Connect with us

Destaque

A Influência dos Hormônios no Ganho de Massa Muscular

Published

on

A Influência dos Hormônios no Ganho de Massa MuscularPara alcançar um corpo bem definido, com muitos músculos e pouca gordura é essencial ter uma boa alimentação aliada a um bom programa de exercícios físicos. Além disso, o que influencia constantemente nos resultados, são os chamados hormônios anabólicos, que podemos citar entre eles: testosterona, hormônio do crescimento (GH), insulina. Vou citar abaixo algumas características de cada um.

A Testosterona
A testosterona é um hormônio encontrado em maior quantidade no sexo masculino. Esta ligada a outras funções no organismo, mas além de tudo, ao aumento de massa muscular, pois atua na síntese de proteína muscular, essencial para aumento de massa muscular e diminuição de gordura corporal, o que da a nítida diferença entre a silhueta masculina e feminina.
Normalmente as mulheres têm uma dificuldade maior em aumentar sua massa muscular, devido aos baixos níveis de testosterona.

Alguns fatores podem diminuir os níveis de testosterona:

  • Idade
  • Obesidade
  • Abuso de álcool e drogas
  • Stress
  • Alguns medicamentos
  • Overtraining
  • Falta de descanso/ sono
  • Hipertensão arterial e colesterol

Existem maneiras naturais de se aumentar o nível de testosterona, mas muitos praticantes de musculação recorrem aos famosos esteróides anabolizantes, que são os derivados sintéticos da testosterona, bastante conhecidos pelos seus efeitos colaterais quando mal administrados.

Maneiras naturais de se aumentar os níveis de testosterona:

  • Inclua em sua dieta fontes de vitaminas A, D e E.
  • Procure controlar os fatores citados anteriormente que diminuem os níveis de testosterona.
  • Alguns alimentos: peixes oleosos, ostras, banana, abacate.
  • Incorporar movimentos básicos que envolvem vários grupos musculares na tua rotina de treino. Os exercícios básicos (compostos) mostraram um papel importante nos níveis de testosterona.
  • Coma gorduras saudáveis: monosaturadas, ômega-3 e ômega-6 e poliinsaturadas.

A Insulina
A insulina é um hormônio polipeptídico anabólico que regula o metabolismo dos carboidratos e influencia a síntese de proteína, além da formação e do armazenamento de lipídios. A insulina facilita e aumenta o transporte de glicose e de aminoácidos para as células musculares e para os adipócitos, aumenta a síntese e armazenamento de proteínas celulares, de glicogênio no músculo e dos triglicerídeos nas células gordurosas, além de diminuir o catabolismo protéico.

Como utilizar a influência da insulina a seu favor:
Escolha corretamente os alimentos, consuma alimentos de baixo índice glicêmico durante o dia para a manutenção de energia constante na corrente sangüínea, evitando assim a oscilação dos níveis de insulina, o que pode causar rompantes de fome, armazenamento de gordura e hipoglicemia.

Já que o exercício tem efeito tampão sobre a insulina, você tem a possibilidade, durante o treino, fazer uso de bebidas de alto índice glicêmico (Gatorade, Marathon etc) para a produção de energia.
Pesquisas demonstram que até 90 minutos após o término dos exercícios o corpo tem uma extraordinária capacidade de absorver nutrientes. Nessa fase, elevar os níveis de insulina é bastante conveniente para que se possa aproveitar todo o seu efeito anabólico e anti-catabólico, ou seja, uma refeição altamente protéica, de pouca ou nenhuma gordura e rica em carboidrato.

Concluindo
Uma mudança na sua dieta, bem como o início de uma rotina de treino com peso, pode apresentar muitos efeitos positivos sobre o estado hormonal, incluindo melhorias nos níveis de produção de testosterona durante o repouso, aumento nos níveis de hormônio de crescimento, melhoria da capacidade cardiovascular e eficiência da insulina.

Referências
Cruzat V. F, et al. Hormônio do crescimento e exercício físico: considerações atuais. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas, vol. 44, n. 4, out./dez., 2008.
Pauli. J. R, ET al. Treinamento físico e administração de insulina: efeitos sobre o metabolismo de carboidratos e proteínas. Motriz, Rio Claro, v.9, n.2, p. 73 – 77, mai./ago. 2003.

Fonte: ganharpeso.info

cigarettes

Cialis online

Comments

comments

Alimentação e Nutrição

Restrição de açúcar ou gordura têm mesmo efeito na perda de peso

Published

on

By

As descobertas do estudo podem ter consequências importantes no mercado americano de perda de peso – avaliado em 66 bilhões de dólares

Os conselhos para perder peso costumam ser consumir menos carboidratos (e, portanto, açúcares), ou menos lipídios (gorduras). Mas qual a melhor opção? Um estudo publicado nesta terça-feira demonstra que nenhum é melhor que o outro.

Além disso, fatores como genética e o metabolismo de insulina tampouco são fundamentais para os resultados de uma dieta, segundo conclusões publicadas no Journal of the American Medical Association (Jama).

