Academia

Queimadores de Gordura: Será Perigoso o Seu Consumo, saiba tudo sobre ele ?

Embora se trate de produtos que são vendidos sem nenhuma prescrição médica, é importante realçar o facto de que a toma de queimadores de gordura pode estar associada a efeitos secundários com, por vezes, graves consequências para a nossa saúde.

Os queimadores de gordura, a solução ideal sem nenhum risco?

Para evitar as situações de risco, o melhor é mesmo dedicar alguns segundos à leitura do rótulo dos queimadores de gordura que encontramos cada vez mais frequentemente nas prateleiras dos supermercados. A composição deste tipo de produto deve ser analisada, sendo que inclui geralmente substâncias tais como efedrina, aspirina e cafeína, as quais são conhecidas por acelerar o nosso metabolismo e reduzir o apetite. Os queimadores de gordura parecem assim ser a solução ideal para quem pretende perder peso.

A efedrina, um perigo?

Não podemos, porém, esquecer-nos de que a efedrina – planta de origem chinesa também conhecida por mahuang, – uma das substâncias mais utilizadas na composição dos queimadores de gordura, é uma substância que provoca dependência nas pessoas que começam a tomar este tipo de suplementos. O nosso organismo habitua-se à efedrina se tomarmos esta substância de forma regular, ou se exagerarmos nas doses. Podemos, nestes casos, começar a sentir determinados efeitos secundários tais como, por exemplo, boca seca, enxaquecas e dores de cabeça, assim como ansiedade. Além disso, não reagimos todos de uma forma muito positiva à efedrina. Há quem possa sentir palpitações e alterações do ritmo cardíaco. A efedrina pode inclusive levar a um ataque cardíaco e à morte.

A L-Carnitina, outro perigo?

A L-Carnitina é outra das substâncias que integram a composição deste tipo de suplementos. São aparentemente vários os benefícios da L-Carnitina. Apesar de ser criada de forma natural pelo nosso organismo, é aconselhado por alguns tomar uma dose suplementar para melhor tirar partido das suas características, nomeadamente aquela que lhe permite transformar a gordura corporal muito mais facilmente em energia, evitando assim a sua acumulação.

Quais são os outros efeitos secundários dos queimadores de gordura?

Uma das recomendações mais importantes é respeitar a posologia indicada no frasco. Não aumente a dosagem, pensando que não existe nenhum risco associado. Além disso, caso sinta alguns dos efeitos secundários mencionados mais acima, deixe imediatamente de tomar o queimador de gorduras que escolheu. Tenha igualmente o cuidado de tomar este tipo de produtos logo pela manhã ou durante a tarde. Nunca tome nada antes de se deitar, e isto, porque poderia dar origem a um certo irrequietismo, impedindo-o(a) de dormir e levando-o(a) a estados de insónia.

Como já referimos anteriormente, é importante ler a composição de cada queimador de gorduras, e isto, também para despistar qualquer tipo de alergia que possamos ter. Existe, de facto, pessoas que são alérgicas a determinadas substâncias muitas vezes incluídas na fórmula deste género de produtos. Alguns queimadores de gordura podem ter consequências no nosso sistema nervoso, levando desta forma a períodos de irritabilidade e de instabilidade emocional. Em termos fisiológicos, podem também surgir problemas de intestinos e de estômago tais como a constipação, diarreia e dores abdominais.

Em vez de tomar produtos deste género, cuja eficácia nunca fui claramente estabelecida por estudos científicos, peça conselhos ao seu médico de família ou ao seu farmacêutico. Se o seu objectivo é perder peso e queimar gorduras, faça-o de forma natural. Seja mais activo(a). Pratique mais desporto. Acelere o seu metabolismo praticando uma actividade física – caminhar, correr, levantar pesos – durante, por exemplo, 40 minutos duas ou três vezes por semana. Ficará a ganhar mais em termos de saúde, tendo em conta que a prática de exercício físico lhe permitirá, além de perder peso e de queimar calorias, reforçar a sua estrutura muscular e óssea.

Confira: valkyrie-online.net/

Comments

comments

To Top