Connect with us

Academia

Seis mitos comuns do fitness

Published

on

Os mitos nascem quando algo que não é verdadeiro é repetido continuadamente ao longo dos tempos. Existem mitos em muitas áreas e o fitness não foge à regra. Vamos averiguar alguns dos mitos mais comuns no fitness.

Mito nº 1: Para queimar mais gordura deve-se fazer exercício com o estômago vazio.

Um estudo científico demonstrou que o corpo queima praticamente a mesma quantidade de gordura independentemente de se comer ou não antes do exercício físico [*1].

A verdade é que após uma noite de sono, os músculos estão desprovidos de glicogénio, o “armazém” corporal de glicose. Os músculos necessitam de glicogénio para trabalhar mais e durante mais tempo, e o cérebro também precisa dele para o seu bom funcionamento.

Por esses motivos, sem a devida alimentação o indivíduo poderá não se exercitar tanto quanto caso se alimente, o que diminuirá a quantidade de calorias queimadas durante o treino.

Assim, o ideal é de manhã ingerir uma pequena quantidade de hidratos de carbono de rápida absorção – como uma banana ou uma fatia de pão – cerca de 30 minutos ou mais antes do exercício.

Mito nº 2: O tipo de sutiã que se usa não importa realmente.

No que respeita a roupas de fitness para mulheres, os sutiãs desportivos são extremamente importantes, porque ajudam a reduzir o desconforto e o risco de flacidez dos seios, que pode ser causada por danos nos ligamentos, tecidos e outras estruturas de suporte dos seios.

Para mulheres de peitos menos volumosos os sutiãs de compressão são uma óptima opção, pois achatam os seios contra o peito. Para aquelas que tiverem peitos mais volumosos o ideal será usarem sutiãs de encapsulamento, que fornecem um melhor suporte e encaixe para os seios.

Na escolha dos sutiãs desportivos convém certificar-se de que encaixam confortavelmente e permitem uma ventilação adequada para manter a pele fresca e seca.

Mito nº 3: Sentar por longos períodos não é mau para a saúde, no caso de quem faz exercício.

Resultados científicos preliminares indicam que longos e ininterruptos períodos de comportamento sedentário podem ser negativos para a saúde, mesmo quando se pratica actividade física regular [*2].

São ainda necessários mais estudos sobre este tema, mas o melhor é tentar ser o mais activo possível. Exemplos de o fazer são escolher as escadas em vez do elevador, um estacionamento mais longe da entrada do supermercado, etc.

Mito nº 4: Para perder peso deve-se comer apenas quando se tem fome.

Saltar refeições até ter sentir fome pode parecer correcto, como forma de ingerir menos calorias ao longo do dia. No entanto, as pessoas que o fazem têm uma maior propensão para engordar porque normalmente fazem piores escolhas de alimentos, ou comem demasiado nas poucas vezes em que o fazem.

Segundo o National Weight Control Registry, a ingestão pouco intervalada de alimentos saudáveis ao longo do dia é um factor importante para o sucesso. O pequeno-almoço é essencial, bem como ter refeições a cada 3 ou 4 horas. Assim consegue-se não só um equilíbrio alimentar como também uma maior propensão para praticar exercício físico.

Mito nº 5: Quanto mais se sua mais calorias se queima.

A transpiração é o processo através do qual o corpo procura manter a sua temperatura normal. Isto significa que começamos a transpirar quando o corpo armazena calor, pelo que o suar não significa necessariamente que se está a consumir mais calorias.

No que diz respeito à quantidade de calorias queimadas, o tempo e a intensidade do treino são o mais importante, por isso convém resistir à avaliação da eficácia do treino exclusivamente com base na quantidade de suor produzido.

Mito nº 6: Ser magro significa ser saudável e estar em forma.

Embora algumas pessoas tenham geneticamente a capacidade de manter um peso saudável, sem necessidade de praticarem exercício, ter um corpo magro não necessariamente protege alguém contra os riscos da má nutrição e de um estilo de vida sedentário.

Um estudo indicou que os indivíduos com um peso saudável que são inactivos têm maiores taxas de doença e mortalidade do que os obesos que praticam actividade física com regularidade [*3].

Trabalhar com um nutricionista e com um personal trainer é útil para melhor avaliar a composição corporal e planear uma correcta alimentação e prática de exercício.

