Connect with us

Alimentação e Nutrição

As verdades sobre o café da manhã

Published

on

Pessoas que são ignorantes ou mal intencionados ou segurar a dieta e indústria da saúde, e mesmo o governo refém das agências. Se eu tivesse uma visão extremamente positiva da humanidade, eu assumir o melhor e ir com ignorantes, mas eu não.

Eles usam a lógica ligeiro de mão-de observação em troca de prova. Dez homens em um bar tudo pode observar a senhora na esquina com melhorias de silicone, batom vermelho, meia arrastão e salto alto, mas menos que um deles testa a hipótese de que ela é uma mulher, nenhum deles nunca vai descobrir que ele é um travesti . Observando algo não o torna verdadeiro, e às vezes, dependendo da profundidade de uma explora, ninguém quer admitir a realidade – pode ser um pouco constrangedor.

Observação cria um lugar para toda a investigação científica para começar. De Platão a Einstein, a ciência tem chegado observação começou a descer alguns caminhos extraordinários – iniciada. Uma vez na pista, os cientistas inventar explicações (etapa 2) e testar essas explicações para a validade (passo 3). Eles estão certo ou errado e proceder, se necessário. No mundo da saúde e fitness, o processo muitas vezes pára em observação. Este é o lugar onde nos encontramos com uma miríade de formação e protocolos de comer, mas eu quero enfrentar um que está enraizada mais do que qualquer pequeno-almoço, outros.

A Idéia

Pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia e faz as pessoas saudáveis, magros e inteligentes.

A Lógica

Todos os argumentos metabólica lado, os cientistas têm testemunhado que saudável, pessoas inteligentes tomam café da manhã, portanto, pequeno-almoço deve ser a chave. (Claro, a partir daqui, há debates infindáveis ??sobre o porquê é tão importante: o corpo está morrendo de fome toda a noite e as necessidades alimentares a funcionar, se você comer um monte de comida na parte da manhã ele faíscas metabolismo e você queimar todo o alimento e um pouco de gordura, uma vez que o cérebro precisa de carboidratos para funcionar, fornecendo o corpo com um pequeno-almoço com pouca gordura fica a mente trabalhando com o máximo desempenho, etc)

A Realidade

A única conclusão razoável a sustentação fatos é que o pequeno almoço é péssimo.

Não é nenhum segredo que eu não sou fã de café da manhã. Ao trabalhar com um cliente novo em um esporte físico ou a força ou a pessoa média tentando perder alguns quilos, mais das vezes, a primeira coisa que eu digo é “parar de comer o pequeno almoço.” Brian Carroll ama a desculpa para saltar o pequeno almoço como fazer um grande número de pessoas com quem trabalho. Como eu pensava, eles acreditam que o pequeno almoço é fundamental para o desempenho físico e mental e eles obrigam-se a comê-lo se querem ou não.

Aqui vai uma breve sinopse de-hormonal acontecimentos em torno 07:00 para a pessoa média. Os níveis de cortisol elevam naturalmente durante a noite 09/01 e pico 2, 9-14. Uh oh, o cortisol é catabólico e sem alimento, o corpo vai começar a comer todos os músculos que suado, certo? Errado. Catabolic só descreve o processo de algo que está sendo discriminado por energia. O cortisol, quando agem sem níveis elevados de insulina e de uma forma natural – isso sem serem constantemente elevados, como durante o estresse crônico – desencadeia a quebra de triglicérides em-ácidos graxos livres (FFAs) para a metabolização e provoca lipólise 1, 2, 14-28. Cortisol, na parte da manhã, acelera a queima de gordura.

A grelina, o hormônio de controle da fome principal 32, é liberado de modo pulsátil durante a noite com um pico observado ao acordar 29-31, que incita a fome. A grelina não apenas faz com que a fome, mas também estimula potente hormônio liberador de crescimento 33-44. Como os níveis de hormônio de crescimento levantar o corpo libera mais gordura para ser queimada como combustível 45-49 e diminui a destruição de proteínas para uso como combustível 50. níveis de hormônio do crescimento pico cerca de duas horas depois de acordar sem café da manhã 51.

Diariamente, o corpo começa como um forno de queima de gordura. Mesmo durante o exercício, sem café da manhã, o corpo queima mais alto nível de gordura muito acima do normal 52, 53 e faz a regulação das enzimas necessárias para queimar gordura, permitindo que a gordura seja metabolizada mais rapidamente 54.

