Connect with us

Academia

Kelly Key mostra resultado drástico de treino 4 meses após parto: é seguro para todas?

Published

on

As fotos recentes da cantora Kelly Key em seu Instagram são chocantes. Apenas 4 meses após o nascimento de seu terceiro filho, Arthur, a cantora já ostenta um abdômen sarado, fruto de um treino de alta intensidade.

O feito impressiona ainda mais por ela estar amamentando exclusivamente o caçula da família. Será que atividade física intensa pode secar o leite ou prejudicar a recuperação da mulher? A seguir, especialistas comentam.

Treino de Kelly Key após a terceira gravidez

O personal trainer que acompanha a rotina fitness de Kelly Key há três anos, Rafael Moreira, orienta de perto a fase pós-parto da cantora e sua evolução na atividade física.

O profissional afirma que ele aposta em exercícios intervalados de alta intensidade, da sigla em inglês HIIT. Essa metodologia leva o corpo rapidamente à zona metabólica ideal para a queima de gordura.

Kelly Key fala sobre treino pós-parto e diz que já perdeu 11 kg

Projeto Baba Baby: Inspire-se na dieta de Kelly Key

Treino de glúteos da Kelly Key para endurecer e aumentar o bumbum

São exercícios feitos ao máximo da capacidade e com pouco tempo de recuperação entre eles, o que mantém a frequência cardíaca alta. Isso tudo acelera o metabolismo e faz o corpo continuar queimando calorias até 48 horas após o término do treino.

“Nessa nova etapa, em que a Kelly está cada vez com mais condicionamento físico, estou aumentando a duração dos exercícios e diminuindo os intervalos”, comenta o personal.

Pode fazer exercício enquanto ainda está amamentando?

A ginecologista e obstetra Heloisa Brudniewski afirma que não existe um tempo exato para voltar aos exercícios físicos após o parto. Isso depende muito se o nascimento do bebê foi normal ou cesárea.

“No primeiro caso, se a mulher não tiver nenhuma cicatriz, pode voltar aos exercícios 15 dias após o parto. No caso de quem optou pelo outro tipo de parto, entre 30 e 40 dias, por conta da cicatrização da barriga”, comenta a especialista, que frisa também a importância da individualidade e da consulta ao médico antes de iniciar qualquer atividade.

A intensidade com que esse exercício será feito depende, de novo, da individualidade de cada mãe. Por exemplo, se antes da gravidez ela já era ativa e tinha condicionamento físico, pode voltar já em ritmo pesado.

Cuidados importantes

“O exercício é benéfico tanto na gravidez, como depois dela, mas ele gera cansaço e é preciso ser feito com bom senso. Se essa mulher já tem um bom condicionamento físico, por todo um histórico de hábitos de vida, não terá problema algum em fazer atividades intensas”, pondera Heloisa.

Entretanto, a profissional da saúde diz que a mãe lactante não deve fazer nenhum tipo de restrição alimentar. “A dieta precisa ser rica em calorias, mais do que o habitual dessa mulher, para uma boa produção de leite. Ela não pode fazer jejum intermitente e nem ficar muito tempo sem comer”, diz.

E tão importante quanto apostar em um cardápio equilibrado é fazer uma hidratação excelente, além de dormir muito bem. “Se essa mãe estiver descansada e ainda assim tiver disposição para se exercitar, ótimo. Mas é preciso ser feito de uma forma saudável para ela, que dê prazer e não mais uma preocupação”, comenta Heloisa.

Outro ponto relevante no caso de Kelly Key, que malha de 4 a 5 vezes na semana mesmo amamentando, é o fato de elaestar no seu terceiro filho.

“Isso significa que muitos macetes que podem trazer dificuldades para mamães de primeira viagem, para ela já são mais banais. Com certeza a experiência conta nesse sentido. Ela já deve conseguir se organizar da melhor forma para aproveitar um tempo e se exercitar”, comenta Heloisa, que não acompanha a famosa.

