Connect with us

Destaque

Ioga ou Pilates?

Published

on

Conheça as diferenças.

Você certamente já ouviu falar que Ioga e Pilates são duas maneiras de se exercitar e trazer benefícios ao corpo. As duas práticas têm em comum a promessa de fazer você se sentir melhor através do controle da respiração e da concentração em determinados movimentos e posturas. Mas você sabe qual a diferença entre uma e outra?

A Ioga e a sabedoria oriental

A Ioga baseia-se na sabedoria oriental segundo o qual existe um fluxo de energia que leva vitalidade ao corpo como um todo. Quanto mais livremente essa energia transita pelo corpo, mais saúde e energia você sente.

Acredita-se que as tensões físicas bloqueiam esse fluxo de energia e com o passar do tempo, as áreas de maior tensão do seu corpo podem se tornar rígidas e doloridas. Como grande parte das tensões físicas que sentimos está ligada àquilo que pensamos, um dos objetivos da Ioga é unir a mente ao corpo e espírito.

A Ioga é uma disciplina holística espiritual com origem em formas de meditação oriental. As posturas, ainda que condicionem o corpo, também visam atuar sobre a mente. Elas simbolizam o objetivo de viver a vida num estado equilibrado e sereno.Os adeptos da prática acreditam que a mente e o corpo são um só e se forem conduzidos de maneira correta, encontrarão harmonia e cura para muitos de seus males. Por isso, a Ioga é considerada também como terapia, pois faz com que o corpo fique naturalmente mais relaxado.

Uma das principais razões pela qual as pessoas começam a praticar Ioga é para sentir mais energia, paz e relaxamento proporcionados pelo controle da respiração e a execução de determinadas posturas e alongamentos.

O próprio peso do corpo é usado para criar resistência muscular e é preciso dedicar atenção também aos movimentos de mudanças de posturas.

Existem vários estilos de Ioga e a grande diferença entre eles está na ênfase dada a cada aspecto da prática. A Vinyaso Ioga, por exemplo, prioriza a coordenação entre respiração e movimento; já a Hatho Ioga tem como objetivo principal fortalecer o corpo, interna e externamente. Nenhum estilo pode ser considerado melhor que outro. O estilo a ser praticado é uma questão de necessidade ou preferência pessoal.

Pilates e o uso de aparelhos

A técnica do Pilates, por outro lado, é principalmente um condicionamento físico. O criador do método, Joseph Pilates, usou seus conhecimentos para ajudar soldados a se recuperarem de ferimentos de guerra.

Pilates desenvolveu máquinas com cabos e roldanas que ajudam o corpo a se manter em posturas que fortaleçam e alongam os músculos. Assim, além de uma completa série de exercícios no solo, a execução dos movimentos segundo o método, demanda o uso de aparelhos apropriados.

A ênfase dos exercícios do Pilates está em fortalecer o abdômen, melhorar a postura, estabilizar e fortalecer a espinha dorsal, melhorar o equilíbrio e, sobretudo a força.

A natureza de ser uma atividade de baixo impacto faz com que seja ideal para prevenir ou reabilitar distensões provocadas por exercícios com carga. A finalidade básica dessa prática é a concentração, o equilíbrio entre força e flexibilidade porque cria saúde e vigor para os grupos de músculos resultando num corpo esguio e forte.

Pilates X Ioga: a escolha é sua

O Pilates baseia-se em movimentos orientados por máquinas, sendo assim, a técnica se aproxima mais dos treinamentos com cargas do que com a Ioga, no sentido de que o corpo é trabalhado utilizando movimentos de resistência que objetivam também a aumentar os músculos. Porém, alguns movimentos realizados no solo se aproximam mesmo dos movimentos da Ioga, mas as ênfases são diferentes: o Pilates não envolve desenvolvimento espiritual.

A Ioga concentra-se mais no que sentimos ao nos relaxarmos e o Pilates está mais focado na força do corpo e em como ele se movimenta. Sendo assim, se seu objetivo é exercitar seu corpo enquanto acalma e domina sua mente, então Ioga é a sua opção. Se você está mais interessado em um sistema de condicionamento, ou se recuperando de alguma lesão, o melhor é praticar Pilates.

Outra solução é combinar as duas técnicas: enquanto a Ioga traz mais elasticidade ao corpo, o Pilates pode tornar seus efeitos mais duradouros. As técnicas respiratórias do Pilates e o aspecto meditativo da Ioga ajudam a aliviar o estresse da rotina diária. Ambos os métodos são eficazes e com a ajuda de um bom instrutor, certamente seu corpo se beneficiará.

Fonte: bbel.uol.com.br

Comments

comments

1 Comment

1 Comment

  1. Pedro Cademartori Jr

    10 de agosto de 2011 at 12:02

    Muito bem explicado, lembrando sempre que pilates é uma compilação entre a força e alongamento. Tendo diversos resultados benéficos ao corpo, também enfatizando que é uma ótima técnica tanto para condicionamento físio quanto para reabilitação.
    Muito obrigado!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Destaque

Americana com bumbum de 1,5m faz campanha contra obsessão por glúteos avantajados

Published

on

By

Courtney Barnes, conhecida como Ms. Miami no Instagram, onde tem mais de 830 mil seguidores, não estava satisfeita com as suas nádegas. Resolveu então turbiná-las.