_________________________________________________________________________________________

REFERÊNCIAS OU NOTAS:
[*1] – Schoenfeld, Brad (2011), Does Cardio After an Overnight Fast Maximize Fat Loss?, Strength & Conditioning Journal, Volume 33, 1, pp. 23-25 (LINK)
[*2] – ACE Fitness (2011), Daily Exercise May Not Be Enough to Offset Sedentary Lifestyles (LINK)
[*3] – Blair S. N., Brodney S. (1999), Effects of physical inactivity and obesity on morbidity and mortality: current evidence and research issues, Medical Science Sports Exercises, Novembro 1999;31(11):S646-62 (LINK)

Fonte: http://logon.prozis.com

Comments

comments

Academia

Diva Fitness dispara: “não é porque sou mãe que deixei de ser mulher”

Published

on

By

Gabi Lubies, Diva Fitness WBFF, fala sobre auto-estima, boa forma e beleza  após a maternidade, e afirma que não deixou de ser mulher porque tornou-se mãe

A mulher é sempre um símbolo da beleza, e tem de fato a sua auto-estima interior, que a faz cuidar de si, maquiar-se, e estar de bem com o corpo. Em sua maioria, as mulheres gostam de ser notadas e elogiadas, e isso as faz sentirem-se mais vivas, e mais de bem consigo mesmas. 

A Diva Fitness WBFF (World Beauty Fitness Fashion) Gabi Lubies acredita que mesmo após ter filhos, a mulher não precisa se anular, e pode sim cuidar de si: “Quando nasce uma criança, nasce uma mãe, mas não precisa morrer uma mulher. É comum que fiquemos nesse quadro de dedicação quase que exclusiva aos filhos durante muito tempo, e muitas vezes, acabamos esquecendo de nós mesmas e entrando no automático. Antes de sermos mãe, somos mulheres, e acho complicado e arriscado esquecer o que somos e até mesmo o que nos levou até ali”, comenta.

Gabi Lubies aponta que o instinto materno fala muito alto, acima dos interesses pessoais: “Estou pra ver a mulher que, consciente ou não, não tenha esquecido de si, ainda que só um pouquinho, depois da maternidade. Quando um bebê nasce, ficamos tão ligadas a ele que esquecemos de olhar para nós mesmas. No começo, acho até natural, afinal não sabemos como ser mãe e vamos aprendendo e vendo que somos capazes de criar e cuidar de uma criança dia após dia”. 

Para a Diva Fitness, cuidar de si não é sinônimo de ser uma mãe ruim: “respeito quem decide fazer isso, mas particularmente acho que existem outros caminhos e que não é isso que fará uma pessoa ser boa ou má mãe. Não posso jogar a culpa neles por eu ter que trabalhar pra sustentá-los, nem a responsabilidade por ter engordado pra gerá-los, nem a responsabilidade por não cuidar de mim, por não ir atrás dos meus sonhos, por não ter tempo, etc. Eu escolhi ser mãe, a responsabilidade é toda minha e não deles. Penso que quando cuido de mim, em especial da minha saúde, estou também, de algum modo, dando a eles a oportunidade de ter a mãe dos meus filhos na Terra por mais tempo”.

Gabi acredita que ser mãe só acrescenta à vida de uma mulher, e que forma física e estética são recuperáveis depois da gravidez, e que a mulher não precisa abdicar da auto-estima para ser mãe: “Sou exemplo vivo disso. Optei que seria mãe e que continuaria sendo uma mulher que buscaria a felicidade e realização pessoal, pois acredito que a maternidade não subtrai nada da mulher, ao contrário, ela soma. A maternidade não nos diminui, ela nos torna mais fortes, mais capazes. É só uma questão de canalizarmos todo esse potencial para sermos as mulheres que queremos ser”, conclui

Fotos de: Dan Galic / MF Press Global Por: Hebert Neri

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Bella Falconi esclarece o que pode te impedir de emagrecer em 2019

Published

on

By

A nutricionista e influenciadora digital Bella Falconi aponta os principais inimigos de uma vida mais saudável e meios de seguir rumo a melhor saúde e forma física

Bella sempre compartilha dicas com seus seguidores e leitores do blog para ter uma vida melhor, com mais saúde e qualidade de vida. A influenciadora esta semana trouxe dicas de como alcançar os objetivos no fitness e evitar a auto-sabotagem

Em seu blog no UOL (bellafalconi.blogosfera.uol.com.br) ela falou sobre como, de fato a pressa pode ser “inimiga da perfeição”, como diria o dito popular: “O problema em nossa era é que as pessoas buscam resultados “a jato”. Querem construir músculos densos e hipertrofiados em apenas 3 meses, querem alcançar um dígito de percentual de gordura corporal em 40 dias, e para isso submetem-se a loucuras”.

