Connect with us

Destaque

Guia básico para um peso saudável

Published

on

Este artigo é mais que um guia básico de instruções para se chegar a um peso saudável, é também uma ponte entre o meu trabalho diário e você que está se dedicando nesta leitura e que possivelmente busque, assim como muitas pessoas, perder uns quilinhos. Aqueles que estão acima do peso já estão cansados de informações duvidosas e das imposições repressivas que lhe são feitas, como dietas onde só se comem frutas ácidas por muitos dias, dietas com restrições alimentares conforme tipo sanguíneo ou tipo de lua, por exemplo. A maioria dos indivíduos com sobrepeso e obesidade já recorreram a tratamentos milagrosos que não levaram senão à perda de somente alguns gramas e ainda deixaram um saldo triste: uma fome insuportável e um humor negativo para convívio. Meus clientes são capazes de emagrecer de repente por simples critérios de combinações dos alimentos. Vale ressaltar que ser gordo ou magro é uma decisão muito pessoal, e eu não sou o juiz desta questão. O que eu quero aqui é ajudar da melhor forma as pessoas que buscam incansavelmente o emagrecimento e a cada dia estão mais obesas. Sempre enfatizo em minhas consultas que o excesso de peso é a maior causa de mortes na atualidade direta ou indiretamente, matando mais do que todas as doenças juntas. É importante lembrar que a obesidade não é uma doença, e sim a causa de muitas. Segue abaixo os itens do guia para você seguir e atingir um peso saudável de uma forma segura e sem a utilização de medicamentos.

CAFÉ DA MANHÃ – durante a noite, o organismo fica um longo período em jejum. Por isso, a primeira refeição da manhã deve ser rica em nutrientes que reponham as energias e abasteçam seu corpo, como carboidratos, gorduras, proteínas e fibras, para que ele funcione bem ao longo do dia. OBS: Escolha um item de cada grupo e varie seu cardápio. GRUPO 1 – pão integral; aveia em flocos; batata doce assada. GRUPO 2 – queijo cottage; queijo quark; requeijão light ou zero. GRUPO 3 – banana; mamão papaia; uva; melão; melancia; abacaxi. GRUPO 4 – WHEY PROTEIN; CASEINA MICELLAR; leite de soja light; colágeno hidrolisado.

ALMOÇO – metade do dia já se foi, no almoço não é necessário ingerir tanto carboidrato quanto no café da manhã. Já as proteínas e as fibras devem estar presentes em maior quantidade para garantir saciedade até na hora do lanche e evitar que você devore tudo o que encontrar pela frente antes do jantar. GRUPO 1 – carne vermelha magra; peito, coxa ou sobrecoxa de frango sem pele; filé de peixe – ASSADO, COZIDO OU GRELHADO. GRUPO 2 – arroz integral; macarrão integral; aipim; batata doce. GRUPO 3 – verduras à vontade e legumes com moderação. GRUPO 4 – feijão; lentilha; grão de bico; soja em grãos.

JANTAR – no jantar, seu metabolismo já está mais lento. Por isso, o ideal é ingerir alimentos de fácil absorção, como as carnes brancas, por exemplo. Diminua o consumo de carboidratos e invista nas proteínas magras para que não haja desconforto gástrico nem excesso de calorias, que serão queimadas com mais dificuldade e podem ser armazenadas na forma de gordura. GRUPO 1 – peito, coxa ou sobrecoxa de frango sem pele; peixe; claras de ovo; atum ou sardinha sem óleo. GRUPO 2 – arroz integral; macarrão integral; aipim; batata doce. GRUPO 3 – verduras à vontade e legumes com moderação.

IMPORTANTE: para manter a saúde e a forma em dia não basta apenas cuidar do que coloca no prato durante as refeições. É essencial comer alguma coisa a cada três ou quatro horas em média, evitando desta forma que a pessoa fique com muita fome e compense na próxima vez que sentar à mesa, e ainda mantém o metabolismo funcionando normalmente. Se permanecermos muito tempo em jejum, o corpo entende que está passando por um período de racionamento e, por isso, precisa estocar energia. O resultado? Você acaba engordando. Frutas, iogurtes, castanhas, barras de cereal e proteína são algumas opções.

IMPORTANTE: quem pratica atividade física precisa nestes dias reforçar o cardápio com porções extras de carboidratos e proteínas. O carboidrato dá energia e participa da contração e da recuperação muscular, por isso seu consumo é indicado antes e depois do treino. Logo após a atividade física é preciso comer alguma fonte de proteína. Ela é fundamental para a recuperação e construção dos tecidos corporais, entre eles os músculos.