Só que, sem dinheiro, Courtney apelou ao mercado ilegal. Obcecada por um bumbum novo, ela se submeteu a aplicações de substância proibida. A transformação começou quando a americana tinha 22 anos. O bumbum chegou à circunferência de 1,5 metro.

Agora, aos 35 anos, Ms. Miami resolveu posar como exemplo de excesso de vaidade e alertar outras mulheres com a mesma obsessão glútea.

Courtney, que trabalha como modelo erótica, disse que o bumbum perdeu a cor e ficou ainda mais flácido com o preenchimento. Ela ainda reclama de sofrer bullying nas redes sociais.

“OK, posso parecer uma atração de circo dos horrores por causa do meu bumbum enorme, mas quero que as pessoas vejam o meu verdadeiro eu”, disse ela em reportagem publicada no “NY Post”.

O cirurgião plástico Gonzalo Mosquera disse que Ms. Miami teve sorte de não ter tido complicações médicas em decorrência do preenchimento excessivo com substância inapropriada.

“É triste, mas é comum na região de Miami”, afirmou ele.

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

D-VASTER Pré Treino de outro planeta!

Published

on

By

O embasamento do uso de pré-treino é de que eles, quando utilizados antes dos exercícios físicos, principalmente os mais intensos, seja de maneira isolada ou combinados entre si, pode favorecer os adeptos de treinos.

A finalidade do uso desses suplementos depende do objetivo pelo qual serão utilizados.

A principal finalidade é melhorar o desempenho dos treinos para alcançar o objetivo final que é ganhar mais massa muscular.

Além disso, o suplemento pré-treino é responsável, também, por ofertar ao organismo substrato energético para que possam, também, manter ou até aumentar a performance durante os treinos.

Por isso, é necessária uma combinação adequada, em termos de componentes e quantidades, para que esse suplemento possa oferecer ao organismo condições de melhorar o desempenho nos treinos, através da força e da resistência muscular.

Sabe aquele pré-treino que você nem imagina que existe? pois é, D-Vaster não traz somente na embalagem que ele será punk, mais sim em sua formula.

Esse Pré Treino tem por objetivo o aumento da força, energia e disposição nos treinos mais intensos. Seus ingredientes agem aumentando o “PUMP” e dando aquele gás a mais nas últimas repetições, o que favorece e muito o Ganho de Massa Muscular e a Redução do Percentual de Gordura Corporal.

D-VASTER não é um pré-treino modinha, mas sim uma formulação desenvolvida com o que há de mais HARDCORE e Underground no mundo dos pré- treinos atualmente.

Benefícios
Aumento da força e energia
Maior capacidade cardiovascular
Aumento da vasodilatação
Aceleração do transporte de nutrientes aos músculos
Favorece o ganho de massa muscular e a perda de gordura
Acelera a recuperação muscular


Como tomar D_VASTER Corretamente?
A indicação de uso pra Atletas é de 2 medidores (scoop) somando 10 g e contém:

Agressive Pump NO2®
L-Arginine (1,2 g)
L-Alanine (1,8 g)
Citrullus lanatus
Beetroot Beta Vulgaris L.
Neurotic Thermatrix®
Caffeine anhydrous (400 mg)
N-Acetyl Cysteine NAC (250 mg)
L-Taurine (2,0 g)

Esses suplementos são encontrados na forma de pós e podem ser diluídos em líquidos como a água. Nos rótulos geralmente vem explicando a forma de preparo. Podem ser ingeridos cerca de meia hora antes dos treinos misturados com água gelada.

Quanto à quantidade/dosagem do pré-treino, também vem no rótulo, já que depende da composição de cada produto, não dá para generalizar e determinar a mesma quantidade para todos. 

E ai ? vai experimentar ou vai ser um ET?

confira na : www.powersupplements.com.br

Comments

comments

Clique para Ler

Destaque

Adeus pernas gigantes e bumbuns na nuca: Conheça a geração de musa fitness que entendem tudo de cozinha e buscam equilíbrio do corpo e alma

Published

on

By

Somos bombardeados na internet o todo momento pela obsessão de termos um corpo perfeito. Muitas das chamadas musa fitness fazem receitas mirabolante na internet, mas impressionam até mesmo com a quantidade na alimentação. Algumas delas chegam a comer cerca de 50 ovos ao dia em dietas. “Parecem super humanos, não lembra em nada a realidade de mulheres normais”.


Leticia Ferreira, 26 anos, representa uma nova categoria de musas fitness, buscando acima de tudo o equilíbrio entre o espírito e o corpo, e até mesmo da balança. “Adoro cozinhar, não deixa de comer o que eu quero, buscar receitas na internet e tentar equilibrar o peso com atividades físicas reais”.


Muitas reportagens de  algumas musas fitness tendem a supervalorizar o tempo em que ficam dentro das academias e a quantidade que comem ou deixam de comer. Letícia incentiva exercícios, além de nunca se privar de encontrar o equilíbrio entre o que se come e o prazer de fazer algum exercício. “Andar de patins, subir as escadas do seu prédio, tirar 30 minutos para fazer uma meditação ou ioga.  Primeiro você tem que encontrar o equilíbrio entre o seu corpo e seu eu, você não precisa comer 40 ovos por dia pra dizer que estar bem”, ressalta. 


Fotos: Smoke fotografia e Elena Derebera | CO Assessoria

Comments

comments

Clique para Ler
Advertisement

Facebook




Mais Acessados