  • Reabilitação de lesões
  • Prevenção de recidivas de lesões
  • Uso pós cirúrgico
  • Treinamento esportivo
  • Fitness e condicionamento corporal
  • Tonificar e modelar seus braços e pernas

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Criando Abdômen Chapado, quebrando mitos e Montando um Planejamento

Published

on

By

Ter o Abdômen Chapado com certeza chama a atenção de muitas pessoas, mas… para conquista-lo você vai precisar se esforçar!

Para alcançar o abdômen tipo “six pack” e poder mostrar, no meu ponto de vista, existe apenas duas maneiras:

Primeira: a pessoa tem a genética de ectomorfo e ter um abdômen desses é algo supernormal, ou;

Segunda: a pessoa não é ectomorfo, mas cuida muito da alimentação e destrói todos os nossos treinos de Abdômen.

No entanto, tudo que sei é que para o segundo caso, principalmente, treinar muito e treinar de forma correta é fundamental!

E por isso, a minha primeira orientação é entender como funcionam os músculos do abdômen.

Em relação à divisão, os músculos do abdômen se dividem em:

  • Reto abdominal;
  • Oblíquo externo;
  • Oblíquo interno;
  • Transverso do Abdômen.

O reto abdominal que se localiza no centro do abdômen, tem a função de flexionar a coluna vertebral.

Os oblíquos que se localizam em cada lado do tronco, flexionam e giram a coluna vertebral.

Já, o Transverso do Abdômen protege a coluna vertebral.

Um abdômen forte é de extrema importância em todos os esportes, e na estética é o grande diferencial para aparência saudável.

         

Montando o Planejamento

 

No post de hoje, vamos abordar o treino de alta intensidade para construir o Abdômen Chapado, no entanto, para aproveitar o melhor dos exercícios que irei prescrever é importante dispensar alguns cuidados.

Por esse motivo, separei abaixo, algumas considerações que julgo serem importantes para a segurança e para o desenvolvimento muscular desta região.

 

Aquecimento

Sugiro uma 1 série de 30 repetições, sem carga, que será o aquecimento no Abdominal Máquina.

 

Isolamento

Separe dois para o Abdômen, afinal o foco aqui é dar atenção total para parte central do corpo.

 

Intervalo

O intervalo entre as séries é de no máximo 1 minuto.

Entre os aparelhos, será o tempo de desmontar o que foi utilizado e montar o que vai ser utilizado, em média 2 a 3 minutos.

 

TREINO PARA CRIAR ABDÔMEN CHAPADO

Abdominal Máquina (6X)
1 série de 30 repetições, sem carga, que será o aquecimento;

1 série de 15 com metade da carga que você utiliza;

4 séries do que conseguir realizar, não realizar menos que 6; repetições e nem mais do que 15, com o peso que você utiliza.

 

Elevação de Pernas em Suspensão (4X)
4 séries do que conseguir realizar.

 

Abdominal com Rotação (4X)
4 séries do que conseguir realizar.

 

Elevação de pernas com rotação em suspensão (4X)
4 séries do que conseguir realizar.

 

Para Finalizar

Que esse é um treino que mexe com grande parte dos músculos da região inferior, por isso é essencial que o execute no máximo duas vezes na semana.

Respeitando sempre o intervalo de dois dias entre as sessões de treinamento.

Lembre-se também de consultar um profissional da área de treinamento para analisar e ajustar o treino sugerido de acordo com suas necessidades.

Como mencionei acima, especialmente a região do abdômen pode se tornar volumosa caso consuma alimentos em excesso, principalmente carboidratos e açúcares, por isso, além de manter foco e disciplina nos treinos, cuide muito do que come.

Além disso, evite álcool e tabaco, para aumentar os níveis de saúde.

 

fonte: dicasdetreino.com

Comments

comments

Clique para Ler
Advertisement

Facebook

Mais Acessados