Connect with us

Academia

Marmita fitness da Karina Bacchi: famosa revela como não escorregar na dieta

Published

on

Karina Bacchi tem mostrado um corpo cada vez mais sarado nas redes sociais. A loira garante que é tudo fruto de muita dieta e rotina de exercícios, mas que, algumas vezes, a tentação de comer besteiras é grande. Em seu blog, Karina contou que, como fica muito fora de casa, sempre carrega uma marmita fitness. “São lanchinhos que evitam que eu coma gordura fora de fora”, explica.

Marmita fitness da Karina Bacchi

Uma fruta

Maçã é a escolha de Karina Bacchi para a marmita fit

Na foto, ela mostra uma maçã, que tem diversos benefícios: rica em água, ajuda a hidratar o corpo, ao mesmo tempo em que um componente de sua casca, chamado ácido ursólico, ajuda a queimar calorias e construir massa magra. No entanto, diabéticos e hipertensos devem ter cuidado com a maçã. Segundo o médico ortomolecular Dr. Wilson Rondó Jr., consumir a fruta em excesso pode elevar a insulina do sangue, por conta da frutose. Restrinja o consumo a duas vezes por semana.

Castanha-do-Pará

castaha-do-para-texto

Castanha-do-Pará é fonte de gorduras “boas”

Karina diz que o alimento garante saciedade e evita que ela tenha vontade de consumir bobagens. Oleaginosa rica em “gorduras do bem”, a Castanha-do-Pará é antioxidante e ajuda a turbinar o funcionamento das células. A semente também é fonte de proteínas e auxilia na manutenção da saúde dos ossos. Porém, atenção: a nutricionista Flavia Cyfer aconselha que você só compre aquelas que estiverem armazenadas no escuro e em temperaturas não muito altas, pois estas condições fazem com que a castanha perca seus benefícios. Fuja das de supermercado, que já estão sem as propriedades. Além disso, a semente deve ser consumida com moderação: o ideal é que se coma duas castanhas por dia, no máximo. Mais que isso, você corre o risco de engordar – já que o alimento é calórico – ou de ter intoxicação, por conta do selênio. Alguns casos de consumo exagerado de castanha-do-Pará podem até levar à morte.

Batata-doce

A batata-doce auxilia na construção de músculos

Karina conta que prepara o alimento só no forno, com um tempero leve, e que consome antes de treinar. A batata-doce é considerada um carboidrato saudável, por ter baixo índice glicêmico: isto é, ela equilibra os níveis de insulina no corpo, evitando o acúmulo de gordura e garantindo sensação de saciedade, de acordo com a nutricionista Paola Moreira. O consumo também não pode ser excessivo, ou o efeito será o contrário: você irá acabar engordando.

Porção de whey protein

whey-protein-porcao

O ideal é que o whey protein seja prescrito por um nutricionista

Karina diz tomar normalmente após o treino. O suplemento estimula o metabolismo, acelerando a perda de calorias e ajudando a construir músculos. Porém, não é recomendado ingerir o whey sem a recomendação de um nutricionista, já que cada um tem uma quantidade certa para seu organismo e deve tomar o suplemento em horários indicados pelo profissional. Além disso, há pessoas que podem ter intolerância à substância. Quem tem problemas renais e hepáticos também deve ficar longe deste alimento, segundo a nutricionista Daiana Mafort. O whey pode ser consumido com água ou leite, mas também entra em receitas que podem ser super saborosas, como o mingau proteico que a loira ensinou a preparar em seu Instagram.

Comments

comments

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Academia

Erros comuns quando se quer ter mais massa muscular

Published

on

By

Treinar é fundamental, mas é necessário ter peso e medida

Ter mais músculo não é apenas sinônimo de mais força, é também uma espécie de escudo protetor para a saúde em geral, beneficiando a saúde óssea, cardiovascular e ainda o sistema imunológico, que fica mais reforçado e capaz de combater a gordura indesejada.

O treino de força e a alimentação adequada – com uma especial atenção para a proteína – são dois dos aspectos que mais importância têm na hora de construir mais músculo de forma saudável, contudo, para que o aumento do músculo aconteça da forma mais correta é ainda importante apostar num processo gradual e também nos comportamentos mais certeiros.