Agora contraste com o que acontece logo que o café da manhã, que contém cerca de 30 gramas ou mais de carboidratos. Como é sabido, os níveis de insulina aumentar com o aumento do açúcar no sangue, dar o pontapé inicial em uma espiral descendente: o lançamento da madrugada de insulina reduz a queima de gordura para todo o resto dos 55 dias, enquanto os níveis de cortisol permanecem elevados, a liberação de insulina novas causas vazio células de gordura a ser criado 56-64, e da insulina reduz os níveis de ghrelina e de hormônio de crescimento 29-31, 51.

Dos fatos acima não é isso que eu acho que acontece, é isso que acontece – seria de se chegar à conclusão de que talvez devêssemos prender o pequeno almoço fora para um pouco quando nos levantamos, pelo menos até o retorno para os níveis de cortisol e de hormônio de crescimento normal níveis caem naturalmente, o que leva algumas horas. Ignorando-almoço parece uma maneira de perder gordura corporal mais rápida, ou pelo menos mantê-lo fora.

Neste ponto, você pode pensar: “bem, você hobbled juntos uma série de pesquisas para explicar sua teoria, mas onde estão os resultados?” Eu não sou tão obtusos a ponto de pensar que um entendimento completo de qualquer coisa significa previsão é possível … um famoso matemático mostrou que você pode saber tudo sobre como funciona um sistema não e ainda prever como a coisa pode agir. Felizmente para mim e para meus estudos hobbled juntos, os pesquisadores fizeram o teste a idéia de que talvez o pequeno almoço não é tão grande.

Se o que eu assumo a partir dos fatos é verdadeira, então pular refeições e comer mais alimentos no fim do dia, em vez de o início deve conduzir a uma maior perda de gordura quando tentando perder peso, especialmente se tomar café da manhã prejudica a queima de gordura durante todo o dia .

Então o que aconteceu quando os pesquisadores estudaram dois grupos, um que comeram a maior parte de suas calorias no início do dia, para simular a rotina de não-comer-após-sete, e os outros que o desjejum e comeram a maior parte de suas refeições no último metade do dia? Porra, se eu não deveria estar envergonhado: o grupo que comeu mais de suas calorias no início do dia, incluindo um grande café da manhã, perderam mais peso do que o outro grupo 65.

Segure-se: não há mais a esta história. Os pesquisadores também analisaram a composição corporal antes e depois. O grupo da manhã perderam mais peso, mas perdeu um músculo muito mais e muito menos gordura. O grupo perdeu a noite quase que exclusivamente de gordura e músculo preservada 65-69. Quem sabe, talvez haja alguma coisa a este material da ciência, afinal?

Não importa o que eu digo sobre a perda de gordura, alguém vai dizer que pular o café da manhã transforma as pessoas em preguiça mental. Será que realmente? Você acha? Eu discordo e quando eu faço em um fórum público, alguém sempre diz – o que eu realmente não acredito – “Bem, eu testes de design para ensino fundamental e as crianças que comem o pequeno-almoço sempre fazer o melhor, tenho estudos, mas eu não ‘t têm o tempo para lhe mostrar. “Mesmo que eles têm, eles são estudos de observação. Eles não são experimentos. Faça experiências provam que o pequeno almoço melhora as capacidades cognitivas? Sim, se a pessoa está desnutrida 70-73.

E sobre as crianças saudáveis? Eu sei, isso não parece certo tirar o pão longe de crianças no período da manhã, mas alguns grupos médios de bastardos fez exatamente isso – e vários bastardos mais fez a mesma coisa. Eles retido almoço de um grupo de crianças, deixando-os comer no almoço, e outro grupo teve um pequeno-almoço equilibrado. Quando as crianças saltam o pequeno almoço que prestar atenção, se comportar, e um melhor desempenho durante todo o dia na escola inteira 72-83. Essa é a diferença entre observação e experimentação. Deve haver algum outro fator relativo pequeno-almoço comendo o desempenho académico: ambos variam da mesma forma com status sócio-econômico 84.

