Connect with us

Academia

Seis mitos comuns do fitness

Published

on

Os mitos nascem quando algo que não é verdadeiro é repetido continuadamente ao longo dos tempos. Existem mitos em muitas áreas e o fitness não foge à regra. Vamos averiguar alguns dos mitos mais comuns no fitness.

Mito nº 1: Para queimar mais gordura deve-se fazer exercício com o estômago vazio.

Um estudo científico demonstrou que o corpo queima praticamente a mesma quantidade de gordura independentemente de se comer ou não antes do exercício físico [*1].

A verdade é que após uma noite de sono, os músculos estão desprovidos de glicogénio, o “armazém” corporal de glicose. Os músculos necessitam de glicogénio para trabalhar mais e durante mais tempo, e o cérebro também precisa dele para o seu bom funcionamento.

Por esses motivos, sem a devida alimentação o indivíduo poderá não se exercitar tanto quanto caso se alimente, o que diminuirá a quantidade de calorias queimadas durante o treino.

Assim, o ideal é de manhã ingerir uma pequena quantidade de hidratos de carbono de rápida absorção – como uma banana ou uma fatia de pão – cerca de 30 minutos ou mais antes do exercício.

Mito nº 2: O tipo de sutiã que se usa não importa realmente.

No que respeita a roupas de fitness para mulheres, os sutiãs desportivos são extremamente importantes, porque ajudam a reduzir o desconforto e o risco de flacidez dos seios, que pode ser causada por danos nos ligamentos, tecidos e outras estruturas de suporte dos seios.

Para mulheres de peitos menos volumosos os sutiãs de compressão são uma óptima opção, pois achatam os seios contra o peito. Para aquelas que tiverem peitos mais volumosos o ideal será usarem sutiãs de encapsulamento, que fornecem um melhor suporte e encaixe para os seios.

Na escolha dos sutiãs desportivos convém certificar-se de que encaixam confortavelmente e permitem uma ventilação adequada para manter a pele fresca e seca.

Mito nº 3: Sentar por longos períodos não é mau para a saúde, no caso de quem faz exercício.

Resultados científicos preliminares indicam que longos e ininterruptos períodos de comportamento sedentário podem ser negativos para a saúde, mesmo quando se pratica actividade física regular [*2].

São ainda necessários mais estudos sobre este tema, mas o melhor é tentar ser o mais activo possível. Exemplos de o fazer são escolher as escadas em vez do elevador, um estacionamento mais longe da entrada do supermercado, etc.

Mito nº 4: Para perder peso deve-se comer apenas quando se tem fome.

Saltar refeições até ter sentir fome pode parecer correcto, como forma de ingerir menos calorias ao longo do dia. No entanto, as pessoas que o fazem têm uma maior propensão para engordar porque normalmente fazem piores escolhas de alimentos, ou comem demasiado nas poucas vezes em que o fazem.

Segundo o National Weight Control Registry, a ingestão pouco intervalada de alimentos saudáveis ao longo do dia é um factor importante para o sucesso. O pequeno-almoço é essencial, bem como ter refeições a cada 3 ou 4 horas. Assim consegue-se não só um equilíbrio alimentar como também uma maior propensão para praticar exercício físico.

Mito nº 5: Quanto mais se sua mais calorias se queima.

A transpiração é o processo através do qual o corpo procura manter a sua temperatura normal. Isto significa que começamos a transpirar quando o corpo armazena calor, pelo que o suar não significa necessariamente que se está a consumir mais calorias.

No que diz respeito à quantidade de calorias queimadas, o tempo e a intensidade do treino são o mais importante, por isso convém resistir à avaliação da eficácia do treino exclusivamente com base na quantidade de suor produzido.

Mito nº 6: Ser magro significa ser saudável e estar em forma.

Embora algumas pessoas tenham geneticamente a capacidade de manter um peso saudável, sem necessidade de praticarem exercício, ter um corpo magro não necessariamente protege alguém contra os riscos da má nutrição e de um estilo de vida sedentário.

