whey protein
Destaque

Ioga ou Pilates?

Conheça as diferenças.

Você certamente já ouviu falar que Ioga e Pilates são duas maneiras de se exercitar e trazer benefícios ao corpo. As duas práticas têm em comum a promessa de fazer você se sentir melhor através do controle da respiração e da concentração em determinados movimentos e posturas. Mas você sabe qual a diferença entre uma e outra?

A Ioga e a sabedoria oriental

A Ioga baseia-se na sabedoria oriental segundo o qual existe um fluxo de energia que leva vitalidade ao corpo como um todo. Quanto mais livremente essa energia transita pelo corpo, mais saúde e energia você sente.

Acredita-se que as tensões físicas bloqueiam esse fluxo de energia e com o passar do tempo, as áreas de maior tensão do seu corpo podem se tornar rígidas e doloridas. Como grande parte das tensões físicas que sentimos está ligada àquilo que pensamos, um dos objetivos da Ioga é unir a mente ao corpo e espírito.

A Ioga é uma disciplina holística espiritual com origem em formas de meditação oriental. As posturas, ainda que condicionem o corpo, também visam atuar sobre a mente. Elas simbolizam o objetivo de viver a vida num estado equilibrado e sereno.Os adeptos da prática acreditam que a mente e o corpo são um só e se forem conduzidos de maneira correta, encontrarão harmonia e cura para muitos de seus males. Por isso, a Ioga é considerada também como terapia, pois faz com que o corpo fique naturalmente mais relaxado.

Uma das principais razões pela qual as pessoas começam a praticar Ioga é para sentir mais energia, paz e relaxamento proporcionados pelo controle da respiração e a execução de determinadas posturas e alongamentos.

O próprio peso do corpo é usado para criar resistência muscular e é preciso dedicar atenção também aos movimentos de mudanças de posturas.

Existem vários estilos de Ioga e a grande diferença entre eles está na ênfase dada a cada aspecto da prática. A Vinyaso Ioga, por exemplo, prioriza a coordenação entre respiração e movimento; já a Hatho Ioga tem como objetivo principal fortalecer o corpo, interna e externamente. Nenhum estilo pode ser considerado melhor que outro. O estilo a ser praticado é uma questão de necessidade ou preferência pessoal.

Pilates e o uso de aparelhos

A técnica do Pilates, por outro lado, é principalmente um condicionamento físico. O criador do método, Joseph Pilates, usou seus conhecimentos para ajudar soldados a se recuperarem de ferimentos de guerra.

Pilates desenvolveu máquinas com cabos e roldanas que ajudam o corpo a se manter em posturas que fortaleçam e alongam os músculos. Assim, além de uma completa série de exercícios no solo, a execução dos movimentos segundo o método, demanda o uso de aparelhos apropriados.

A ênfase dos exercícios do Pilates está em fortalecer o abdômen, melhorar a postura, estabilizar e fortalecer a espinha dorsal, melhorar o equilíbrio e, sobretudo a força.

A natureza de ser uma atividade de baixo impacto faz com que seja ideal para prevenir ou reabilitar distensões provocadas por exercícios com carga. A finalidade básica dessa prática é a concentração, o equilíbrio entre força e flexibilidade porque cria saúde e vigor para os grupos de músculos resultando num corpo esguio e forte.

Pilates X Ioga: a escolha é sua

O Pilates baseia-se em movimentos orientados por máquinas, sendo assim, a técnica se aproxima mais dos treinamentos com cargas do que com a Ioga, no sentido de que o corpo é trabalhado utilizando movimentos de resistência que objetivam também a aumentar os músculos. Porém, alguns movimentos realizados no solo se aproximam mesmo dos movimentos da Ioga, mas as ênfases são diferentes: o Pilates não envolve desenvolvimento espiritual.

A Ioga concentra-se mais no que sentimos ao nos relaxarmos e o Pilates está mais focado na força do corpo e em como ele se movimenta. Sendo assim, se seu objetivo é exercitar seu corpo enquanto acalma e domina sua mente, então Ioga é a sua opção. Se você está mais interessado em um sistema de condicionamento, ou se recuperando de alguma lesão, o melhor é praticar Pilates.

Outra solução é combinar as duas técnicas: enquanto a Ioga traz mais elasticidade ao corpo, o Pilates pode tornar seus efeitos mais duradouros. As técnicas respiratórias do Pilates e o aspecto meditativo da Ioga ajudam a aliviar o estresse da rotina diária. Ambos os métodos são eficazes e com a ajuda de um bom instrutor, certamente seu corpo se beneficiará.

Fonte: bbel.uol.com.br

Comments

comments

1 Comment

1 Comment

  1. Pedro Cademartori Jr

    10 de agosto de 2011 at 12:02

    Muito bem explicado, lembrando sempre que pilates é uma compilação entre a força e alongamento. Tendo diversos resultados benéficos ao corpo, também enfatizando que é uma ótima técnica tanto para condicionamento físio quanto para reabilitação.
    Muito obrigado!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top