Eu posso imaginar os comentários dizendo agora eu ignorar a importância do pequeno-almoço, porque deste estudo observacional ou de estudo observacional ou alguma outra justificação que não tem nenhuma relevância para esta discussão. O único ponto aqui é que o pequeno almoço não é definitivamente a mais importante refeição do dia e pode ser prejudicial. Há muitas razões e maneiras de incorporar efetivamente pequeno-almoço. Carb Back-Carregando ™ é um exemplo e Nite Carb ® é outra. Ao usar qualquer uma dessas estratégias para perda de gordura, eu ainda tendem a atrasar a minha primeira refeição do dia até 11h ou meio-dia

Alguém em um fórum também referenciado um artigo afirmando que saltar o pequeno almoço prepara o corpo para obter a gordura e diminui a queima de gordura, que é o oposto da verdade, mas o artigo continua a dizer que tudo isso pode ser evitado pela adição de alguns ramificado aminoácidos de cadeia no lugar de pequeno-almoço e sugere isoleucina, leucina, valina e isoleucina. Esta é provavelmente uma má idéia, como a leucina estimula a liberação de insulina, sem a presença de glicose 85-86 e pode causar as mesmas reações que um pequeno-almoço carby.

No que diz respeito a força está em causa, há pouco efeito, enquanto os estoques de glicogênio permanecem adequadas 87-88, portanto, a aplicação de Back-Carregando ™ Carb à força, poder e atletas físico.

Comer o pequeno almoço prejudica a queima de gordura, pode ajudar no armazenamento de gordura, reduz os níveis de hormônio do crescimento e não oferecem benefícios cognitivos. O que mais posso dizer? Parar de comer o pequeno-almoço. Você vai me agradecer pela manhã.

Fonte: highpump.com.br

Comments

comments

Alimentação e Nutrição

Nutricionista dá dicas para não ser enganado pelos chamados produtos light

Published

on

By

Gabi Lodewijks ensina como não cair na armadilha das chamadas comidas fit, que na verdade não são o que prometem.
Aprender a ler os rótulos dos produtos que estão na prateleira é a melhor maneira de deixar de ser enganado pela industria alimentícia. Muitos produtos disponíveis no mercado que prometem ser fit, light, mas que na verdade estão longe de serem saudáveis.
“Sim, infelizmente somos enganados pelo marketing da industria alimentícia ,que escreve bem grande no rótulo LIGHT, DIET, ZERO AÇÚCAR. Mas, basta apenas girar o produto e ler a lista imensa de ingredientes, que voce irá se assustar e perceber que foi enganado”, afirma a nutricionista e life coach Gabi Lodewijks.
Gabi diz que quanto mais ingredientes tiver um produto, supostamente light, mais prejudicial ele é: “se aparecer algum nome estranho que você nem consegue pronunciar, provavelmente é coisa ruim. Claro que a industria tem que ganhar dinheiro mas nós temos que exigir produtos de boa qualidade, afinal, você irá colocar isso para dentro do seu corpo, que é seu bem maior”.
A especialista aponta que o grande erro é procurar contar calorias, sem preocupar-se com a qualidade do alimento: “Iludidos pelo apelo de zero calorias, muitos se esquecem de olhar os demais componentes. Na lista dos produtos, os ingredientes vem em ordem decrescente, da maior para menor quantidade. Isso quer dizer que os primeiros ingredientes praticamente definem o produto”.
Gabi Lodewijks faz uma lista dos alimentos
1- Alimentos a evitar
Exclua da sua vida alimentos em que o primeiro ítem é açucar. Muitas vezes o açúcar vem camuflado com outros nomes: glicose, sacarose, lactose, frutose, maltose, mextrose, maltodextrina ,glucose de milho, xarope de malte, açúcar cristal, açúcar invertido, xarope de milho, xarope de guaraná, açúcar de beterraba, açúcar magro, açúcar light, agave.
2- Não existe acúcar magro
Não se engane. Não existe açúcar magro, açúcar light: açúcar é açúcar e pronto. Se no produto você encontrar algum desses nomes é porque possui açúcar e geralmente isso acontece nos produtos zero. Incrível, certo?!
3- Não deixe de considerar a data
Pode parecer obvio, mas a data de validade também é muito importante, e muitos deixam de olhar. Muitos casos de intoxicação alimentar ocorrem porque as pessoas estocam e consomem alimentos sem considerar que alimentos tem prazo de validade. Cuidar disso também é importante.
Créditos – Foto: MF Press Global

Comments

comments

Clique para Ler

Alimentação e Nutrição

Marmita de verão: sugestões de cardápio para um almoço saboroso e saudável

Published

on

By

Com as temperaturas subindo e o verão se aproximando, é hora de repensar os alimentos que farão parte das refeições para deixá-las ainda mais saborosas e a cara da estação. Abaixo, reunimos duas sugestões de cardápios indicados pela nutricionista Michelle Mileto Troitinho, do Kurotel – Centro Médico de Longevidade & Spa de Gramado, no Rio Grande do Sul, com opções de almoçoe para os lanches da manhã e da tarde.