Essas descobertas podem ter consequências importantes no mercado americano de perda de peso – avaliado em 66 bilhões de dólares -, sobretudo na última tendência do setor: a dieta do DNA, que pretende determinar o melhor regime em função da genética individual.

“Todos escutamos histórias de um amigo que fez uma dieta que deu muito certo, e de outro que tentou o mesmo regime, mas não funcionou”, disse Christopher Gardner, professor de Medicina da Universidade de Stanford, na Califórnia.

“É porque todos somos diferentes e acabamos de começar a compreender as razões desta diversidade”, acrescentou.

Participaram do estudo 609 pessoas de entre 18 e 50 anos, 57% delas mulheres. Elas foram separadas em dois grupos ao acaso. Durante um ano, uma delas fez o regime de restrição de gordura, e o outro, o de açúcar.

Em média, cada pessoa perdeu cerca de 5,9 quilos nos dois grupos. Alguns perderam muito mais – até 27 quilos -, enquanto outros engordaram até 9 quilos.

Os cientistas não encontraram uma relação entre o regime realizado e uma perda de peso mais significativa.

“Não há uma diferença destacável na evolução de peso entre uma dieta equilibrada e leve em gorduras e uma dieta equilibrada leve em açúcares”, concluíram os pesquisadores.

“Uma parte dos genomas dos participantes foram sequenciados, o que permitiu aos cientistas buscar a presença de genes associados à produção de proteínas que modificam o metabolismo de carboidratos e lipídios”, segundo o relatório.

Os participantes ainda consumiram açúcar em jejum para medir a produção de insulina.

“Nenhum perfil genético e nenhuma secreção de insulina foram associador aos efeitos das dietas sobre a perda de peso”, concluíram.

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Sem investir em dieta, Jojo Todynho emagrece 12kg

Published

on

By

Sucesso no Brasil todo, Jojo Todynho está mais magra! Isso porque a famosa perdeu 12kg e, ao contrário do que se possa pensar, não perdeu tempo em dietas rigorosas ou exercícios intensos.

De acordo com informações do jornalista Leo Dias, do jornal O Dia, por conta do ritmo de shows, ela acabou eliminando esses quilinhos, ficando mais magra.

Ainda segundo a publicação, a cantora descobriu que estava com menos peso pouco antes do Baile da Vogue, realizado no início deste mês, quando precisou de ajustes no figurino que ficou largo.

Quer dietas para emagrecer? :

Dieta simples com o que você tem em casa para emagrecer rápido e saudável

Dieta Fitness: como temperar sua alimentação?

Dieta que emagreceu Glória Pires antes da novela tem 5 fases: veja regras e como seguir

CACHÊ DE JOJO TODYNHO DUPLICA

Jojo Todynho segue colhendo os frutos do sucesso da sua música Que Tiro Foi Esse. O hit, como se sabe, viralizou em todo o Brasil, após ser divulgado na internet em dezembro do ano passado.

De acordo com informações do jornal Extra, a cantora tem recebido um bom dinheiro para se apresentar em shows aparições. Antes, o seu cachê era estimado em cerca de R$5 mil, e, agora, já chega a custar R$30 mil.

A aposta de Jojo para o Carnaval já contabiliza mais de 110 milhões de visualizações no YouTube e os números não param de subir. Sucesso, né?

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Bolo de beterraba integral

Published

on

By

Como poucas pessoas têm liquidificador industrial (eu não tenho), não será possível bater de uma só vez essa massa, pois ficará pesada demais. Não fica muito bom bater só a beterraba e acrescentar depois a farinha e o açúcar, misturando apenas com as mãos. Se preferir coloque tudo na batedeira, após bater bem a beterraba com os ovos e o óleo no liquidificador e bata por uns 10 minutos. Se desejar, após a massa de beterraba estar bem batida (estará quase líquida), separe em duas partes e bata com metade da farinha e do açúcar de cada vez, depois misture tudo em uma tigela com o fermento. Pode ser servido com calda de chocolate, mas eu prefiro simples, pois se bem batida a massa, o bolo fica super fofo.

INGREDIENTES

  • 2 beterrabas grandes (cruas e com as cascas) picadas
  • 3 ovos inteiros
  • 1 xícara de açúcar mascavo e/ou demerara
  • 2 xícaras de farinha de trigo integral
  • 1 xícara de óleo (preferencialmente de abacate ou de coco)
  • 1 colher (sopa) de fermente em pó químico

MODO DE PREPARO

  1. Bata a beterraba com os ovos e o óleo no liquidificador até a massa ficar bem lisa e homogênea (pelo menos 5 minutos)
  2. Acrescente o açúcar e a farinha de trigo integral e bata por pelo menos mais 5 minutos
  3. Retire do liquidificador, acrescente o fermento e mexa devagar
  4. Coloque em uma forma média, untada e enfarinhada e leve ao forno preaquecido a 200ºC por cerca de 40 minutos

 

Summary
recipe image
Recipe Name
Bolo de beterraba fitness
Author Name
Published On
Preparation Time
Average Rating
51star1star1star1star1star Based on 1 Review(s)

Comments

comments

Clique para Ler
Advertisement

Facebook



Mais Acessados