whey protein
Academia

Quer barriga chapada logo? Veja o que não comer e beber para murchar mais rápido

Quem está tentando emagrecer sabe bem que esta não é uma tarefa fácil, tampouco rápida. Exige força de vontade, esforço e paciência. Muitas vezes, mais difícil do que perder peso é eliminar a barriga saliente e, quando você nota que já teve um bom avanço no emagrecimento, ainda se sente insatisfeito com a indesejada “pochete”.

É preciso saber, no entanto, que certos alimentos contribuem diretamente para o estufamento desta área específica do corpo. Por isso, o nutrólogo Roberto Navarro lista quais devem ser cortados da dieta se o objetivo é conseguir murchar a barriga.

O médio ainda explica por que produtos destes grupos contribuem (e muito) para o acúmulo de gordura abdominal. E mais do que questão estética, eliminar gordura da barriga é importante para a saúde, já que a gordura localizada na região abdominal é a mais perigosa, uma vez que está diretamente relacionada a doenças cardiovasculares e também diabetes.

Deixar a barriga sarada em pouco tempo: corte esses alimentos

Doces

Doces são obviamente um dos maiores vilões da barriga lisinha por causa do açúcar presente neles. De acordo com o nutrólogo, quando o corpo não consegue queimar todo o açúcar consumido (revertendo-o em energia), ele estoca o excesso nos tecidos adiposos e daí surge a gordura localizada, que costuma incomodar bastante quando aparece na barriga, nos braços e no rosto.

Farinhas refinadas

O grande problema das farinhas refinadas (ou brancas) é que elas concentram muita quantidade de carboidrato e, diferente das integrais, não contêm fibras ou quaisquer outros nutrientes. Por isso, são chamadas “calorias vazias”.

O carboidrato quando digerido se transforma em glicose e tem exatamente o mesmo efeito do açúcar. Por isso, excesso de carboidrato é tão ruim quanto doces.

Para minimizar os efeitos, Navarro orienta trocar os refinados por alimentos integrais e nunca consumi-los em excesso. O carboidrato complexo é digerido mais lentamente pelo corpo, prolongando a saciedade e evitando picos de insulina, processo que favorece acúmulo de gordura.

Gordura trans (hidrogenada)

bolhachas-recheada-gordura-trans-0816-1400x800

A gordura trans consegue ser ainda pior que o açúcar para o organismo porque, de acordo com Navarro, não cumpre nenhuma função no nosso organismo. “Gordura trans é óleo hidrogenado, geralmente óleo de soja com hidrogênio, e serve só para conservá-lo mais, deixar os alimentos mais crocantes, é péssimo”, comenta o especialista.

Além disso, o nutrólogo ressalta que já existem estudos que apontam que a gordura trans é atraída para a região da barriga. Ou seja, quando consumida em excesso, o acúmulo de gordura é mais frequente na barriga do que em outras regiões do corpo.

Portanto, se o intuito é conseguir um abdômen lisinho, fuja de bolachas, pães e bolos recheados, salgadinhos de pacote, chantilly e margarina.

“A indústria de panificação usa muito gordura hidrogenada, que é um subtipo de gordura trans”, ressalta o nutrólogo.

Gordura saturada

Ela não é tão ruim quanto a gordura trans, mas, quando consumida em excesso, também vira ácido graxo e é estocada no corpo, causando um efeito que ninguém deseja: a temida gordura localizada.

“Temos sempre que pensar que todos temos os triglicerídeos que são formados por 3 moléculas de ácido graxo e uma molécula de glicose, então sempre que sobrar glicose ou ácido graxo, que é decorrente da gordura, vai existir a formação de triglicerídeos no tecido adiposo, que resulta em gordura acumulada no corpo”, detalha o nutrólogo ao falar sobre influência da má alimentação sobre o corpo.

Os triglicerídeos são fontes de reserva presente no tecido adiposo, que é comum em todos nós. O problema é quando o excesso de glicose e carboidratos aumenta muito esta reserva. Manteiga e embutidos são exemplos de produtos com gordura saturada.

Refrigerante

refrigerante-acucar-aumenta-barriga-0816-1400x800

Você acha que o refrigerante é vilão por causa do gás? Navarro explica que os refrigerantes como um todo não são bebidas saudáveis, mas que o grande problema está na grande quantidade de açúcar presente nele.

Álcool

O álcool é bastante calórico. Um copo de cerveja tem cerca de 150 calorias. Além disso, conforme os anos vão passando, o metabolismo vai ficando mais lento, e vai ficando mais difícil queimar calorias. O resultado disso são quilinhos a mais, que tendem a se concentrar na região abdominal.

Sucos industrializados

sucos-de-caixinha-0816-1400x800

Navarro explica que os sucos concentrados contêm frutose e que parte dela vira glicose durante a digestão. Ou seja, apesar de parecer saudável, você está consumindo nada mais do que açúcar.

Além de todos estes alimentos, existem vários fatores que atrapalham a perda de barriga. Junto com uma alimentação mais balanceada, tente também mudar alguns hábitos que podem estar prejudicando você de alcançar os seus objetivos, como o sedentarismo e a ingestão insuficiente de água e fibras.

Comments

comments

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top