Connect with us

Alimentação e Nutrição

Organize sua dieta, dizer que não tem tempo, não é desculpa!

Published

on

O grande desafio de muitas pessoas que recebemos email diariamente, é a falta de tempo, pois muitas delas tem o dia muito corrido, e com isso fica  restrito e curto o tempo para cozinhar, o qual é uma questão muito importante para  o sucesso da dieta, e com isso apelamos em lanches na rua, o que devemos comer?

Existe diversos restaurantes  “saudáveis” espalhados pela cidade, a onde você pode encontrar frango grelhado, saladas, legumes, arroz integral, etc. Mas sabemos como eles são preparados? Muitas vezes vemos esses alimentos acrescidos de sal, óleo e molhos prontos. Já vimos diversas vezes, para citar um exemplo, frango grelhado escorrendo óleo, está mais para frango frito do que grelhado né? Esses pequenos “desvios” inconscientes acabam comprometendo os resultados da dieta.

Não estamos dizendo aqui que você deve parar de comer em restaurantes, mas ter consciência do preparo de certos alimentos e não deixar ser enganado pelos falsos saudáveis, fique sempre atento ao o que você vai comer.

Para quem realmente quer seguir uma dieta a risca, o ideal é preparar suas próprias refeições, só assim você realmente sabe o que está comendo.

marmitas

O ideal é sempre carregar marmitas, mas a questão é!  e quem não tem tempo para isso? Sabemos que cozinhar e comer saudável toma muito tempo do nosso dia, mas existem algumas maneiras que podem otimizar o tempo.

Costumamos preparar as refeições do dia seguinte durante a noite. Para acelerar a produção o ideal é escolher 1 ou duas fontes de proteínas, assim como carboidratos e legumes.  Dessa forma, o tempo de preparação de 600g de carne moída é quase o mesmo para 200g de uma refeição apenas, por exemplo.

Se você tiver mais tempo e quiser variar o cardápio, ou então não tem tempo de cozinhar todos os dias a noite, pode aproveitar um dia livre, como sábado ou domingo, e preparar refeições para a semana toda. Dessa forma, separe as porções e mantenha-as congeladas, tire do congelador o que for usar no dia seguinte e deixe descongelando na geladeira. Pela manhã coloque na sua bolsa térmica e se preferir aqueça em um forno ou micro-ondas. Nós costumamos comer frio mesmo, hehe.

Como exemplo vou citar uma dieta.

Por dia..

–       1050g de carne ( podendo ser: peixe, frango ou carne vermelha magra pesado depois de pronto) – posso utilizar 4 ovos inteiros ou 8 claras para cada 100g.

–       200g de legumes cozidos

–       400g de carboidratos simples

–       400g de carboidratos complexos

Fora a suplementação: 60g de whey isolada + 60g de Paleo Protein + 2g de Vit C + 48g de BCAA + 12g de Glutamina.

brocolis-1600

Para isso preciso de apenas 2 panelas grandes. Em uma preparo a proteína (carne moída, ovos, frango ou peixe, temperados a gosto) e outra coloca os carboidratos (batata inglesa e batata doce), quando as batatas estiverem quase prontas, acrescento o brócolis. Depois de pronto, preciso apenas separar as porções em marmitas e deixar na geladeira. No dia seguinte, coloco tudo na bolsa térmica e não preciso me preocupar em prepara nada durante todo o dia, apenas comer nos horários certos.

 

Por uma questão cultural não costumamos comer proteínas nos lanches intermediários. Mas o corpo precisa de todos os nutrientes em todas as refeições, por isso muitos te olharão como se você fosse de outro planeta quanto te ver comendo carne ou ovo no lanche da manhã, rs.

Mais lembre-se, a dieta é onde você precisa focar primeiro, para ter  os resultados que deseja, faça marmitas, leve contigo a onde  precisar, e o principal, come no horário correto.

Comments

comments

Academia

Àlcool x Emagrecimento, você sabe qual é?

Published

on

By

Com a palavra Dr. Igor Curvina nutricionista da Clinica Corpo Perfeito.
Não é uma novidade que o consumo de álcool atrapalha o processo de emagrecimento, muitas pessoas preferem ignorar esse fato compensando com extremos na dieta ou na atividade física, deixando de ingerir calorias de nutrientes importantes que promovem o anabolismo e utilizando de excessos esportivos, mas seria mais fácil reduzir o consumo de alcoólico, não é?!
Na nutrição nada engorda e nada emagrece, tudo depende!!! O álcool em questão é prejudicial em quase todos os sentidos, tem 7 kcal/g e nenhum valor nutricional (isso já o define), mas aprofundando é metabolizado primariamente pela enzima hepática álcool desidrogenasse(ADH) percorrendo um caminho bioquímico que por final pode ser utilizada para a síntese de gordura, e esse é o problema!

Para cada grama de etanol metabolizado, são formadas 7,1 kcal/g, uma fonte energética considerável, comparando-se aos carboidratos (4 kcal/g), proteínas (4 kcal/g) e lipídios (9 kcal/g). Porém, acredita-se que pessoas habituadas a ingerir doses altas de álcool não seriam capazes de aproveitar toda sua caloria, uma vez que a via de metabolização utilizada nesses casos seria a SMOE (sistema microssomal de oxidação do etanol), apontando que nem todas as pessoas aproveitam as calorias do álcool da mesma maneira: as mais magras, tendem a não aproveitar suas calorias de forma eficiente, ao contrário de indivíduos com IMC (Índice de Massa Corpórea) mais elevado, entrando mais uma vez na questão da individualidade biológica de cada um, bem como a quantidade de álcool consumida, como a de alimentos ingeridos. Tudo é importante e pode repercutir no ganho de gordura, aumentando a sua toxicidade no organismo.

