emagrecer
Destaque

Suplementação: será que uso adequadamente?

Suplementação é um tema sempre muito polêmico e que envolve diversas variáveis que devem ser analisadas e discutidas para que haja uma conclusão final sobre o assunto. Sabemos que existem uma variedade enorme de suplementos, com utilidades e proposições diferentes, contudo são poucos que realmente possuem espaço e utilidade na rotina de grande parte das pessoas e que ainda assim devem ser pensados e estruturados individualmente. Sendo assim,este texto possui a finalidade de clarear as idéias de um modo geral sobre o tema, para que haja um melhor entendimento sobre o verdadeiro papel que a suplementação possui.

A maioria dos praticantes de atividade física, além de estarem em busca de uma melhor condição de saúde, também visam melhores resultados estéticos, o que envolve tanto o ganho de massa muscular quanto a perda de gordura corporal. Muitas vezes, há uma busca incessante por métodos que facilitem o alcance desses objetivos de maneira mais rápida, o que envolve na maioria dos casos o uso de suplementos alimentares. Entretanto, é muito comum as pessoas utilizarem muito mais suplementos do que realmente necessitam, pelo fato de não estarem estruturados da maneira adequada coma dieta e a demanda de treino daquele indivíduo. Tal prática além de gerar gastos desnecessários, também podem resultar em efeitos negativos, como o acúmulo de gordura corporal.O ponto ao qual estou querendo chegar é que a suplementação deve ser utilizada para suprir as demandas metabólicas geradas pelo treino e de modo complementar a dieta daquele indivíduo, ou seja, preencher pontos específicos da alimentação que estão deficientes ou utilizada de modo estratégico na composição de algumas refeições em associação com outros alimentos, o que leva em consideração também outras questões específicas de cada indivíduo.

Sendo assim, a eficácia do uso de suplementos está associada diretamente ao treinamento e a alimentação. De nada adianta ir para a academia mais para conversar do que treinar efetivamente e ter uma alimentação mal elaborada e acreditar que o seu termogênico ou o seu shake pós-treino é que farão a diferença na busca dos seus resultados.

Falando de modo mais específico sobre a utilização de shakes pós-treino e o processo de hipertrofia muscular, muitas pessoas não sabem, mas a famosa “Janela de Oportunidades” não se resume apenas a um momento mais propício para o processo recuperativo que se inicia algumas horas após o treinamento, mas segundo alguns estudos ela pode durar por um período de até 48 ou 72horas. Portanto, a eficácia do processo de recuperação e conseqüentemente do de hipertrofia muscular dependerá de tudo o que é feito e disponibilizado ao nosso organismo dentro desse período, o que não torna a utilização de shakes pós-treino o fator determinante nesse quesito, mas sim uma ferramenta importante que pode ser utilizada em situações específicas.

Existem vários outros pontos importantes que gostaria de aprofundar melhor sobre assunto, mas o objetivo principal desse texto é fazer com que as pessoas possam ter em mente que a base para o sucesso, independente do objetivo, será a estruturação e conexão entre o treinamento e a alimentação. A intensidade, a freqüência e a periodização adequada do treinamento em associação com uma alimentação bem estruturada, ou seja, que seja capaz de fornecer não só os carboidratos, lipídeos e proteínas em proporções e quantidades adequadas, mas também as vitaminas e minerais,são fatores fundamentais para a ocorrência de forma adequada e eficaz desses e outros processos do nosso organismo. Portanto, antes de pensar na utilização de suplementos, certifique-se de que todo o resto está sendo feito adequadamente. De preferência, procure a ajuda de um profissional que possa te orientar em ambos os quesitos, para que seus objetivos possam ser alcançados sem gastos ou práticas desnecessárias.

Por: Hugo Camparotto / Santa Helena

Comments

comments

To Top