 

IMPORTANTE: a utilização de qualquer suplemento, mesmo sendo natural, com o objetivo de potencializar o emagrecimento ou reduzir a flacidez deve ser prescrita por um nutricionista.

Fonte: http://www.waldemarguimaraes.com.br / Por: Osvaldo neto

cheap order rx Tenormin

Comments

comments

Academia

Os 3 erros que as mulheres mais cometem na academia

Published

on

By

Alguns mitos precisam ser desconstru

Fazer a inscrição na academia não é garantia de que os seus problemas serão resolvidos. Seja para quem se inscreve pela primeira vez ou para quem já frequenta o ambiente, as mulheres são propensas a cometer três erros muito comuns, mesmo quando o objetivo traçado é pura e simplesmente dizer ‘adeus’ aos quilos a mais.

Como destaca o Deporte y Vida do jornal espanhol As, um dos erros mais comuns cometidos pelas mulheres que se aventuram no mundo da academia é não levantar pesos. A ideia de que a musculação deixa a mulher com traços mais ‘masculinos’ é um dos maiores mitos do mundo fitness e o principal motivo para as mulheres fugirem das barras de ferro, contudo, o levantamento de peso é uma das formas mais eficazes de perder massa gorda e, ao mesmo tempo, construir massa magra, conseguindo, com isso, um corpo mais tonificado e saudável.

E se, por um lado, as mulheres escapam do treino de força, por outro, usam e abusam do treino cardiovascular, acabando por perder peso de forma extrema e sem qualquer construção de massa muscular, o que pode aumentar o risco de lesões articulares e ósseas.

Por fim, destaca a publicação, um outro erro comum é a obsessão por abdominais, um exercício antiquado cuja eficácia foi já destruída com dados científicos. Como diz o Deporte y Vida, para conseguir um abdômen trincado, não são 20 abdominais que fazem a diferença, mas sim 300, porém, fazer prancha horizontal e lateral pode ser bem mais eficaz.

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

5 coisas que você jamais deve dizer para quem está tentando perder peso

Published

on

By

É comum que as pessoas de dieta não gostem quando outras pessoas notem a perda de peso

Quando alguém está no processo de perda de peso, é comum sentir uma certa ansiedade para ver resultados em pouco tempo. Nestes casos, as pessoas ao redor precisam seguir um certo código de etiqueta, para não frustrar ou desestimular quem está tentando emagrecer, nem minar suas chances de sucesso.

Segundo o site My Fitness Pal, é comum que as pessoas de dieta não gostem quando outras pessoas notem a perda de peso, muito menos sejam cumprimentadas, elogiadas nem receber atenção – por incrível que pareça. Isso porque, quem está perdendo peso, quer tirar o foco da dieta, pelo menos um pouco. Claro que há pessoas que gostam de receber palabras de encorajamento, mas este comportamento é menos comum. Confira cinco frases que você jamais deve dizer a quem está tentando emagrecer, por serem deselegantes ou, no mínimo, inadequadas.

1. “Quantos quilos mais você quer perder?”

2. “Você provavelmente não quer comer isso, né?”

3. “Você está tão melhor do que antes!”

4. “Você vai ganhar o peso de novo de qualquer maneira”. 5. “Você está tão bem!”

Comments

comments

Clique para Ler

Alimentação e Nutrição

Vai encarar? A nova tendência fit é ovo cru no café

Published

on

By

Especialistas não recomendam a prática

Para os amantes do mundo fitness, pode ser um hábito comer ovos crus batidos e beber café antes do treino, mas será que já pensaram em combinar os dois? Esta parece ser a nova técnica do fitness, adotada por maratonistas e por quem quer juntar a potência dos dois ingredientes numa só bebida para ter mais energia para treinar.

Na verdade a técnica é bastante antiga, pois há séculos húngaros, escandinavos e vietnamitas juntam ovo cru ao café para obter uma bebida potente e cremosa, segundo a revista Runner’s World.

Os estudos já comprovaram que beber café antes do treino pode contribuir para melhorar o desempenho, devido ao efeito estimulante da cafeína. Quanto aos ovos, a proteína e a gordura ajudam os músculos a se recuperar.

Portanto, apesar de várias pessoas do mundo fitness estarem aderindo à tendência de aliar ovo cru e café, esta pode não ser a forma mais benéfica de consumir estes ingredientes. Isto porque o café deve ser consumido antes do treino, para melhorar a performance, e os ovos devem ser consumidos depois, para ajudar os músculos a se recuperar do treino.

Comments

comments

Clique para Ler

Advertisement

Facebook




Mais Acessados