Nesse sentido, conhecer o valor calórico do álcool e questionar a quantidade diária consumida devem fazer parte da avaliação nutricional, a fim de que esse importante dado seja considerado tanto no cálculo dietético para controle de peso, quanto para caracterizar a desnutrição.
Esclarecendo, não adianta ingerir destilados aterrorizando os fermentados, o álcool está presente da mesma maneira o que faz diferença é a quantidade ingerida e com que frequência.

Comments

comments

Clique para Ler

Alimentação e Nutrição

Aprenda os passos para alcançar resultados definitivos no seu corpo

Published

on

By

Quer conseguir resultados definitivos no seu corpo? Então, anote a dica: é preciso ter autocontrole e a certeza de que irá alcançar as metas. Diante disso, foque nos quesitos abaixo:

1. Planejamento e Organização. Essas duas ações são fundamentais para o sucesso. É necessário organizar o horário do treino e preparar as refeições para não acontecer furos. Planeje-se de verdade e cumpra. Busque ajuda de profissionais que te orientem na prescrição dos exercícios e no cardápio alimentar.

2. Treino. Leve a sério a sua atividade física. Não falte por nada! Dê o seu máximo, faça valer a pena cada instante. Treino bom é aquele feito com qualidade. Priorize as valências como: amplitude, cadência, intensidade e intervalo de recuperação. Pense nisso! Busque ajuda de um professor qualificado.

3. Plano alimentar. Se não houver mudança no cardápio, fica difícil atingir metas. Sejam elas de emagrecimento ou ganho de massa muscular. A alimentação deve ser adequada pelo nutricionista de acordo com o objetivo. Por isso, é fundamental um plano individualizado que se adeque ao estilo de vida de cada um. Se não, você vai desistir no primeiro dia.

4. Motivação. O resultado e a satisfação vão fazer todo o esforço valer a pena. E quando se sentir desmotivado, não pense nas razões, simplesmente continue na rotina. Mantenha o treino e a alimentação. Seja forte!

5. Paciência e perseverança. Os resultados são proporcionais ao empenho. Quanto mais se dedicar, mais resultados positivos terá. Mostre para você mesmo o quanto é capaz!

Não crie desculpas para justificar a sua falta de disciplina e vontade. Seja otimista consigo mesmo!

Comments

comments

Clique para Ler

Alimentação e Nutrição

Afinal, tapioca engorda ou emagrece?

Published

on

By

A resposta para saber se a tapioca engorda ou emagrece é relativa, já que vai depender principalmente do modo de preparo e recheio da tapioca

tapioca virou mania entre milhares de brasileiras. Afinal de contas, é dito por ai que ela ajuda no emagrecimento. Mas será que a tapioca engorda ou é uma aliada para a perda de peso?  “A forma de preparo da massa e o recheio utilizado serão as peças-chaves para que ela seja aliada ou vilã do emagrecimento”, aponta Thais Souza, nutricionista do Mundo Verde.

A tapioca é feita com a fécula da mandioca, que é aquecida na frigideira e forma uma massa que pode ser recheada. “O principal macronutriente presente nesse alimento é o carboidrato, que após ser digerido, gera glicose, ou seja, se o consumo não for dosado, ela pode favorecer o ganho de peso”, alerta a nutricionista.

Tapioca engorda?

Como a goma possui alto índice glicêmico, que é a velocidade com que a glicose entra no organismo, este fator também pode ser responsável pelo ganho de peso. “O uso de recheios calóricos também aumentará esse risco. Principalmente quando algumas opções utilizadas são: leite condensado, doce de leite e geleias com açúcar”, afirma Thais.

Mas, mesmo assim, é possível emagrecer comendo tapioca. O ponto de partida é reduzir o índice glicêmico do alimento. “A maneira para isso é adicionar à goma, antes do preparo, algum alimento fonte de fibra, como semente de chia, de linhaça, farinha de banana verde, entre outros”, ensina Raisa Barragam, nutricionista clínica e infantil da Dieta Vitória, em Santos.

Outra boa ideia é preparar uma crepioca. “Basta incluir ovo à goma e fazer como uma panqueca”, conta Daniela Lasman, nutricionista da academia Bodytech, em São Paulo. Ao incluir boas fontes proteicas no preparo ou recheio da tapioca, é possível diminuir o índice glicêmico da preparação.

De olho no complemento

Como dito anteriormente, o que for colocado como recheio também pode contribuir para a tapioca engordar. Então, o ideal é recheá-la com ovos mexidos, banana com canela, geleias de frutas sem adição de açúcares, cottage, e outros elementos saudáveis.

Além disso, é bom saber que a tapioca deve ser consumida no café da manhã para dar mais energia e disposição para as atividades diárias. “É ainda uma opção de lanche pré-treino para dar mais gás para realizar o exercício físico, por ser boa fonte de carboidratos”, completa Thais.

Muitos benefícios

Com todas essas dicas, as chances da tapioca engordar são mínimas. E além de evitar o ganho de peso, o alimento também trará diversas benfeitorias ao corpo. Veja a lista:

  • Como é feita da goma de mandioca, a tapioca é considerada um alimento natural, pouco processada, com baixo teor de sódio e sem gordura;
  • É um carboidrato de rápida absorção e digestão, sendo uma ótima opção para um pré ou pós treino, por exemplo;
  • É de fácil preparo, sendo uma opção prática e rápida que ajuda muito na correria do dia a dia e que pode substituir pães, que costumam ter uma quantidade considerável de conservantes;
  • Não contém glúten, sendo uma opção também para pessoas com alergia (doença celíaca) ou mesmo com intolerância a este alimento.

Comments

comments

Clique para Ler
Advertisement

Facebook

Mais Acessados