Connect with us

Destaque

Suplementos para melhorar o rendimento físico na corrida

Published

on

As melhores dicas de suplementos alimentares para melhorar seu rendimento físico ao correr

Correr é uma excelente forma de queimar calorias, trabalhar o sistema cardiorrespiratório e de tonificar e dar forma às pernas e glúteos. A corrida é perfeita não só como um esporte independente, mas também para quem quer uma atividade aeróbica complementar a outros esportes. O preparo na corrida é essencial. Não tenha vergonha de parar para dar uma respirada, tomar um fôlego, dar uma esticada e dar uma bela descansada antes de voltar para o ritmo intenso da corrida.

Nos meses mais quentes do verão, quando o calor é intenso, o corpo acaba perdendo bastante líquido. Por isso, é importante beber bastante água, além de recorrer aos suplementos alimentares para repor a perda de eletrólitos, que têm em sua composição alguns componentes como: sódio, potássio, cálcio, magnésio, cloro, bicarbonato, fosfato e sulfato. Os suplementos alimentares não vão apenas repor os eletrólitos, mas também vão fornecer os nutrientes dos quais o corpo precisa para ter energia para correr. Lembre-se de que a demanda de energia desse esporte é muito grande.

Suplementação indicada para a prática de corridas

Sports Drinks: O corredor precisa de uma alimentação rica em carboidratos para ter energia e ir bem até o fim da corrida. Carboidratos e eletrólitos são os principais nutrientes que o corpo precisa para manter um alto padrão de energia e permanecer firme até a parte final do trajeto. Os sports drinks são uma importante fonte de carboidratos e eletrólitos. A corrida é uma atividade física que exige bastante e o corpo acaba perdendo muito líquido. O suor que evapora pela pele contém uma variedade de eletrólitos. Estes têm em sua composição alguns componentes como: sódio, potássio, cálcio, magnésio, cloro, bicarbonato, fosfato e sulfato. Os eletrólitos, especialmente sódio e potássio, presentes em sports drinks são muito importantes especialmente com relação à reidratação do corredor.

Multivitamínicos: A movimentação durante uma corrida é muito intensa, o que significa que você perde vitaminas e minerais muito rapidamente. É importante que o suplemento seja rico em vitamina C, vitamina E, zinco e vitamina B. As vitaminas C e E tem propriedades antioxidantes que ajudam manter o sistema imunológico fortalecido. O zinco é importante para manter os níveis de produção de hormônios de suporte para o músculo. As vitaminas do complexo B ajudam na construção de novos tecidos musculares e a amenizar perda de tecidos musculares durante longos períodos de atividade física. O multivitamínico também ajudará no reparo de músculos danificados e cansados após uma longa corrida. Quanto mais rápida for a sua recuperação, melhor será seu desempenho na corrida seguinte.

Glutamina: É usada pelo corpo para a manutenção de um sistema imunológico fortalecido. A glutamina promove o ganho de massa muscular e é excelente também para a recuperação muscular depois da corrida. É importante ganhar massa e fortalecer os músculos para correr cada vez mais rápido, além de ajudar a amenizar os riscos de lesões. A glutamina supre as necessidades que o corpo tem de aminoácidos, que são necessários para preservar a massa muscular e manter o sistema imunológico fortalecido. Músculos fortalecidos geram a força que você precisa para correr mais rápido e ganhar dos outros competidores, além de perder muito mais calorias.

Termogênicos: É importante para o corredor manter uma boa forma física para ter um melhor desempenho no esporte. À medida que o desempenho do atleta melhora, os resultados estéticos e para a saúde aparecem mais. Mas, para ter um bom desempenho, é preciso estar no peso ideal. Os termogênicos ajudam na perda de peso. A ação termogênica significa transformar as calorias provenientes da gordura corporal e da alimentação em energia. É interessante para os corredores utilizarem a suplementação dos termogênicos para auxiliar na perda de gordura e manutenção do peso. Os termogênicos mantêm seu metabolismo acelerado para que você queime mais calorias ao longo do dia. Os termogênicos ajudam o seu corpo a queimar calorias, especialmente as provenientes da gordura, como fonte de energia.

Whey protein: É a principal fonte de proteínas que existe no mercado e é essencial para todos os esportistas. As proteínas são sinônimo de ganho e manutenção de massa muscular. Whey protein é a fonte de proteínas de maior valor biológico que existe, ajuda no crescimento de massa muscular e é importante também na recuperação muscular. Assim, ela pode ser usada tanto antes como depois da corrida. O aumento de massa muscular ajuda o corredor a ganhar mais resistência física, o que o faz suportar o ritmo da corrida por mais tempo.

Antioxidantes: Ajudam na manutenção de um sistema imunológico forte, assegurando o andamento e o progresso do seu treinamento. Os antioxidantes ajudam a amenizar a ação dos radicais livres. Estes agem no organismo, reduzindo a carga energética do seu corpo. Os radicais livres reagem com algumas substâncias químicas no corpo e acabam interferindo com a habilidade da célula de funcionar normalmente.

