Connect with us

Academia

Treinar com o peso do corpo?

Published

on

Muitas pessoas me perguntam se treinar com o peso do próprio corpo trás benefício.

A resposta é SIM!

Não são todas as pessoas que conseguem fazer flexão de braços ou carregar seu peso com os braços em uma barra, executar burpees, saltar, fazer pranchas e suas variações.

Treinar com a resistência do próprio corpo exige muito condicionamento,força, coordenação motora, flexibilidade e resistência.

Os exercícios são feitos geralmente em forma de circuito, intercalando exercícios “aeróbios” com os de força, com pouco ou nenhum intervalo.

Exercícios como saltos, burpees, corrida, corda, são usados para elevar rapidamente a frequência cardíaca, tornando a atividade mais intensa e otimizando resultados para perda de gordura corporal e aumentar o condicionamento físico.

Os exercícios funcionais, ou com resistência do próprio corpo, deixaram os treinos muito mais interessantes, pois propõe desafios a quem pratica, de fazer o movimento em sua perfeição com amplitude completa, ou chegar ao número de repetições determinado pelo treinador.

Treinos funcionais acarretam, aumento de força, flexibilidade, condicionamento físico, coordenação motora, acelera o processo de queima de gorduras, além de poder ser feito em qualquer lugar.

Mas o treino com peso do corpo pode causar hipertrofia?

Não, não é um treino que vai te deixar musculosa.

Para esse fim, o ideal é o famoso “puxar ferro”, se puderem unir os dois, maravilha.

Segue um exemplo de treino com a resistência do corpo:

 

20 MEIO BURPEE

30 ABDOMINAIS CANIVETE

30 SALTOS COM AGACHAMENTO

10 FLEXÕES DE BRAÇO

 

(1 min de intervalo) ou até se sentir recuperado

 

10 BURPEES COMPLETOS

20 AGACHAMENTOS (AFUNDO COM ELEVAÇÃO DE JOELHO)

30 SALTOS ALTERNANDO AS PERNAS

10 FLEXÕES DE BRAÇO FECHADA (TRÍCEPS)

 

(1min de intervalo)

 

1 MIN DE CORDA

10 BARRAS  COM PEGADA ABERTA (pode ser com elástico ou ajuda)

20 SALTOS ELEVANDO JOELHOS ATÉ TOCAR AS MÃOS

20 ABDOMINAIS COMPLETOS

 

(1min de intervalo)

 

50 POLICHINELOS

20 ELEVAÇÕES PÉLVICAS

4 TIROS DE 20 SEGUNDOS

10 BARRAS COM PEGADA FECHADA E SUPINADA (com elástico ou ajuda de um profissional)

 

Existem 2 formas de fazer esse treino:

1- fazer 4 exercícios,dar o intervalo,passar para a próxima estação e fazer até terminar todo o circuito, só então começar novamente do início.

2- podem também fazer 2 ou 3 séries da mesma estação respeitando o intervalo de um minuto, para então passar para a próxima estação, fechando cada bloco por vez.

No caso de treino, utilizei barra, então pode ser feito na academia ou em algum parque que tenha barra livre para trabalho de costas, nada impede também que se use elástico ou TRX para esse fim.

Se ficou ainda alguma dúvida sobre treinar ou não com a resistência do corpo, vai com fé que é uma ótima opção pra quem não curte academia ou quem quer variar um pouco nos treinos com pesos.

Grande beijo e bons treinos!!

 

por: vivian cabrini

Comments

comments

Academia

Àlcool x Emagrecimento, você sabe qual é?

Published

on

By

Com a palavra Dr. Igor Curvina nutricionista da Clinica Corpo Perfeito.
Não é uma novidade que o consumo de álcool atrapalha o processo de emagrecimento, muitas pessoas preferem ignorar esse fato compensando com extremos na dieta ou na atividade física, deixando de ingerir calorias de nutrientes importantes que promovem o anabolismo e utilizando de excessos esportivos, mas seria mais fácil reduzir o consumo de alcoólico, não é?!
Na nutrição nada engorda e nada emagrece, tudo depende!!! O álcool em questão é prejudicial em quase todos os sentidos, tem 7 kcal/g e nenhum valor nutricional (isso já o define), mas aprofundando é metabolizado primariamente pela enzima hepática álcool desidrogenasse(ADH) percorrendo um caminho bioquímico que por final pode ser utilizada para a síntese de gordura, e esse é o problema!

Para cada grama de etanol metabolizado, são formadas 7,1 kcal/g, uma fonte energética considerável, comparando-se aos carboidratos (4 kcal/g), proteínas (4 kcal/g) e lipídios (9 kcal/g). Porém, acredita-se que pessoas habituadas a ingerir doses altas de álcool não seriam capazes de aproveitar toda sua caloria, uma vez que a via de metabolização utilizada nesses casos seria a SMOE (sistema microssomal de oxidação do etanol), apontando que nem todas as pessoas aproveitam as calorias do álcool da mesma maneira: as mais magras, tendem a não aproveitar suas calorias de forma eficiente, ao contrário de indivíduos com IMC (Índice de Massa Corpórea) mais elevado, entrando mais uma vez na questão da individualidade biológica de cada um, bem como a quantidade de álcool consumida, como a de alimentos ingeridos. Tudo é importante e pode repercutir no ganho de gordura, aumentando a sua toxicidade no organismo.