Um estudo indicou que os indivíduos com um peso saudável que são inactivos têm maiores taxas de doença e mortalidade do que os obesos que praticam actividade física com regularidade [*3].

Trabalhar com um nutricionista e com um personal trainer é útil para melhor avaliar a composição corporal e planear uma correcta alimentação e prática de exercício.

_________________________________________________________________________________________

REFERÊNCIAS OU NOTAS:
[*1] – Schoenfeld, Brad (2011), Does Cardio After an Overnight Fast Maximize Fat Loss?, Strength & Conditioning Journal, Volume 33, 1, pp. 23-25 (LINK)
[*2] – ACE Fitness (2011), Daily Exercise May Not Be Enough to Offset Sedentary Lifestyles (LINK)
[*3] – Blair S. N., Brodney S. (1999), Effects of physical inactivity and obesity on morbidity and mortality: current evidence and research issues, Medical Science Sports Exercises, Novembro 1999;31(11):S646-62 (LINK)

Fonte: http://logon.prozis.com

Comments

comments

Academia

Calistenia: exercícios ajudam a esculpir o corpo

Published

on

By

Os chamados exercícios calistênicos, quando bem aplicados, podem secar a barriga e definir os músculos das penas

Pode ser que você ainda não tenha ligado o nome à modalidade, mas certamente já viu na internet aqueles vídeos em que as pessoas fazem exercícios utilizando apenas o peso do próprio corpo, se apoiando em barras, bancos e demais superfícies disponíveis. Isto é o que se pode chamar de calistenia, ou exercícios calistênicos.
Apesar de estar na moda atualmente, foi considerada por muito tempo como método ultrapassado e sem eficiência. O certo é que ela nunca deixou de fazer parte do treinamento militar e vem se tornando cada vez mais popular por causa do crescimento da moda Crossfit.
Para o personal trainer Evandro Marques, o sucesso dos exercícios calistênicos não é atoa. “Além de gerar um stress muscular mais elevado, eles ainda ajudam a melhorar consideravelmente sua percepção corporal”, afirma, lembrando que é preciso sempre ter atenção à forma de incluí-los na rotina de treinos.

Calistenia para mulheres

No caso das mulheres, o intuito é principalmente secar a barriga e tornear os músculos das pernas, mantendo assim o corpo mais esculpido. “Os resultados obtidos são muito satisfatórios, lembrando que é preciso manter uma alimentação balanceada e disciplina, como em qualquer outra atividade”, destaca o especialista.
A maior vantagem dos exercícios calistênicos é que eles podem ser feitos tanto em casa quanto nos parques, praças ou academias que ofereçam a modalidade. “Eles podem ser desenvolvidos individualmente ou em grupo, mas sempre com a supervisão de um profissional capacitado, pois os riscos de lesões quando se está começando são ainda mais elevados”, ressalta o personal.
O especialista lembra ainda que para obter os melhores resultados é imprescindível que a aplicação dos movimentos seja feita de maneira correta. “Os treinos podem durar entre 20 minutos e uma hora, dependendo do nível físico da pessoa e dos resultados que ela pretende atingir”, destaca.

Para começar a praticar

Se você se interessou pela modalidade é importante saber que é preciso preparo físico antes começar os exercícios. “Quem leva uma vida mais sedentária precisa começar com exercícios de fortalecimento principalmente dos braços, como flexão, agachamento, barra fixa e prancha. O objetivo é preparar o corpo para suportar o próprio peso, o que é fundamental para qualquer pessoa, mesmo quem não quer fazer exercícios de calistenia”, explica Evandro Marques.
Já para quem pratica regularmente atividades físicas é possível ir testando o corpo com versões mais complexas da modalidade, entre elas a bandeira humana, no qual se levanta o corpo na horizontal se apoiando apenas com as mãos em uma barra vertical, a parada de mão (bananeira), entre outros.

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Treino completo para construir Glúteos de Aço

Published

on

By

As mulheres adoram glúteos grandes, quem não gosta? o treino que se procura nas academias é para bumbum .