Riscos

A ginecologista Maria Elisa diz que a dieta das lactantes precisa ser de alta qualidade. “Carboidratos, gorduras boas e proteína. Por isso, é interessante que aconteça também um acompanhamento nutricional, principalmente se a mulher deseja voltar aos exercícios”, diz.

“Se essa mãe não tiver a energia que precisa, ela pode ter queda importante da imunidade, ficar gripada ou doente e, em alguns casos, até passar isso para o bebê”, fala Maria Elisa.

Para mamães que antes da gravidez eram sedentárias e querem mudar de hábitos, as profissionais dizem que é recomendado, sim, se exercitar, mas é preciso ter bom senso e ouvir o próprio corpo. E que tudo seja feito de forma gradativa.

Comments

comments

Academia

10 exercícios para aumentar a sua bunda

Published

on

By

Em um formato diferente e descontraído vou demonstrar dez exercícios que gosto de passar para meus alunos de personal para ajudar na hipertrofia de pernas e glúteos.

Ideal para você que não consegue sair do lugar com os exercícios, veja só esse vídeo para alavancar e  crescer seus glúteos.

Confira mais treinos para bunda:

10 melhores exercícios para aumentar os glúteos

Bumbum na nuca: 4 exercícios para glúteos

4 dicas para otimizar o seu treino de glúteos

Summary
10 exercícios para aumentar a sua bunda
Article Name
10 exercícios para aumentar a sua bunda
Description
Ideal para você que não consegue sair do lugar com os exercícios, veja só esse vídeo para alavancar e  crescer seus glúteos.
Author

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Suplementos para ganho de massa muscular

Published

on

By

Não é de hoje que recebemos um bombardeio de informações sobre suplementação, seja pela internet ou até mesmo na academia, todos querem tomar suplementação, as vezes nem sabem pra que serve e qual é recomendado.

Muitas pessoas querem resultados rápidos, mais esquece que para ter um shape legal, precisa de tempo e dedicação, suplementos alimentares não fazem milagres, você precisa ter uma dieta balanceada junto para fazer efeito.

Acredito que você já ouviu falar nas palavras: whey protein, bcaa, creatina, etc,

uma vez que eles prometem resultados rápidos e satisfatórios. Entretanto, meu amigo, não é bem por aí que um iniciante na academia deve começar.

Primeiramente, é preciso entender que a suplementação serve apenas para complementar a sua dieta, ou seja, se não há dieta, os resultados serão limitados – e você só vai se frustrar e gastar dinheiro à toa.

Sempre procure orientação de um profissional na área, pois eles lhe irão ajudar a alcançar seus objetivos. E lembre-se  “Os suplementos são utilizados apenas para suprir uma necessidade. A partir do momento que um paciente, atleta, ou pessoa comum não consegue ingerir as suas necessidades energéticas calóricas e nutritivas, ela pode e deve suplementar”.

A combinação dos exercícios e dos suplementos é capaz de oferecer resultados rápidos e eficientes mesmo para as pessoas que estão começando a rotina de treino, no entanto, o ideal antes de suplementar é ser orientado por um especialista, pois o tipo de suplemento para seu caso e a dosagem correta tem que ser calculadas de acordo com cada caso.

WHEY PROTEIN

O whey ele é um suplemento composto pela proteína extraída do soro do leite no momento da fabricação do queijo. Dentre os seus principais benefícios estão: o aumento dos níveis de glutationa, que é a principal base de água antioxidante do corpo, auxílio no aumento de massa muscular, aumento da função do sistema imunitário e diminuição dos sintomas de excesso de treinamento.

O whey protein também auxilia na redução da gordura corporal por conter níveis muito baixos de gordura e estimular um aumento da massa muscular. Dessa forma, o organismo passa a usar a gordura corporal acumulada para promover a troca, isto é, eliminar a gordura ruim e substituir pela massa magra.