Confira as dicas completas com todos os nutrientes necessários para o organismo e turbine sua alimentação com alimentos antixoxidantes, que ajudam a combater os radicais livres e a proteger a pele do sol, e mais leves, que facilitarão a digestão e manterão o bem-estar do organismo durante o calor intenso.

Opção 1

Lanche da manhã:

  • Suco Hércules (1 xíc. de chá de laranja picada, 1 fatia fina de gengibre, 1/4 de xíc. de chá de beterraba picada e 1 iogurte natural desnatado. Modo de preparo: misture os ingredientes e bata no liquidificador. Rende 1 porção).
  • 3 uni. de castanhas do Pará.

Almoço:

  • Salpicão de grão de bico com mix de verdes (250 g de grão-de-bico cozido e escorrido, 1/2 xíc. de chá de aipo picado, 1 colher de sopa de cebolinha verde picada, 1 maçã sem semente e picada, 1/4 xíc. de chá de nozes picadas e tostadas, 4 colheres de sopa de creme de soja ou iogurte desnatado, 1 colher de sobremesa de mostarda Dijon, suco de meio limão e 1/2 alface americana. Modo de preparo: misture os ingredientes secos. Em seguida, despeje o molho sobre eles e posicione-os sobre uma cama de folhas. Rende 6 porções).
  • Risoto de quinoa com tomate seco e frango (1 xíc. de chá de quinoa, 1 colher de sopa de óleo, 1/2 xíc. de chá de cebola picada, 2 xíc. de chá de alho poró picado, 1 xíc. de aipo picado, 1 xíc. de chá de tomates sem pele e sem sementes picados, 1 xíc. de chá de suco de tomate, 1 xíc. chá de vinho branco, 1 colher de café de sal, 2 xíc. de chá de caldo de frango caseiro, 2 xíc. de chá de frango desfiado, 3 colheres de sopa de cheiro-verde picado. Modo de preparo: aqueça o óleo e doure a cebola, alho poró e o aipo. Coloque a quinoa em uma panela e adicione o caldo de frango, sal, vinho branco e reserve. Em seguida, misture o tomate picado com o molho de tomate, cozinhe-os e junte com o frango. Misture tudo e acrescente o cheiro-verde. Rende 4 porções).

Lanche da tarde:

  • 1 maçã.
  • Biscoito cracker salgado (1/2 xíc. de chá de farinha de arroz integral, 1/2 xíc. de chá de amêndoas trituradas, 2 colheres de sopa de farinha de linhaça, 1/2 colher de chá de sal não refinado, 1 colher de chá de chá de ervas – tomilho, alecrim, orégano e manjericão, 1/4 colher de sopa de fermento químico, 1/4 xíc. de chá de água filtrada, 1 colher de chá de azeite de oliva extravirgem e 1 xíc. de chá de biomassa de banana verde. Modo de preparo: junte todos os ingredientes secos e, em seguida, adicione o azeite e a água. Misture com a mão até formar uma bola compacta. Abra a massa cuidadosamente em cima de um papel manteiga e corte-a em cubos. Coloque os pedaços em uma forma untada com óleo e asse por aproximadamente 20 minutos em um forno pré-aquecido a 180°C. Rende 3 porções).

Opção 2 – Vegana

Lanche da manhã:

  • 1 banana.
  • 3 uni. de amêndoas.