Como explica o site Deporte y Vida do jornal espanhol As, existem alguns erros comuns na hora de ‘lutar’ por um aumento da massa muscular, erros esses que não só comprometem o sucesso, como podem mesmo colocar a saúde em risco. Veja quais são:

1 – Comer tudo e mais alguma coisa. Tem quem pense que o simples fato de treinar com regularidade permite comer tudo, mas não é bem assim, especialmente quando isso inclui mesmo tudo, até os alimentos menos saudáveis. Embora o corpo precise de combustível (proteína, carboidratos complexos e gordura saudável), é preciso ter atenção ao tipo de alimento,para que não se aumente a gordura e em vez da massa muscular.

2 – Não ter um objetivo definido. Treinar por treinar e comer por comer nunca dá bom resultado, especialmente quando o objetivo é ter um corpo mais tonificado e mais músculo. Para que isso seja possível, é necessário ter um plano de treino adequado (preferencialmente definido por um treinador) e também uma alimentação que vá ao encontro das necessidades e que assegure todos os nutrientes necessários;

3 – Treinar muito. Como já dissemos, o treino é fundamental, contudo, ter peso e medida é fundamental, pois o descanso é fundamental para a recuperação muscular e capacidade de ‘crescer’;

4 – Abusar nos pesos. O treino de força é aquele que mais trabalha os músculos, mas mais importante do que o peso usado é a técnica. Sabia que mais vale fazer mais repetições do que apostar tudo no peso máximo?;

5 – Não dormir o suficiente. O descanso é fundamental para os músculos recuperarem devidamente e parte desse descanso depende do sono.

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

10 estratégias para perder gordura nas pernas

Published

on

By

Tonificar as pernas é uma das tarefas mais difíceis do mundo fitness

Sejamos honestos, os dias de treino de pernas são um dos piores. Além de ser um dos mais dolorosos, é aquele em que para ver os resultados é preciso esperar semanas ou meses. As coxas são uma das regiões do corpo onde a gordura se aloja mais facilmente, mas mais dificilmente sai. A combinação de exercício físico com uma alimentação saudável e equilibrada é o caminho a seguir, mas é preciso fazer mais.

O site Eat This, Not That! mostra que perder gordura nas pernas é uma tarefa árdua, mas não impossível. Quer provas? Confira dez estratégias que ajudam a perder gordura na região:

1 – Beber café antes do treino, um hábito que não só dá mais energia para a prática de exercício como favorece ainda a capacidade do metabolismo queimar gordura;

2 – Trabalhar as pernas fazendo alguns exercícios de tonificação, colocando o peso do corpo apenas na parte da frente do pé;

3 – Agachamentos… sempre;

4 – Correr… mas subindo. Aumentar a inclinação é uma forma de aliar o exercício cardiovascular (corrida) à tonificação dos músculos das pernas.

5 – Aderir à prensa, procurando ajuda de um instrutor para saber qual o peso mais indicado a colocar;

6 – Fazer vários tipos de lunges, sejam estáticos, em andamento, com ou sem peso;

7 – Dizer ‘adeus’ ao sofá e aproveitar as noites para caminhar depois do jantar;

8 – Aumentar o consumo de cálcio, mineral que não só favorece os ossos, como melhora a formação de músculo;

9 – Apostar nos cítricos, alimentos ricos em vitamina C que travam os marcadores inflamatórios e, por isso, melhoram a presença de gordura acumulada;

10 – Quando o tempo para treinar é pouco, comece a praticar sprints.

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Nicole Bahls revela seus segredos para ter um ‘bumbum na nuca’

Published

on

By

Ostentando um corpo malhado, Nicole Bahls diz que não pega leve na academia. A assistente de palco do Ferdinando Show revela que pegou pesado para emagrecer 6 kg antes da atração e manter o corpo em forma. Para ostentar seu “bumbum na nuca”, Nicole compartilha alguns de seus segredinhos:

“Faço dieta equilibrada e academia. Muito agachamento. Uso quatro apoios e faço quatro repetições de 20, com 20 kg em cada perna. Mas é um pouco da minha genética também que ajuda”, conta Nicole à revista ‘Quem’.

Comments

comments

Clique para Ler

Advertisement

Facebook


Mais Acessados