Existe diversos tipos de whey protein, os concentrados, os isolados e os hidrolisados.

BCAA

Esse é muito importante também, assim como o whey, ele é formado por três aminoácidos que o nosso organismo não consegue produzir: L-Valina, L-Leucina e L-Isoleucina. Por essa razão, ele é muito indicado como pré-treino.

Seus efeitos ajudam a diminuir as lesões musculares resultantes da prática esportiva, acelerando a recuperação muscular, estimulando a síntese de proteínas e reduzindo a fadiga. Além disso, ele também garante mais energia aos músculos durante o treino, o que pode se traduzir em séries mais intensas e um treino mais longo e produtivo.

TERMOGÊNICOS

Para quem deseja  queimar as calorias e as gorduras, focando na definição muscular os termogenicos conhecidos como queimadores de gordura, atua no organismo e transformam em energia as calorias provenientes da gordura corporal e da alimentação. Para isso, eles procuram manter o metabolismo acelerado, promovendo uma queima calórica maior ao longo do dia.

Além da suplementação de termogênicos, também é possível receber os mesmos benefícios através da alimentação. Isso porque alguns alimentos são considerados termogênicos, como a canela, chá verde, cebola, brócolis, entre outros.

CREATINA 

A creatina funciona através da saturação nos músculos, ou seja, quanto mais creatina você acumula nos músculos, mais efeitos positivos você vai notar. Para que isto aconteça você precisa tomar religiosamente de 3 a 5g de creatina todos os dias, caso tenha uma rotina de treino frequente. Ela fornece mais energia para os músculos e recuperar as micros lesões depois de intensos exercícios.

ATENÇÃO

“Hoje enfrentamos um bum de informação seja pelas mídias sociais ou até mesmo o marketing explicito de algumas marcas para tentar vender seus produtos. Isso gera um excesso de consumo da maioria dos suplementos para iniciantes, com aquela ideia de “quanto mais melhor”, porém isso sim é perigoso: o consumo em excesso, são nocivos à saúde.

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Personal das famosas ensina exercício que enrijece bumbum e combate celulite da coxa

Published

on

By

O personal trainer das famosas Marcio Lui indicou o treino de 3 minutos para tonificar o bumbum que indica às suas clientes quando elas estão sem tempo de ir à academia. Dentre os exercícios ensinados, existe um diferente que, além de ser muito eficaz para os glúteos, ainda trabalha abdômen e posterior de coxa.

Trata-se da elevação de quadril unilateral, que é realizada com uma das pernas estendida. De acordo com Lui, que treina celebridades como Sabrina Sato e Adriane Galisteu, o movimento está presente nos treinos de glúteos das celebridades e é ideal para quem não tem tempo ou não gosta de ir à academia, já que pode ser feito em qualquer lugar.

Exercício diferente para glúteo

Elevação de quadril unilateral

Para fazer o exercício, basta se deitar no chão com a barriga para cima, flexionar as pernas e, em seguida, esticar uma delas. Enquanto isso, apenas o calcanhar do outro pé deve ficar apoiado no chão.

Feito isso, levante e desça o quadril repetidas vezes e sem parar por 20 segundos. “Deixe só calcanhar apoiado no chão. Mantenha a ponta do pé para cima e levante bastante o quadril. Se você deixar o pé inteiro apoiado, não vai sentir tanto a parte posterior da perna”, explica Lui.

Ao terminar, troque as pernas e repita o mesmo movimento por mais 20 segundos.

Benefícios

Além de ser um ótimo exercício para deixar o bumbum durinho, a elevação de quadril unilateral ainda enrijece as coxas, melhora a flacidez, diminui a gordura na região e, consequentemente, combate a celulite presente não só nos glúteos como também na parte posterior das pernas.

Para tonificar a barriga, não esqueça de manter o abdômen contraído durante toda a execução do movimento.

Assista à demonstração do treino:

Comments

comments

Clique para Ler
Advertisement

Facebook



Mais Acessados