Nesse sentido, conhecer o valor calórico do álcool e questionar a quantidade diária consumida devem fazer parte da avaliação nutricional, a fim de que esse importante dado seja considerado tanto no cálculo dietético para controle de peso, quanto para caracterizar a desnutrição.
Esclarecendo, não adianta ingerir destilados aterrorizando os fermentados, o álcool está presente da mesma maneira o que faz diferença é a quantidade ingerida e com que frequência.

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Exercícios para fazer em casa com o superband

Published

on

By

O acessório SuperBand ajuda a aumentar a variedade de exercícios para quem treina em casa. No vídeo a seguir temos alguns exemplos que vão ajudar a tonificar os músculos das pernas e dos glúteos.

A Super Band Forte da O’Neal é indicada para potencializar os treinos de força, velocidade e estabilização. São elásticos circulares de borracha de alta resistência. Podem trabalhar tanto a parte superior como a inferior do corpo. Existem 4 níveis de resistência e intensidade.

Ideal para ganho de força e estabilidade nos membros superiores e inferiores. Além de ser ótimo para exercício solo, é o melhor elástico extensor para exercícios em dupla, pois estica mais, facilitando os movimentos.

BENEFÍCIOS

  • Realização de alongamentos e fortalecimento muscular
  • Melhora a coordenação motora
  • Aprimora habilidades funcionais
  • Aumenta a mobilidade e flexibilidade
  • Reabilitação de lesões
  • Prevenção de recidivas de lesões
  • Uso pós cirúrgico
  • Treinamento esportivo
  • Fitness e condicionamento corporal
  • Tonificar e modelar seus braços e pernas

Comments

comments

Clique para Ler

Academia

Criando Abdômen Chapado, quebrando mitos e Montando um Planejamento

Published

on

By

Ter o Abdômen Chapado com certeza chama a atenção de muitas pessoas, mas… para conquista-lo você vai precisar se esforçar!

Para alcançar o abdômen tipo “six pack” e poder mostrar, no meu ponto de vista, existe apenas duas maneiras:

Primeira: a pessoa tem a genética de ectomorfo e ter um abdômen desses é algo supernormal, ou;

Segunda: a pessoa não é ectomorfo, mas cuida muito da alimentação e destrói todos os nossos treinos de Abdômen.

No entanto, tudo que sei é que para o segundo caso, principalmente, treinar muito e treinar de forma correta é fundamental!

E por isso, a minha primeira orientação é entender como funcionam os músculos do abdômen.

Em relação à divisão, os músculos do abdômen se dividem em:

  • Reto abdominal;
  • Oblíquo externo;
  • Oblíquo interno;
  • Transverso do Abdômen.

O reto abdominal que se localiza no centro do abdômen, tem a função de flexionar a coluna vertebral.

Os oblíquos que se localizam em cada lado do tronco, flexionam e giram a coluna vertebral.

Já, o Transverso do Abdômen protege a coluna vertebral.

Um abdômen forte é de extrema importância em todos os esportes, e na estética é o grande diferencial para aparência saudável.

         

Montando o Planejamento

 

No post de hoje, vamos abordar o treino de alta intensidade para construir o Abdômen Chapado, no entanto, para aproveitar o melhor dos exercícios que irei prescrever é importante dispensar alguns cuidados.

Por esse motivo, separei abaixo, algumas considerações que julgo serem importantes para a segurança e para o desenvolvimento muscular desta região.

 

Aquecimento

Sugiro uma 1 série de 30 repetições, sem carga, que será o aquecimento no Abdominal Máquina.

 

Isolamento

Separe dois para o Abdômen, afinal o foco aqui é dar atenção total para parte central do corpo.

 

Intervalo

O intervalo entre as séries é de no máximo 1 minuto.

Entre os aparelhos, será o tempo de desmontar o que foi utilizado e montar o que vai ser utilizado, em média 2 a 3 minutos.

 

TREINO PARA CRIAR ABDÔMEN CHAPADO

Abdominal Máquina (6X)
1 série de 30 repetições, sem carga, que será o aquecimento;

1 série de 15 com metade da carga que você utiliza;

4 séries do que conseguir realizar, não realizar menos que 6; repetições e nem mais do que 15, com o peso que você utiliza.

 

Elevação de Pernas em Suspensão (4X)
4 séries do que conseguir realizar.

 

Abdominal com Rotação (4X)
4 séries do que conseguir realizar.

 

Elevação de pernas com rotação em suspensão (4X)
4 séries do que conseguir realizar.

 

Para Finalizar

Que esse é um treino que mexe com grande parte dos músculos da região inferior, por isso é essencial que o execute no máximo duas vezes na semana.

Respeitando sempre o intervalo de dois dias entre as sessões de treinamento.

Lembre-se também de consultar um profissional da área de treinamento para analisar e ajustar o treino sugerido de acordo com suas necessidades.

Como mencionei acima, especialmente a região do abdômen pode se tornar volumosa caso consuma alimentos em excesso, principalmente carboidratos e açúcares, por isso, além de manter foco e disciplina nos treinos, cuide muito do que come.

Além disso, evite álcool e tabaco, para aumentar os níveis de saúde.

 

fonte: dicasdetreino.com

Comments

comments

Clique para Ler
Advertisement

Facebook

Mais Acessados