A pressa em obter resultados pode ser ainda mais prejudicial do que outros fatores na obtenção de maior qualidade de vida: “existe algo que pode ser tão ou mais prejudicial do que o sedentarismo e os maus hábitos alimentares: a pressa”. Bella afirma que isto pode, na verdade, causar frustração e impedir as pessoas de alcançarem seus objetivos no fitness e de manter um estilo de vida e dieta sustentável.

Como conselho para começar o ano já cumprindo aquela promessa de ano novo de emagrecer, Bella afirma: “independente das suas resoluções pessoais para o novo ano, uma dieta saudável e equilibrada sempre irá trazer benefícios: menos sal, açúcares e gorduras, e mais produtos frescos, vegetais e integrais são a fórmula infalível para emagrecer em 2019 e melhorar a saúde geral. E isto sempre tenho dito”.

Fotos de:  ReproduçãoPor: Hebert Neri

Leia o artigo original no UOL em: bellafalconi.blogosfera.uol.com.br

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Nilton Bala ensina treino de apenas 15 minutos para ter pernas e glúteos hipertrofiados

Published

on

By

Muitos praticantes de musculação e atividades físicas não gostam de treinar pernas, o chamado “leg day”. No entanto, estudos apontam que que os membros inferiores são de fundamental importância no processo de condicionamento físico global para a manutenção da performance de atletas ou de indivíduo comum.  

Nilton Bala, personal trainer das celebridades em Portugal, afirma que treinar membros inferiores é fundamental para o condicionamento físico: “um dos erros mais frequentes dos praticantes de treinamento resistido é focarem-se muito nos músculos mais apelativos, que saltam mais aos olhos, como é o caso do bíceps e dos peitorais, e deixarem os membros inferiores de lado, ocorrendo quase sempre uma assimetria muscular”, afirma. 

Com base nesta necessidade, Nilton Bala preparou um plano de treino simples e eficaz com duração máxima de apenas 15 minutos, para rentabilizar o vosso precioso tempo e deixar-vos com pernas fortes e musculadas.

Construa pernas fortes em 15 minutos apenas

A) Cadeira Extensora (Grupo Muscular Alvo: Quadríceps)

Este é o exercício que mais favorecerá o isolamento do quadríceps. O quadríceps é o músculo que forma a parte anterior da coxa, e é chamado assim porque é composto por 4 músculos que funcionam como um só. Você conseguirá maior acção do quadríceps se utilizar todo o arco do movimento. Realize o movimento explosivo na parte positiva do exercício e quando a articulação do joelho estiver totalmente estendida trave o movimento por um ou dois segundos e libere o peso na fase negativa controladamente.

B) Cadeira Flexora (Grupo Muscular Alvo: Bíceps Femural)

Este exercício trabalha um grupo de músculos localizados na parte posterior da coxa denominados flexores da perna. Deitado em decúbito ventral certifique-se de que a articulação do joelho esta trabalhando na mesma direção do prolongamento imaginário do eixo do aparelho o que permitirá que o seu joelho trabalhe livremente num movimento anatómico. Procure realizar o  movimento com máximo de amplitude

C) Agachamento com Barra no Suporte (Grupo Muscular Alvo: Quadríceps) 

Agache devagar aproximadamente um angulo de 90 graus. Retome a posição inicial, não deixe com que os joelhos ultrapassem a ponta dos pés e apoie a barra no trapézio e não no pescoço. Só agache pesado e a fundo se tiver confiança e treinamento suficiente.Preferencialmente realize o exercício dentro de um suporte que ampare a barra caso você falhe na hora do movimento.

D) Extensão de Pé em posição hortostática (Grupo Muscular Alvo: Gémeos)

Neste exercício os gémeos são activados preferencialmente. 

Cuidados Especiais.

1) Mantenha o quadril encaixado durante todo o curso do movimento

2) Mantenha os joelhos estendidos

Como executar

Estenda os pés até a posição mais superior possível e flexione controladamente até a posição mais inferior possível.

Faça a amplitude máxima do movimento em cada repetição

Realizar 4 passagens em forma de circuito de cada exercício, após a realização de cada volta descansar 60 segundos.

Exemplo:

1)Cadeira Extensora 

2)Cadeira Flexora

3)Agachamento com Barra

4)Gémeos em Posição Hortostática

Fotos de:  MF Press Global Por: Hebert Neri

Comments

comments

Clique para Ler
Advertisement

Facebook




Mais Acessados