Barras protéicas: São excelentes para substituir lanches e evitar o catabolismo (quebra de músculos). Podem ser ingeridas antes, durante ou após a corrida, pois são muito práticas e fáceis de carregar. Afinal, é importante fazer uma refeição de 3 em 3 horas. E a hora em que você estiver correndo pode ser a hora de fazer uma refeição. As barras de proteínas são saborosas e uma excelente fonte de proteínas, essenciais para o crescimento muscular.

Benefícios

  • Pode ser praticado por homens, mulheres, jovens e idosos. Cada um dentro das suas capacidades e limitações.
  • Melhora o ânimo, você fica bem mais disposto.
  • Sensação de bem-estar.
  • Melhora a capacidade de controlar o peso do corpo.
  • Rigoroso exercício cardiovascular.
  • Baixa a pressão do sangue, mantendo a elasticidade das artérias.
  • Potencializa a capacidade do pulmão. Quando respiramos fundo, durante a corrida, forçamos o pulmão a usar mais tecido.
  • Faz bem para o coração, e ajuda na prevenção de ataques cardíacos.
  • Gasto calórico de 600 a 800 Kcal/hora.

Riscos / Cuidados

  • O corredor está sujeito a lesões musculares e nas articulações dos membros inferiores – como panturrilha, sola do pé e calcanhar.
  • Praticar a corrida em um ritmo forte aumenta os riscos para a saúde. A freqüência cardíaca não deve ultrapassar de 75% a 80% acima do normal.
  • Antes da corrida, fazer pelo menos 10 minutos de alongamento. Evita dores musculares, possibilidades de lesão e estiramentos musculares.
  • Durante a corrida nosso corpo perde muito líquido, portanto é fundamental se hidratar. Beba até 330 ml de água antes da corrida. Depois da corrida beba água à vontade.

Principais grupamentos musculares utilizados durante a corrida

  • Glúteos.
  • Quadríceps.
  • Panturrilha.

Dicas para um melhor rendimento físico durante a corrida

  • Iniciantes devem começar bem devagar, não devem forçar muito o ritmo. Mas uma regra é para todos: sempre quando começar a corrida, vá com um ritmo mais moderado, aumentando o ritmo aos poucos até chegar ao ápice.
  • É importante controlar a respiração. Não tenha vergonha de andar se não estiver agüentando o ritmo. Ande um pouco, respire fundo para armazenar bastante fôlego e prosseguir com o resto da corrida.
  • Quando estiver chegando ao fim da corrida, procure sempre baixar o ritmo aos poucos. É importante não baixar tão depressa os batimentos cardíacos quando você parar de correr.

Fonte: planetadocorpo.com

Comments

comments

Alimentação e Nutrição

Afinal, tapioca engorda ou emagrece?

Published

on

By

A resposta para saber se a tapioca engorda ou emagrece é relativa, já que vai depender principalmente do modo de preparo e recheio da tapioca

tapioca virou mania entre milhares de brasileiras. Afinal de contas, é dito por ai que ela ajuda no emagrecimento. Mas será que a tapioca engorda ou é uma aliada para a perda de peso?  “A forma de preparo da massa e o recheio utilizado serão as peças-chaves para que ela seja aliada ou vilã do emagrecimento”, aponta Thais Souza, nutricionista do Mundo Verde.

A tapioca é feita com a fécula da mandioca, que é aquecida na frigideira e forma uma massa que pode ser recheada. “O principal macronutriente presente nesse alimento é o carboidrato, que após ser digerido, gera glicose, ou seja, se o consumo não for dosado, ela pode favorecer o ganho de peso”, alerta a nutricionista.

Tapioca engorda?

Como a goma possui alto índice glicêmico, que é a velocidade com que a glicose entra no organismo, este fator também pode ser responsável pelo ganho de peso. “O uso de recheios calóricos também aumentará esse risco. Principalmente quando algumas opções utilizadas são: leite condensado, doce de leite e geleias com açúcar”, afirma Thais.

Mas, mesmo assim, é possível emagrecer comendo tapioca. O ponto de partida é reduzir o índice glicêmico do alimento. “A maneira para isso é adicionar à goma, antes do preparo, algum alimento fonte de fibra, como semente de chia, de linhaça, farinha de banana verde, entre outros”, ensina Raisa Barragam, nutricionista clínica e infantil da Dieta Vitória, em Santos.

Outra boa ideia é preparar uma crepioca. “Basta incluir ovo à goma e fazer como uma panqueca”, conta Daniela Lasman, nutricionista da academia Bodytech, em São Paulo. Ao incluir boas fontes proteicas no preparo ou recheio da tapioca, é possível diminuir o índice glicêmico da preparação.

De olho no complemento

Como dito anteriormente, o que for colocado como recheio também pode contribuir para a tapioca engordar. Então, o ideal é recheá-la com ovos mexidos, banana com canela, geleias de frutas sem adição de açúcares, cottage, e outros elementos saudáveis.