Almoço:

  • Salada Itapuã (4 tomates, 2 xíc. de chá de mamão papaia picado, 1 xíc. de chá de manga picada, 2 colheres de sopa de alcaparras, suco de 1 limão, salsinha picada a gosto e folhas verdes. Modo de preparo: corte os tomates ao meio e retire as sementes. Em uma vasilha, misture a manga, mamão, alcaparras e salsinha. Regue com suco de limão e use a mistura para rechear os tomates. Coma acompanhado de folhas verdes. Rende 8 porções).
  • Feijoada vegetariana (250 g de feijão preto, 6 xíc. de chá de água, 2 folhas de louro, 4 dentes de alho amassados, 1 maço de cebolinha verde picada, 1 maço de salsinha picada, 1 xíc. de chá de cebola picada, 1 colher de chá de óleo vegetal, 1 xícara de chá de chuchu em cubos médios, 1 xíc. de chá de cenoura em cubos médios, 1 xíc. de chá de beterraba em cubos médios, 1/2 xícara de chá de tofu defumado em cubos médios, 1/2 xíc. de chá de provolone em cubos médios, 1 xíc. de chá de proteína texturizada de soja em pedaços grandes, 1 colher de café de sal marinho, pimenta-do-reino branca em pó a gosto e cominho em pó a gosto. Modo de Preparo: deixe o feijão de molho em água por 12 horas. Lavar a proteína de soja e, em seguida, deixá-la de molho em água quente por 30 minutos. Depois, enxágue e esprema. Em uma panela de pressão, coloque o feijão, o louro e complete com água até 3 dedos acima dos grãos. Cozinhe por 20 minutos. Em uma panela grande, aqueça o óleo e refogue o alho, cebola e soja hidratada. Depois, acrescente os demais legumes e sal. Coloque também no refogado o feijão cozido e ferva tudo junto por cerca de 15 minutos. Em seguida, acrescente o cheiro-verde, tofu, provolone, pimenta do reino e cominho. Cozinhe por mais 5 minutos. Coma acompanhado de arroz integral, couve refogada e laranja. Rende 8 porções).

Lanche da tarde:

  • 1 pera.
  • Pizza caseira de legumes com farinha de grão de bico (1 xíc. de chá de farinha de grão de bico, 1/2 xíc. de chá de farinha de amêndoas, 1/4 xíc. de chá de de farinha de linhaça, 1 ovo caipira, 1 colher de sopa de azeite de oliva extravirgem, 100 ml de água filtrada, 1 colher de café de sal não refinado, 1 colher de sopa de açúcar mascavo e 1 colher de sobremesa de fermento em pó. Para rechear: 2 dentes de alho picado, 1/2 cebola pequena picada, 1/2 xíc. de alho poró picado, 1 cenoura pequena ralada, 1/2 molho de brócolis picado, 2 tomates grandes picados e 1 colher de sobremesa de óleo de coco. Modo de preparo: para a massa, junte o azeite, sal, açúcar, ovo e a água em um recipiente. Depois, adicione as farinhas e mexa até ficar uma massa homogênea. Em seguida, acrescente o fermento e mexa com suavidade. Refogue o recheio em uma panela com o óleo e os temperos. Para a montagem, coloque a massa sobre uma assadeira e cubra com o a preparação de legumes. Leve ao forno a 180°C por 20 minutos. Rende 12 porções).

Comments

comments

Clique para Ler

Alimentação e Nutrição

Estudo indica jejum intermitente como aliado da perda de gordura

Published

on

By

Mesmo polêmico, o jejum intermitente se mostra eficiente também para baixar a pressão arterial e os níveis de colesterol ruim

Ficar de 12 a 18 horas sem comer nada, contando com as horas de sono, é uma estratégia de perda de peso considerada polêmica. Mas, a cada nova pesquisa, a eficiência do jejum intermitente vai sendo confirmada. Em um estudo recente da Universidade de Surrey, na Inglaterra, os voluntários que apostaram no método para reduzir 5% do excesso de gordura corporal por questões de saúde atingiram o objetivo duas semanas antes do que aquelesque optaram por restringir o consumo de calorias.

E, como anteciparam o jantar para antes das 8 da noite para completar o tempo mínimo de jejum até o café da manhã do dia seguinte, eles apresentaram benefícios extras: a pressão arterial e os níveis de colesterol ruim foram reduzidos sem nenhum outro cuidado.

“Comer e dormir em seguida aumenta o risco de moléculas de gordura, proteína e carboidrato não metabolizadas corretamente pelo organismo irem parar na corrente sanguínea”, explica o cardiologista João Vicente da Silveira, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Conclusão: só pelo fato de estimular o hábito de fazer a última refeição mais cedo, já vale a pena experimentar o método e, claro, avaliar como seu corpo responde.

Comments

comments

Clique para Ler

Advertisement

Facebook




Mais Acessados