Os glúteos são o grupo muscular mais pedido pelas mulheres, já trabalhamos ele de uma forma muito mais intensa no treino de pernas.

Nesse momento iremos trabalhar de forma uniarticular o glúteo, vamos ao treino para poder deixar o glúteo como muitos pedem: “glúteos de aço”,“grande”, “em pé”, “redondo”, “bumbum na nuca”, entre outros comentários na sala de musculação.

Confira mais:

10 melhores exercícios para aumentar os glúteos

Novo exercício para glúteos da mulher que virou referência em treinos para o bumbum

4 dicas para otimizar o seu treino de glúteos

Vou explicar aqui a minha linha de pensamento para a execução dos exercícios, o que é o principal para que você atinja os resultados que o treino promete: todos os exercícios partem da posição que encontramos no estudo da anatomia.

Tornozelo, joelho e quadril na mesma linha:

Exercícios e organização do Treino

 

TREINO 1

  • Glúteo 4 apoios Pernas Flexionadas (no chão);
  • Glúteo 4 apoios Pernas Estendidas (no chão);
  • Glúteo cabo;
  • Elevação Pélvica (no chão).

 

OBS. Apenas 1 treino de Glúteo por semana.

 

Estruturação da Rotina

 

Nessa estrutura o ideal é que treine glúteo um dai após o TREINO 1 de pernas onde foi feito o Agachamento Livre, lembrando, APENAS 1 x na semana.

 

Junto com Agachamento Livre
1º semana Treino 1
2º semana Treino 1
3º semana Treino 1
4º semana Treino 1
5º semana Treino 1
6º semana Treino 1
7º semana Treino 1
8º semana Treino 1
9º semana Treino 1

 

Séries / Repetições / Tempo de Descanso

Todos os exercícios estão organizados em 4 séries com um objetivo máximo de 15 repetições. Caso atinja esse máximo, a carga pode ser aumentada.

Exemplo do Treinamento com objetivo máximo de 15 repetições:

  1. Monto o aparelho com a carga que uso normalmente;
  2. Realizo a primeira série de 15 repetições, descanso 30 segundos;
  3. Realizo a segunda série com a mesma carga, descanso 1 minuto se eu não conseguir realizar 15 repetições. Caso realize 15 repetições, o descanso é o tempo de aumentar o peso;
  4. Realizo a terceira série, descanso 1 minuto se eu não conseguir realizar 15 repetições. Caso realize 15 repetições, o descanso é o tempo de aumentar o peso;
  5. Realizo a quarta série.

 

Observações

Esse é um treino pesado que vai exigir uma musculatura madura, peça ajuda ao seu professor para evitar lesões ou para adaptar da melhor forma a sua necessidade.

Seguindo este roteiro de treino de forma regrada com a supervisão do seu treinador, com certeza os resultados serão visíveis antes mesmo do final da última semana.

É importante lembrar que a suplementação precisa ser adequada ao objetivo especifico que é a Hipertrofia Muscular, aliando a orientação de um nutricionista para equilibrar a alimentação.

E por último, mas não menos importante, o descanso noturno adequado é fundamental para recuperação dos músculos nesse período.

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

10 exercícios para aumentar a sua bunda

Published

on

By

Em um formato diferente e descontraído vou demonstrar dez exercícios que gosto de passar para meus alunos de personal para ajudar na hipertrofia de pernas e glúteos.

Ideal para você que não consegue sair do lugar com os exercícios, veja só esse vídeo para alavancar e  crescer seus glúteos.

Confira mais treinos para bunda:

10 melhores exercícios para aumentar os glúteos

Bumbum na nuca: 4 exercícios para glúteos

4 dicas para otimizar o seu treino de glúteos

Summary
10 exercícios para aumentar a sua bunda
Article Name
10 exercícios para aumentar a sua bunda
Description
Ideal para você que não consegue sair do lugar com os exercícios, veja só esse vídeo para alavancar e  crescer seus glúteos.
Author

Comments

comments

Clique para Ler
Advertisement

Facebook



Mais Acessados