Além disso, é bom saber que a tapioca deve ser consumida no café da manhã para dar mais energia e disposição para as atividades diárias. “É ainda uma opção de lanche pré-treino para dar mais gás para realizar o exercício físico, por ser boa fonte de carboidratos”, completa Thais.

Muitos benefícios

Com todas essas dicas, as chances da tapioca engordar são mínimas. E além de evitar o ganho de peso, o alimento também trará diversas benfeitorias ao corpo. Veja a lista:

  • Como é feita da goma de mandioca, a tapioca é considerada um alimento natural, pouco processada, com baixo teor de sódio e sem gordura;
  • É um carboidrato de rápida absorção e digestão, sendo uma ótima opção para um pré ou pós treino, por exemplo;
  • É de fácil preparo, sendo uma opção prática e rápida que ajuda muito na correria do dia a dia e que pode substituir pães, que costumam ter uma quantidade considerável de conservantes;
  • Não contém glúten, sendo uma opção também para pessoas com alergia (doença celíaca) ou mesmo com intolerância a este alimento.

Comments

comments

Clique para Ler

Alimentação e Nutrição

Restrição de açúcar ou gordura têm mesmo efeito na perda de peso

Published

on

By

As descobertas do estudo podem ter consequências importantes no mercado americano de perda de peso – avaliado em 66 bilhões de dólares

Os conselhos para perder peso costumam ser consumir menos carboidratos (e, portanto, açúcares), ou menos lipídios (gorduras). Mas qual a melhor opção? Um estudo publicado nesta terça-feira demonstra que nenhum é melhor que o outro.

Além disso, fatores como genética e o metabolismo de insulina tampouco são fundamentais para os resultados de uma dieta, segundo conclusões publicadas no Journal of the American Medical Association (Jama).

Essas descobertas podem ter consequências importantes no mercado americano de perda de peso – avaliado em 66 bilhões de dólares -, sobretudo na última tendência do setor: a dieta do DNA, que pretende determinar o melhor regime em função da genética individual.

“Todos escutamos histórias de um amigo que fez uma dieta que deu muito certo, e de outro que tentou o mesmo regime, mas não funcionou”, disse Christopher Gardner, professor de Medicina da Universidade de Stanford, na Califórnia.

“É porque todos somos diferentes e acabamos de começar a compreender as razões desta diversidade”, acrescentou.

Participaram do estudo 609 pessoas de entre 18 e 50 anos, 57% delas mulheres. Elas foram separadas em dois grupos ao acaso. Durante um ano, uma delas fez o regime de restrição de gordura, e o outro, o de açúcar.

Em média, cada pessoa perdeu cerca de 5,9 quilos nos dois grupos. Alguns perderam muito mais – até 27 quilos -, enquanto outros engordaram até 9 quilos.

Os cientistas não encontraram uma relação entre o regime realizado e uma perda de peso mais significativa.

“Não há uma diferença destacável na evolução de peso entre uma dieta equilibrada e leve em gorduras e uma dieta equilibrada leve em açúcares”, concluíram os pesquisadores.

“Uma parte dos genomas dos participantes foram sequenciados, o que permitiu aos cientistas buscar a presença de genes associados à produção de proteínas que modificam o metabolismo de carboidratos e lipídios”, segundo o relatório.

Os participantes ainda consumiram açúcar em jejum para medir a produção de insulina.

“Nenhum perfil genético e nenhuma secreção de insulina foram associador aos efeitos das dietas sobre a perda de peso”, concluíram.

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Sem investir em dieta, Jojo Todynho emagrece 12kg

Published

on

By

Sucesso no Brasil todo, Jojo Todynho está mais magra! Isso porque a famosa perdeu 12kg e, ao contrário do que se possa pensar, não perdeu tempo em dietas rigorosas ou exercícios intensos.

De acordo com informações do jornalista Leo Dias, do jornal O Dia, por conta do ritmo de shows, ela acabou eliminando esses quilinhos, ficando mais magra.

Ainda segundo a publicação, a cantora descobriu que estava com menos peso pouco antes do Baile da Vogue, realizado no início deste mês, quando precisou de ajustes no figurino que ficou largo.

Quer dietas para emagrecer? :

Dieta simples com o que você tem em casa para emagrecer rápido e saudável

Dieta Fitness: como temperar sua alimentação?

Dieta que emagreceu Glória Pires antes da novela tem 5 fases: veja regras e como seguir

CACHÊ DE JOJO TODYNHO DUPLICA

Jojo Todynho segue colhendo os frutos do sucesso da sua música Que Tiro Foi Esse. O hit, como se sabe, viralizou em todo o Brasil, após ser divulgado na internet em dezembro do ano passado.

De acordo com informações do jornal Extra, a cantora tem recebido um bom dinheiro para se apresentar em shows aparições. Antes, o seu cachê era estimado em cerca de R$5 mil, e, agora, já chega a custar R$30 mil.

A aposta de Jojo para o Carnaval já contabiliza mais de 110 milhões de visualizações no YouTube e os números não param de subir. Sucesso, né?

Comments

comments

Clique para Ler
Advertisement

Facebook



Mais Acessados